Home / Papai / Comportamento / Ser pai

Ser pai

pai e filhaObservando as últimas gerações nota-se a grande mudança no papel do pai na família, há alguns anos a obrigação do pai era sustento e proteção, um papel visto atualmente como machista e pouco participativo no dia a dia da criança. Em contrapartida os pais de hoje estão completamente inseridos no dia a dia de seus filhos.
É comum encontrar pais participando de cursos para gestantes, consultas ao obstetra, suando frio em corredores ou salas de parto das maternidades, trocando fraldas, dando banhos, enfim, curtindo seus herdeiros de uma forma bem diferente das gerações anteriores. Esse é o perfil do pai moderno.

Existe receita para se tornar um pai moderno?

Uma das angústias mais comuns dos pais de hoje é se eles conseguirão corresponder com todas as expectativas econômicas, sociais e afetivas que são atreladas à figura do pai moderno.
A fórmula perfeita não existe, mas há fatores primordiais para essa realização: Tempo e dedicação. Quanto mais tempo você conseguir dedicar para a sua família, maior será sua participação em todos os processos do desenvolvimento de seus filhos. Quanto maior sua dedicação para se tornar um bom exemplo, melhor será o desempenho de seus filhos na sociedade.
Outro ingrediente importantíssimo é a reflexão. Pense um pouco sobre o papel de seus pais em sua educação e, principalmente, sobre suas lembranças de infância. Tente não repetir os mesmos erros ou formas de educar que você não considera eficiente. Lembre-se que o pai não precisa exercer o papel do homem autoritário e sempre ter razão, essa é uma visão ultrapassada e que limitará seus laços com seus filhos.
Participe da rotina de seus filhos, não vale só participar quando chegar o boletim para chamar a atenção ou colocá-los de castigo.

O que fazer para passar mais tempo com seus filhos?

Mais do que a quantidade, priorize a qualidade. Quando for para ficar com seus filhos, desligue celular, videogame, televisão e qualquer outro recurso que possa lhe tirar a atenção. Brinque de esconde-esconde, de boneca, de carrinho, de pular, de jogar bola… dê banho na banheira ou tomem banho juntos no chuveiro, pegue no colo, abrace bastante e dê muito carinho.
Deixe a gravata de lado e divirta-se, todo o estresse do trabalho e as preocupações do dia a dia serão esquecidos nesses momentos tão preciosos. Nunca perca a oportunidade de curtir sua prole, é com esse convívio que se estabelece a confiança entre pai e filho.

E na hora de educar, o pai moderno é respeitado?

Claro que sim, quanto mais intimidade com seu filho, mais respeito ele terá por você. Claro que você não pode ser inconsistente e terá que ser firme quanto à educação. Busque o equilibro entre autoritário e permissivo, ou seja, quando as crianças não puderem seja firme e os oriente, e se prepare para repetir mil vezes o mesmo “não pode”. Jamais perca uma oportunidade para elogiá-los e premie as boas atitudes.
A criança aprende muito observando o mundo ao seu redor, bem mais do que por palavras. Não adianta você falar que não pode comer na sala se você faz isso, mesmo que de vez em quando. Discipline-se para disciplinar seus filhos.

Siga esses passos e você estará no caminho certo.

Sobre Almanaque dos pais

Conteúdo produzido pela equipe do Almanaque dos pais.

Veja também

Malu-Moletom-e-o-Gigante

Campanha do agasalho 2016: O que você vai fazer com as roupas que não servem mais para seus filhos?

A campanha do agasalho 2016 apresenta a Malu Moletom, conheça essa história dessa menina e, na sequência, tenho uma proposta para você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.