Home / Mamãe / Comportamento / Só para mulheres: O sexo após o nascimento dos filhos

Só para mulheres: O sexo após o nascimento dos filhos

casalApós o nascimento dos filhos tudo se transforma, inclusive o relacionamento e vida sexual do casal. São tantas mudanças que, por mais planejado e desejado que o filho tenha sido, a vida a dois sofre alterações que nem sempre são fáceis de contornar e podem até gerar crises e separações.
No caso das mulheres o primeiro passo para melhorar o relacionamento é entender que algumas situações são temporárias e outras não.
Abaixo falaremos sobre as principais razões para que a vida a dois seja afetada e como agir. Claro que nada mais será como antes, pois a vida de vocês mudou – família, rotina, tempo, disposição – mas somente vocês poderão tornar essa nova fase a melhor época da vida do casal.

Libido afetada por hormônios

O hormônio responsável pela produção do leite materno é a prolactina, porém ela inibe a produção da testosterona na mulher, que é responsável pelo desejo sexual.

Dormir no quarto do filho ou o filho no seu quarto

Esse hábito deve ser extinto o mais breve possível, se possível nem se iniciar. Além de tornar seu filho dependente da sua presença para pegar no sono, não há intimidade do casal que resista.
Aproveite que a era moderna disponibiliza babá eletrônica (com ou sem câmera) e utilize esse artifício. É um investimento que vale a pena!

Barreira estética

Após o nascimento do filho a mulher se depara com um físico bem diferente ao habitual, com alguns quilinhos a mais, seios mais fartos e sensíveis, cabelos que não param de cair, ressecamento da pele…
Acredite, resgatar sua autoconfiança não é tão difícil, provavelmente ela está sendo supervalorizada porque a mamãe não tem tempo para tomar um banho demorado, passar seus cremes, cuidar dos cabelos, unhas, se maquiar e escolher com calma a roupa do dia.
Tente se arrumar um pouco mais, deixar o cabelo penteado, usar uma roupa bacana, mesmo em casa, e para a noite coloque uma lingerie sexy. Você e o maridão vão amar o resultado!

Cansaço físico

Cuidar dos filhos não é tarefa fácil, principalmente no primeiro ano do bebê em que noites mal dormidas fazem parte da rotina das mamães e papais. Definir uma rotina com as crianças, além de saudável para elas, também ajuda a ter um momento do dia só para o casal. Pode ser durante a noite, durante o cochilo da tarde ou mesmo pela manhã.
Por maior que seja a vontade de dormir, tente deixar o sono um pouco de lado e dê atenção para seu companheiro. Conversem, cozinhem juntos, assistam um filminho na TV, ou façam alguma coisa juntos que gostavam de fazer antes das crianças nascerem.

Ninguém nasce mãe ou pai prontos

A maternidade e paternidade se aprende aos poucos, no dia a dia. E como qualquer aprendizado demanda tempo, dedicação, frustrações e algumas aborrecimentos. E qual a relação disso na vida do casal? TUDO. Muitas vezes a mulher deposita algumas obrigações nas costas do marido e vice e versa, porém este acaba não desempenhando ou atendendo conforme suas expectativas. O resultado são algumas horas de discussão, cara feia para todos os lados e nenhuma solução. Por mais que o casal deseje um filho ninguém é capaz de prever como será a vida com a chegada do bebê, por isso a importância do diálogo.
Tente ser mais tolerante, converse e explique o que espera do seu companheiro. Dê chance para que ele fale também, lembre-se que ele também não imaginava que seria tão difícil ser pai e marido ao mesmo tempo.

Chamar o maridão de pai

Tudo bem que alguns pais optam por chamar seus parceiros como “pai” e “mãe” porque acreditam que assim a criança chamará de forma correta seus genitores. Se você também é adepto desta ideia tente mantê-la somente na presença das crianças. Certamente não há nada mais broxante (desculpe o termo, mas não encontramos nenhum mais adequado) do que ser chamado de “pai” em um momento que até teria potencial para se tornar romântico.
Relembre dos apelidos da época de namoro – Amor, Môr, Lindo, Paixão e muitos outros tão pessoais que nem temos como prever – e inclua em suas conversas a dois.

Tempo dividido entre filho e marido

Que seu tempo será dividido, não tenha a menor dúvida e não há problema algum nisso. O problema é quando você dedica todo seu tempo ao filho, deixando o maridão de lado. Para complicar alguns bebês demoram mais tempo para dormir a noite toda e os cochilos durante o dia são curtos. Mesmo assim aproveite esses minutos para se dedicar ao maridão. O contato físico – abraços, mãos dadas, beijinhos – aumentam a produção de testosterona na mulher e no homem e, consequentemente, a libido.

O dia só do casal

Nem todos os papais possuem esse recurso, mas incluir uma noite só do casal por semana ou mesmo por mês, pode apimentar a relação. Vale deixar as crianças com os avós, padrinhos ou chamar uma babá.
Neste dia tente não falar sobre as crianças – certamente 99% das conversas de vocês giram em torno delas – e se for difícil arrumar outro assunto nós ajudaremos: filmes que gostariam de ver, qual seria o próximo programa, uma proposta para esticar a noite, relembrar uma história engraçada do passado de vocês, descrever uma noite inesquecível que passaram juntos…
O primeiro “encontro” pode até parecer estranho, ainda mais porque você estará longe das crianças, mas aposto que você ficará ansiosa pelos próximos que serão cada vez melhores.

Invista em rapidinhas

Uma das razões para o relacionamento esfriar é excesso de rotina e falta de intimidade. As rapidinhas são ótimas aliadas para, com um pouco de adrenalina, despertar o interesse do casal e aumentar a intimidade.
Nem todas as rapidinhas vão acabar com penetração, na verdade o sexo com filhos pequenos está sempre sujeito a interrupções como choros ou criança batendo na porta do quarto. Não se sinta frustrada, tenha bom humor para lidar com os imprevistos e aguarde ansiosamente pela próxima oportunidade.

Sexo em doses semanais

Sexo é como atividade física: no começo você até faz porque precisa, mas com o tempo se torna tão prazeroso que você vai contar as horas para estar a sós com o maridão. Isso porque o sexo faz com que a produção de testosterona aumente, consequentemente a libido aumenta também. Outro fator é que o sexo fica cada vez melhor com a prática, ou seja, não tem desculpas para não se dedicar a ele.

Invista em sua relação, tente usar o tempo livre para dialogar, namorar, falar bobeira e resgatar toda a leveza do começo do relacionamento. Se redescubram, encarem como o começo do relacionamento em que vocês precisam se descobrir e conhecer um ao outro mais uma vez. O amor não acaba com o nascimento do filho, mas é importante nutrir esse sentimento com admiração, dedicação e, claro, uma pitada de sexo.

Sobre Almanaque dos pais

Conteúdo produzido pela equipe do Almanaque dos pais.

Veja também

viajar-de-aviao

10 dicas para viajar de avião com bebês e crianças

Confira 10 dicas essenciais para viajar de avião com bebês e crianças e programe sua viagem com muito mais tranquilidade e sem contratempos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.