Especiais – Almanaque dos Pais https://www.almanaquedospais.com.br Do sonho de ser mãe aos 6 anos do seu filho Fri, 22 Jun 2018 18:42:58 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=5.2.2 https://www.almanaquedospais.com.br/wp-content/uploads/2016/09/cropped-logo-Almanaque-dos-pais-512x512-150x150.png Especiais – Almanaque dos Pais https://www.almanaquedospais.com.br 32 32 Dicas de leitura para ler com seus filhos nas férias https://www.almanaquedospais.com.br/dicas-de-leitura-para-ler-com-seus-filhos-nas-ferias/ https://www.almanaquedospais.com.br/dicas-de-leitura-para-ler-com-seus-filhos-nas-ferias/#respond Mon, 25 Jun 2018 11:00:37 +0000 https://www.almanaquedospais.com.br/?p=14551 Férias escolares – Dicas de leitura para ler com seus filhos nas férias Explorar o universo imaginário e os diversos formatos dos livros ajuda na produção dos primeiros sons e palavras da criança O primeiro “era uma vez” de uma criança é uma  viagem sem volta no mundo fantástico das palavras e das histórias. A leitura, além de …

The post Dicas de leitura para ler com seus filhos nas férias appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
Férias escolares – Dicas de leitura para ler com seus filhos nas férias

Explorar o universo imaginário e os diversos formatos dos livros ajuda na produção dos primeiros sons e palavras da criança

Dicas de leitura para ler com seus filhos nas férias

O primeiro “era uma vez” de uma criança é uma  viagem sem volta no mundo fantástico das palavras e das histórias. A leitura, além de ser essencial para a formação das crianças, também ajuda no processo de aprendizado da fala e linguagem. As histórias, além do estímulo que representam à imaginação, aumentam o vocabulário e a curiosidade sobre a linguagem. Contos de fadas, gibis, livros interativos, livros-brinquedos, livros de tecido ou até de banho, o importante é oferecer desde cedo aos pequenos o contato com esse mundo mágico da literatura. Explorar o universo imaginário e os diversos formatos dos livros ajuda a despertar a curiosidade e favorece a produção dos primeiros sons e palavras da criança.

Bebês entre 15 e 18 meses tendem a aprender uma palavra nova a cada leitura partilhada e a relacioná-la ao objeto que representa, por isso é muito importante aproveitar o potencial de memorização que eles têm nessa fase. Os pais têm um papel fundamental na promoção deste desenvolvimento, ao poder proporcionar as mais diversas experiências de comunicação a seus filhos. Entre essas experiências, a leitura é uma opção riquíssima para ajudar a estimular a linguagem. Os bebês adoram os livros com sons, por exemplo, que além de incentivar a imitação, aguça a curiosidade e a produção dos sons onomatopeicos e a nomeação das palavras.

Aqui vão algumas dicas que podem ajudar a colocar em prática alguns procedimentos que estimulam o desenvolvimento da comunicação oral e o conhecimento linguístico de uma forma geral.  Recorri a diversas pesquisas, à experiência clínica e minha de mãe.

De 6 meses a 1 ano

Nessa fase, a leitura começa a ser interativa e os pais devem conversar com a criança sobre as figuras, as formas, as palavras e os sentimentos, relacionando-os com a vida cotidiana. Os bebês, quando conseguem se sentar, já podem segurar os livros e também colocá-los na boca. Nessa fase, os pais podem:

  • Nomear as figuras que o filho aponta no livro ou aquelas em que ele fica interessado;
  • Ajudar o bebê a virar as páginas do livro;
  • Transmitir o clima da história por meio da entonação da voz, de gestos e de expressões faciais;
  • Conversar com a criança e fazer perguntas sobre as coisas que ela está ouvindo ou fazendo. Por exemplo: “Olha o cachorro! O cachorro faz au-au”;
  • Seguir as indicações do bebê para ler mais, repetir ou parar.

De 1 ano a 2 anos

Nessa fase, a criança consegue escolher um livro e entregá-lo aos pais para lerem. Também aponta as figuras e copia as expressões e os gestos do adulto que está lendo para ela. Assim, os pais podem:

  • ·       Usar diferentes vozes para representar os diversos personagens das histórias;
  • ·       Fazer perguntas para que a criança responda apontando. Por exemplo: “Onde está o gato?”, “Quem faz miau?”;
  • ·       Incentivar que ela faça o som de determinado animal. Por exemplo: “Como a vaca faz? Mu!”;
  • ·       Sorrir e responder quando a criança fala ou aponta;
    Deixá-la virar as páginas do livro;
    Ler a mesma história várias vezes se ela quiser;
  • ·       Acrescentar mais palavras quando a criança apontar uma imagem. Por exemplo: “Menina. Essa menina é bonita”;
  • ·       Fazer outras perguntas sobre as figuras que ela apontar. Por exemplo: Cadê o cabelo da menina?”, “E o cabelo da mamãe?”, “E o seu cabelo?”;
  • ·       Nomear e demonstrar ações e emoções nas histórias. Por exemplo: “A menina está rindo”. E então rir;
  • ·       Levar sempre um livro quando sair com a criança e ler para acalmá-la ou distraí-la.

De 2 a 4 anos

Essa é a fase em que as crianças mais gostam de exercer a previsibilidade e, por isso, gostam que os pais leiam as mesmas histórias várias vezes. Também repetem palavras e frases e participam mais da leitura. Os pais podem:

  • Fazer perguntas sobre as imagens do livro para que a criança responda. Por exemplo: “O que é isto?”;
  • Ler livros que apresentem ações que já entendem como inusitadas. Como: “Os três lobinhos e o porco mau”, ou “O cachorro que faz miau”;
  • Valorizar todas as perguntas e comentários que a criança faz, pois são boas oportunidades para começar uma conversa;
  • Dar espaço para que ela faça comentários sobre alguma figura ou palavra;
  • Incentivar a contar sua história favorita, da sua própria maneira;
  • Levá-la a bibliotecas ou livrarias para escolher livros ou ouvir histórias;
  • Mostrar como as coisas que acontecem com os personagens são parecidas com algo que ela mesma já fez ou viu;
  • Falar sobre os sentimentos dos personagens e perguntar se ela já sentiu a mesma coisa;
  • Deixar que conte o que acontece em seguida ao ler histórias já conhecidas.

Algumas dicas na hora de escolher os livros

Para os bebês

Livros com barulhos ou mesmo de plásticos, como os de banho, despertam muito o interesse dos bebês. Outra opção são os livros de pano, que deixam o pequeno à vontade para manuseá-los. O importante é prestar atenção se ele pode ser levado à boca e se não apresenta pontas ou peças que possam se soltar.

De 1 a 2 anos

Livros com texturas são os mais recomendados para essa idade, pois o toque é fundamental nesse período. As ilustrações também podem ser observadas porque chamam bastante a atenção da criançada dessa faixa etária.

De 2 a 4 anos

Escolha livros repletos de figuras e ilustrações com enredos mais curtos e letras grandes. Livros cartonados com páginas grossas também são opções recomendadas porque facilitam o manuseio. Assim como os pop-ups e os com abas, que interagem com as crianças dessa idade. A princípio, seu filho poderá pedir que você conte a história. Mas, aos poucos vai descobrir como pode ser divertido “ler” do jeitinho dele.

De 5 a 7 anos

É comum a criança ter mais interesse por livros que apresentam figuras conhecidas como sol, árvores e flores com olhos e boca.

De 7 a 10 anos

Nessa fase, a criança passa a se sentir atraída por super-heróis, vilões, príncipes, princesas e, claro, bruxas. Portanto, aposte nesses temas sem medo. Como elas estão começando a ser alfabetizadas, prefira livros com letras grandes e de forma, facilitando o entendimento.

Alguns títulos que podem ajudar na fase de estimulação da fala ou em outras situações, como tirar a chupeta, o medo de algo e também outros títulos com aventuras gostosas de ler para os pequenos.

Confira:

1 – Sons da natureza –  Ciranda Cultural

O livro é de pano e tem um botão que quando aperta faz o som do passarinho, da chuva, do vento.

 

2 – Que som é esse? Fazenda – Yoyo Books

Livro cartonado com alguns animais da fazenda e com os sons que os bichos emitem.

 

Títulos para estimular a imaginação e ampliar o vocabulário

1 – Quando mamãe virou um monstro – Joanna Harrison (Brinque-book)

2 – O pinguim chamado Pinguim que tinha pé frio – Jorge Chaskelmann  (Amarilys)

3 – O Ratinho, o morango vermelho maduro e o grande urso esfomeado – Don e Audrey Wood (Brinque-book)

4 – O que tem dentro da sua fralda – Guido Van Genechten (Brinque-book)

As crianças interagem, se divertem e identificam-se com os personagens da história contribuindo para a interação e a estimulação da linguagem. Aproveite para fazer o som dos animais que são os personagens da história e nomeá-los.

5 – O Balde das chupetas – Bia Hetzel (Brinque-book)

Este livro possibilita a identificação da criança com o personagem da história contribuindo para a interação e a estimulação da linguagem e ainda incentiva largar a chupeta.

6 – Seu soninho, cadê você? – Virginie Guerin

Neste livro, as crianças matam a curiosidade e interagem com a história enquanto procuram pelo Seu Soninho com Jacó, abrindo janelas nas páginas, puxando setas e encontrando dobraduras que saltam para fora da folha.

7 – Vai embora grande monstro verde – Ed Emberley ( Brinque-book)

É um livro cheio de recortes que faz com que as crianças espantem seus monstros noturnos da imaginação.

8 – Maria vai com as outras – Sylvia Orthof (Ática)

A ovelha Maria ia sempre com as outras. Mas um dia ela resolveu trilhar seus próprios caminhos.

9 – Chapeuzinho Amarelo – Chico Buarque (José Olympio)

Chapeuzinho é uma bela menina que sofre de um mal terrível – sente medo do medo. Enfrentando o desconhecido, o lobo, ela supera medos, inseguranças e descobre a alegria de viver. Aqui o autor, com sensibilidade, constrói um texto em que a linguagem é um grande jogo. Favorece o aumento do vocabulário e permite o desenvolvimento da consciência fonológica.

 

Texto com rima que desenvolve a consciência fonológica

1 – Assim Assado – Eva Funari (Moderna)

As repetições no texto dão o tom da história e permite a brincadeira com as palavras estimulando o desenvolvimento da linguagem.

2 – A casa sonolenta – Audrey Wood (Ática)

Proporcionar novas experiências auditivas para a criança com sons e vozes é fundamental. Este livro favorece essa dinâmica. Aproveite para contar a história fazendo vozes diferentes para cada personagem.

3 – O sanduíche da Maricota – Avelino Guedes (Moderna)

4 – A vaca Mimosa e a mosca Zenilda – Sylvia Orthof (Ática)

 

Livros com figuras grandes e texto curto escrito em letra bastão

Indicado para crianças a partir de 3 anos. É ideal também para a fase da alfabetização porque usam palavras de estrutura simples em que a criança consegue ler quando ainda está aprendendo.

Coleção Gato e Rato – Ed. Ática

1 – A bota do bode – Mary Franca e Eliardo França (Ática)

2 – A boca do sapo – Mary Franca e Eliardo França (Ática)

 

Lendo, ouvindo, viajando pelos mais diversos universos imaginários, brincando, interagindo e aprendendo. É assim que também se aprende e desenvolve a linguagem e também é tão gostoso ficar juntinho dos nossos pequenos, não é mesmo? Então aproveite também as férias para ler com eles!

The post Dicas de leitura para ler com seus filhos nas férias appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
https://www.almanaquedospais.com.br/dicas-de-leitura-para-ler-com-seus-filhos-nas-ferias/feed/ 0
Dicas de brinquedos e brincadeiras para se divertir com toda família nas férias (por idade) https://www.almanaquedospais.com.br/dicas-de-brinquedos-e-brincadeiras-para-se-divertir-com-toda-familia-nas-ferias-por-idade/ https://www.almanaquedospais.com.br/dicas-de-brinquedos-e-brincadeiras-para-se-divertir-com-toda-familia-nas-ferias-por-idade/#respond Tue, 16 Jan 2018 13:00:58 +0000 https://www.almanaquedospais.com.br/?p=14474 Os brinquedos e brincadeiras além de divertir também ajudam a estimular a linguagem e as habilidades linguísticas nas crianças Brincadeira é para brincar. Os brinquedos e as brincadeiras, além de serem um meio de distração e de entretenimento para as crianças, também são importantes no processo de desenvolvimento cognitivo. É brincando que elas desenvolvem a …

The post Dicas de brinquedos e brincadeiras para se divertir com toda família nas férias (por idade) appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
Os brinquedos e brincadeiras além de divertir também ajudam a estimular a linguagem e as habilidades linguísticas nas crianças

brinquedos e brincadeiras
Foto: Reprodução Pinterest

Brincadeira é para brincar. Os brinquedos e as brincadeiras, além de serem um meio de distração e de entretenimento para as crianças, também são importantes no processo de desenvolvimento cognitivo. É brincando que elas desenvolvem a memória, a criatividade, o raciocínio e a solução de problemas.

São nas brincadeiras que as crianças se relacionam com o mundo e o brinquedo é o estimulador da curiosidade e da iniciativa, proporcionando uma divertida forma de desenvolvimento da linguagem, do pensamento e da atenção. Então, simplesmente se jogue, divirta-se e aproveite para programar diversões incríveis com a família nessas férias.

A fonoaudióloga Raquel Luzardo, especialista em linguagem e atendimento infantil, orientadora familiar e consultora escolar, dá algumas dicas de brinquedos e brincadeiras para cada faixa etária.

Brinquedos e Brincadeiras de 0 a 2 anos

Estimulando os sentidos – fala e audição

Antes de falar, as crianças ouvem. Então, apresentar novos sons aos bebês é uma excelente forma de estimular a audição e, posteriormente a fala.

Brincar com molho de chaves – balance as chaves próximo ao ouvido do bebê. “Altere um balançar bem baixinho e mais alto das chaves. Ofereça brinquedos leves para que possa colocar na boca, móbiles para tocar, chocalhos, bichinhos de borracha que produzem sons, brinquedos flutuantes para o banho, livrinhos de pano, grandes cubos para empilhar. Aproveitar o ar livre para atividades motoras é outra dica ótima para curtir com a criança”, sugere Raquel.

Entre 1 e 2 anos as crianças ainda vão se divertir com os brinquedos que já possuem, mas também vão gostar de explorar brinquedos novos.

Basquete – Faça bolas grandes usando papeis velhos e dê para a criança arremessar. Você pode fazer uma competição para ver quem consegue jogar a bola mais longe. Depois, quando ela se acostumar com a brincadeira, coloque um cesto ou caixa grande e peça para tentar acertar com a bola. Além de entretê-la por muito tempo, a brincadeira ajuda a desenvolver a força dos braços, a coordenação motora e a noção de espaço e distância.

Um para cada – ofereça uma pilha de objetos para a criança (podem ser bolinhas, peças de jogo, lápis ou giz de cera, por exemplo) e peça para que os distribua entre vocês dois igualmente, colocando na frente de um e do outro. Quando ela se habituar, coloque  uma pessoa a mais ou um boneco e peça para que a criança divida em três. Essa brincadeira aprimora o conceito de número e de quantidade, além de introduzir a ideia de compartilhar, a noção de igualdade e solidariedade.

Trilha – distribua no chão alguns tapetes pequenos ou peças de E.V.A como se estivessem formando uma trilha e combine com a criança que só é permitido andar por esse caminho. Para deixar a brincadeira mais divertida, finja que o chão é um lago e que vocês não podem cair nele. A atividade ajuda a desenvolver o equilíbrio, a noção de distância e espaço. Vale ressaltar que é importante testar antes o caminho para se certificar de que não há perigo de a criança escorregar.

Faça um picnic, visite parques e praças e aproveite para explorar a natureza.

No mundo da fantasia

Brinquedos e Brincadeiras de 3 a 6 anos

Nesta fase, os brinquedos vão ajudar a estimular, além da linguagem, o conhecimento, a coordenação motora e também a imaginação.

As crianças gostam de bonecas, casinhas, carrinhos, fantasias e tudo que estimule o faz de conta. É com essa idade que elas serão príncipes, princesas, super-heróis e vão adorar brincar de casinha, policial, mamãe e filhinha, e outros personagens. É vivendo esses papéis que elas entendem porque a mãe fica brava, elabora a raiva que sentiu quando o amiguinho pegou seu brinquedo, imita a professora, voa como o Super Homem, etc.

Crie seu próprio brinquedo – vale usar material reciclado, tecidos, espigas de milho e o que mais a imaginação permitir. Não esqueça de pedir ajuda aos mais velhos. Muitos avós tinham o costume de fazer seus próprios brinquedos.

Aprenda artes com papel – basta um jornal velho, bexigas, cola branca e um pincel para criar vários objetos usando a técnica da papietagem. Encha uma bexiga e cubra com várias camadas de papel picado coberto pela cola. Depois de seco, pode virar um vaso, uma luminária ou o que a imaginação inventar.

Foto: Reprodução Wikipedia

Monte peças teatrais – que tal montar uma releitura de uma peça que vocês assistiram juntos? Ou quem sabe criar uma nova história? Ou ainda sortear papeis em um envelope cheio de personagens (bruxa, criança, fada…) e deixar a peça rolar solta? Não se esqueçam de bolar figurinos e cenários. Uma apresentação para a família toda também pode ser uma grande estreia.

Hora do Jogo

Brinquedos e Brincadeiras para Crianças de 7 a 12 anos

Nesta idade, ser aceito pelos amigos é muito importante e o jogo corporal se evidencia nos esportes. A convivência se aprimora com os jogos de bolinhas de gude, brinquedos de montar, jogos de tabuleiro e de cartas que, além de incentivar a competição saudável, desenvolvem aspectos linguísticos e sociais. Mais velhas, as crianças desta faixa etária já podem brincar com jogos de regras e devem ser estimuladas a ler e fazer atividades que envolvam habilidades físicas.

Aproveite para ir a um parque andar de bicicleta, de patins ou patinete.

Faça uma árvore genealógica – rever as origens é ótimo para reviver a sua história. Faça uma árvore genealógica com nomes, fotos, figuras, desenhos e não esqueça de contar histórias e pedir ajuda dos mais velhos na família.

Brinquedos e Brincadeiras entre 9 e 12 anos

Os pré-adolescentes já estão em fase de definir seus gostos e interesses. Segundo Raquel, os pais já podem consultá-los sobre o gosto por coisas que os estimulem a raciocinar, a se mexer e usar a criatividade.

Algumas dicas de brincadeiras e passeios bem divertidos:

– Aproveite os fins de semana para ficar mais próximo das crianças e trocar experiências com elas, escolha atividades que consigam desenvolver juntos;

– Determine momentos ao ar livre para que possam usufruir das belezas da natureza. Na correria do dia a dia deixamos de contemplar o belo, então esse período torna-se perfeito para desenvolver esse olhar;

Foto: Reprodução Pinterest

– Em casa: 

acampamento diferente: vale montar a barraca no meio da sala ou improvisar com lençóis, cadeiras e almofadas;

piquenique maluco: que tal estender uma toalha no chão da sala e fazer um jantar diferente?

jogos diversos: de tabuleiro, pega varetas, dominó, memoria, damas;

uma caixa de papelão grande pode virar uma casinha ou um foguete. Use a imaginação!

caça ao tesouro: esconda as pistas pela casa;

corrida de aviões de papel: vale decorar os aviões com canetinha ou usar as folhas de uma revista velha;

memória de objetos: selecione alguns objetos e peça para a criança observar por alguns segundos. Depois esconda um e ela tem que descobrir qual objeto está faltando;

troca-troca de lugar: observar por um minuto um dos cômodos da casa – a sala por exemplo – e depois sair. Mudar algo de lugar (ex: colocar na estante o vaso que estava na mesa). Voltar para o cômodo e tentar adivinhar o que foi mudado de lugar;

batata quente com o celular: passar o celular de mão em mão com o timer ligado. Aquele que for fotografado, perde;

barquinhos de papel: vale colocar os barquinhos para flutuar no balde com água ou banheira;

fui para a lua e levei… : pode ser brinquedos, alimentos, peças de roupas, animais, qualquer categoria. O primeiro diz: “Fui para a lua e levei uma maçã.” O outro diz: “Fui para a lua e levei uma maçã e uma banana”. E assim sucessivamente, sempre acrescentando um item. Quando alguém errar a ordem ou esquecer de alguma coisa começa tudo outra vez com outra categoria;

qual é a música: falar uma palavra e tem que cantar uma música que tenha aquela palavra na letra. Use o repertório da criança;

– Prepare delícias na cozinha, peça ajuda para os preparos de receitas especiais como bolos, bolachas, pãezinhos e lanches. Aproveite para falar da importância dos alimentos e de se alimentar de forma saudável;

Visite amigos, primos e familiares e aproveite para estimular o desenvolvimento das relações interpessoais das crianças, o saber falar e não impor as ideias e o saber ouvir.

As brincadeiras, além de animar, aproximam a família, contribuem para o fortalecimento das relações saudáveis e são excelentes para desenvolver a autoconfiança e autoestima nas crianças. Afinal, férias é momento de brincar.

The post Dicas de brinquedos e brincadeiras para se divertir com toda família nas férias (por idade) appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
https://www.almanaquedospais.com.br/dicas-de-brinquedos-e-brincadeiras-para-se-divertir-com-toda-familia-nas-ferias-por-idade/feed/ 0
Lei da cadeirinha para carro em Orlando e em toda Flórida EUA https://www.almanaquedospais.com.br/lei-da-cadeirinha-para-carro-em-orlando-e-em-toda-florida-eua/ https://www.almanaquedospais.com.br/lei-da-cadeirinha-para-carro-em-orlando-e-em-toda-florida-eua/#comments Mon, 23 Oct 2017 13:32:43 +0000 https://www.almanaquedospais.com.br/?p=14429 Confira as regras e a lei da cadeirinha para carro em Orlando para crianças de 0 a 6 anos ou até 1,45m de altura e as regras da cadeirinha para Uber e Taxi.

The post Lei da cadeirinha para carro em Orlando e em toda Flórida EUA appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
Sou uma apaixonada por Orlando e por tudo que envolve aquele lugar, especialmente após o nascimento dos meus filhos que amam especialmente os parques da Disney e Universal. Mas antes de alugar o carro e sair passeando, é preciso conhecer as regras e lei da cadeirinha para carro em Orlando e em toda a Flórida já que a lei é estadual, ou seja, se você vai passar por outros estados, vale pesquisar se há alteração nas regras.

E se vamos a terra do tio Sam, temos que lembrar que é uma excelente oportunidade para passear com aquele carro dos sonhos, e as facilidades de ter um carro em Orlando, onde se tem um dos aluguéis mais baratos dos EUA, não devem ser ignoradas.

cadeirinha para carro em orlando
Foto: Reprodução Cloud of Goods

Lei da cadeirinha para carro em Orlando e em toda Flórida EUA

Assim como nos Brasil, nos EUA a cadeirinha adequada também varia de acordo com idade, mais precisamente com o peso e altura da criança. Então vamos às regras do uso de cadeirinha em Orlando:

  • Todas as crianças de 0 a 5 anos devem usar cadeirinhas apropriadas (vide lista abaixo).
  • Todas as crianças até 12 anos de idade devem andar no banco de trás com o cinto de segurança afivelado corretamente;
  • A cadeirinha infantil ideal é aquela que se adapta às necessidades do seu filho, ou seja, se o seu filho tem mais de 5 anos e o cinto de segurança não fica bem posicionado, ele deverá usar o acento de elevação (booster).

Crianças de 0 a 3 anos

Uso obrigatório da cadeirinha. Como a lei especifica que deve ser usada a cadeirinha que melhor se adapta à criança, sugiro o uso do bebê conforto para bebês de 0 a 1 ano, virado para o lado por porta-malas.

Crianças de 4 a 5 anos

Uso obrigatório de cadeirinha ou booster (assento de elevação) com o cinto de segurança adequadamente afivelado.

Larissa, com 4 anos, com o booster. A elevação é necessária para que o cinto de segurança fique no ombro e não no pescoço da criança.

Alguns veículos já possuem boosters integrados, então certifique-se com a locadora para que você não precise se preocupar com locação ou compra de assentos de elevação. Alguns modelos de veículos que podem oferecer o booster integrado: Volvo XC60, Grand Caravan, Dodge Caravan e Dodge Jouney.

Atenção: com 5 anos ainda precisa usar a cadeirinha ou assento de elevação (booster).

cadeirinha para carro em orlando
Lucas com 6 anos, Dindinha Anete e Larissa com 4 anos.
Lucas e Lari com booster (assento de elevação).

Crianças acima de 6 anos e com até 1,45m de altura (cerca de 12 anos)

Crianças acima de 6 anos e com menos de 1,45m de altura devem usar o acento de elevação (booster) para sua própria segurança.

Com 1,46m de altura a criança já possui tamanho adequado para utilizar o cinto de segurança com segurança, ou seja, o cinto já fica na altura do ombro e não do pescoço da criança.

Preciso de cadeirinha ou booster em taxi ou Uber?

A lei não cita sobre o uso de cadeirinhas ou booster para crianças de 0 a 3 anos, apenas cita que crianças entre 4 e 5 anos que estão sendo transportadas por um motorista que não é membro da família (motorista de taxi, uber, ônibus…) deve estar usando o cinto de segurança.

Como a lei deixa margem para diferentes interpretações, minha recomendação é a de usar a cadeirinha sempre que possível.

Vale a pena alugar cadeirinha na locadora de carros?

Geralmente o valor da diária é o mesmo valor da compra de uma cadeirinha no supermercado (a diária nas locadoras fica entre U$17,00 e U$25,00, então faça as contas de quanto sairá por todos os dias da locação), por esta razão minha dica é a seguinte:

Compre uma cadeirinha ou booster e você ainda pode trazer para o Brasil se couber em sua franquia de bagagem (consulte sua companhia aérea sobre as regras), já que há supermercados próximo ao aeroporto. Mas se você for chegar no período noturno no aeroporto de Orlando, compensa alugar a cadeirinha por 1 dia na locadora, comprar uma nova no dia seguinte e passar na locadora para devolver a cadeirinha alugada.

Eu comprei online no Walmart 2 dias antes da minha viagem já que eu já sabia qual modelo eu queria trazer para o Brasil e não quis arriscar comprar na hora e não ter o modelo que eu queria. Como no Walmart o horário de funcionamento da retirada na própria loja é até 20:00hrs, escolhemos retirar no supermercado mais próximo da casa que alugamos. Pela manhã buscamos as cadeirinhas e passamos na locadora para devolver as cadeirinhas alugadas.

 

Confira a lei na íntegra: http://flsenate.gov/Laws/Statutes/2017/316.613

Quer mais dicas para ir à Disney?

Agora, se você quer saber muito mais e ficar por dentro de tudo que rola na Disney: dicas, hospedagem, atrações, promoções e participar de uma comunidade incrível com muitos disneymaníacos, minha dica é que você conheça o Eu Amo Disney!

Você encontra a turma do Eu Amo Disney também nas redes sociais:

Instagram: EuAmoaDisney
Facebook: EuAmoaDisney
YouTube: EuAmoaDisney

Beijooos

 

Você também vai gostar de ler:

Até que idade preciso de carrinho de bebê na Disney Orlando
Qual a melhor idade para ir à Disney
Disney com crianças – o que levar aos parques?
Disney com bebê – Espaços para cuidar e alimentar o bebê

 

The post Lei da cadeirinha para carro em Orlando e em toda Flórida EUA appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
https://www.almanaquedospais.com.br/lei-da-cadeirinha-para-carro-em-orlando-e-em-toda-florida-eua/feed/ 1
Parque da Mônica, um passeio imperdível o ano todo! https://www.almanaquedospais.com.br/parque-da-monica-um-passeio-imperdivel-o-ano-todo/ https://www.almanaquedospais.com.br/parque-da-monica-um-passeio-imperdivel-o-ano-todo/#respond Tue, 03 Oct 2017 11:00:40 +0000 https://www.almanaquedospais.com.br/?p=14396 Não é segredo para ninguém que eu sou fã da minha xará e de toda a Turma da Mônica. Eu já conhecia o Parque da Mônica mas já fazia mais de ano que não o visitava. Com a chegada a primavera, novos shows e atividades, cedi aos pedidos das crianças e fomos curtir, em família, …

The post Parque da Mônica, um passeio imperdível o ano todo! appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
Não é segredo para ninguém que eu sou fã da minha xará e de toda a Turma da Mônica. Eu já conhecia o Parque da Mônica mas já fazia mais de ano que não o visitava. Com a chegada a primavera, novos shows e atividades, cedi aos pedidos das crianças e fomos curtir, em família, o sempre animado Parque da Mônica.

parque da monica 2017

Confesso que uma das coisas que mais amo é por ele ser dentro de um shopping ( o SP Market, na capital de São Paulo), todo coberto e com temperatura controlada, ou seja, não precisa ficar checando previsão do tempo para se programar, faça sol, chuva, calor ou frio, o clima lá no Parque da Mônica é sempre perfeito para se molhar no Splash ou desbravar o Brinquedão do Chico Bento.

Primavera no Parque da Mônica

Para celebrar a chegada da primavera, as crianças pintaram vasinhos e plantaram girassóis, que trouxemos para nossa casa. Uma das atividades que as crianças mais gostaram já que meus dois amam desenhar e pintar.

Desta vez foi difícil escolher a atração preferida.

Fomos cinco vezes na Montanha-Russa do Astronauta, várias sessões no Ce-Bolinhas, Horacic-Park (Splash), Trombada do Louco (carrinho bate-bate), Roda Gigante da Turma, Carrossel da Mata….

Brincamos tanto que a Larissa ficou até com bolha no pé

As crianças brincaram tanto que fez até bolha no pé da Larissa, acredita? Ainda bem que o Parque da Mônica conta com um posto de atendimento. A enfermeira higienizou e fez um curativo com todo carinho para que a Lari pudesse continuar a brincar, correr, pular e se divertir. E funcionou porque ficamos até o Parque fechar e o curativo estava lá, firme e forte!

Musical Monica Azul

Mas claro que o ponto alto é sempre o show da turminha. O musical desta temporada é o Mônica Azul, que passa uma mensagem incrível sobre respeitar as diferenças. As músicas são incríveis (quem visitou o Parque recentemente ou acompanhou no Stories do meu Instagram já sabe).

Por falar em diferenças…..

E, como o assunto do musical é a conscientização em torno da diversidade, preciso te contar uma coisa!

Você sabia que pessoas com necessidades especiais não pagam ingressos e não pegam fila lá no Parque da Mônica?

Para ter direito a este benefício, o responsável precisa ir ao SAV (Serviço de Atendimento ao Visitante) com o portador de necessidades especiais. Lá você fica sabendo todas as informações do atendimento especial, quem pode se cadastrar como acompanhante e como proceder para evitar as filas e até para tirar fotos com os personagens.

Quem explica melhor este benefício para pessoas com necessidades é a Erika, mãe do Davi e da Eva, lá no blog Mundo Moleke e Moleka.

Esse carinho todo com os visitantes deixa o Parque da Mônica ainda mais gostoso, especial e com um espaço ainda maior em meu coração e agenda, porque é claro que queremos voltar!

Informações sobre o Parque da Mônica

Localização do Parque da Mônica:
Shopping SP Market – Av. das Nações Unidas 22.540 – São Paulo – SP
Funcionamento: de acordo com o calendário disponível no site do parque (www.parquedamonica.com.br/calendario).

Passaportes (valores em setembro de 2017):

Individual meia-entrada: R$ 77,00
Pacote para duas pessoas: R$ 198,00
Pacote para três pessoas: R$ 294,00
Pacote para quatro pessoas: R$ 388,00
Pacote para cinco pessoas: R$ 480,00
Individual inteira: R$154,00
Gestantes: R$ 40,00
Idosos e Acompanhantes de pessoas com deficiência pagam meia-entrada: R$77,00
Pessoas com deficiência isentas de pagamento
Crianças até 12 anos pagam meia-entrada: R$77,00

Pacote para excursões: excursao@parquedamonica.com.br.
Estacionamento no local (área externa do shopping) – pago à parte.
Facebook: parquedamonica
Instagram: @parquedamonica
Site: www.parquedamonica.com.br

 

The post Parque da Mônica, um passeio imperdível o ano todo! appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
https://www.almanaquedospais.com.br/parque-da-monica-um-passeio-imperdivel-o-ano-todo/feed/ 0
Oportunidade para mãe com filho entre 4 e 12 anos: Pesquisa remunerada https://www.almanaquedospais.com.br/oportunidade-para-mae-com-filho-entre-4-e-12-anos-pesquisa-remunerada/ https://www.almanaquedospais.com.br/oportunidade-para-mae-com-filho-entre-4-e-12-anos-pesquisa-remunerada/#respond Thu, 06 Jul 2017 23:01:17 +0000 https://www.almanaquedospais.com.br/?p=14264 Vocês pediram e nós voltamos com mais uma pesquisa remunerada – recompensa em dinheiro! Desta vez nossa meta é achar mães com filhos entre 4 e 12 anos para entender um pouco melhor sobre a alimentação das crianças. Abaixo vou listar algumas informações importantes para o perfil de mãe que estamos buscando e também sobre …

The post Oportunidade para mãe com filho entre 4 e 12 anos: Pesquisa remunerada appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
Vocês pediram e nós voltamos com mais uma pesquisa remunerada – recompensa em dinheiro!

pesquisa remunerada

Desta vez nossa meta é achar mães com filhos entre 4 e 12 anos para entender um pouco melhor sobre a alimentação das crianças.

Abaixo vou listar algumas informações importantes para o perfil de mãe que estamos buscando e também sobre a pesquisa.

Qual o perfil de mãe que buscamos:

-Mães com filho(s) entre 4 e 12 anos e que morem em São Paulo (capital), Rio de Janeiro (capital) ou Salvador.

*Atenção, somente mães com o perfil acima poderão receber as recompensas.

Objetivo da pesquisa

Entender o que compõe a alimentação das crianças, como é feita a escolha dos alimentos das refeições, a influência da criança na decisão e alimentos/marcas preferidos.

Duração da pesquisa

O tempo médio para conclusão da pesquisa é de 25 a 30 minutos

Como deve ser respondida a pesquisa

A maior parte das respostas é de múltipla escolha, porém existem 5 questões abertas (tipo de questão que você escreverá a resposta) e alguns momentos para colocar foto das lancheiras.

Qual a recompensa da pesquisa remunerada

Agora sim, vamos falar sobre o que você ganha:

Se você mora em São Paulo (capital), Rio de Janeiro (capital) ou Salvador e responder direitinho todas as perguntas da primeira fase, você receberá R$30,00 em sua conta bancária ou crédito em seu celular (você escolhe).

Agora a parte mais legal! Algumas mães serão selecionadas para responder uma segunda fase da pesquisa mais aprofundada do tema e podem receber uma nova recompensa em dinheiro após a conclusão desta segunda fase.

Até quando posso responder à pesquisa?

O nosso tempo é curto, então corre porque a pesquisa só estará disponível até dia 11 de julho de 2017! Então corre e clica no botão abaixo para responder agora mesmo.

Clique aqui para responder a pesquisa remunerada

The post Oportunidade para mãe com filho entre 4 e 12 anos: Pesquisa remunerada appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
https://www.almanaquedospais.com.br/oportunidade-para-mae-com-filho-entre-4-e-12-anos-pesquisa-remunerada/feed/ 0
Dicas para não perder seu carrinho de bebê na Disney https://www.almanaquedospais.com.br/dicas-para-nao-perder-seu-carrinho-de-bebe-na-disney/ https://www.almanaquedospais.com.br/dicas-para-nao-perder-seu-carrinho-de-bebe-na-disney/#respond Fri, 16 Jun 2017 18:26:19 +0000 https://www.almanaquedospais.com.br/?p=14230 Na quarta-feira, dia 14/06/2017, participei de um bate papo ao vivo com o pessoal do melhor grupo brasileiro sobre Disney, o Eu Amo a Disney (clique aqui para assistir no Facebook). Um assunto que bombou foi sobre as dicas para não perder seu carrinho de bebê na Disney. É comum o roubo ou perda do carrinho …

The post Dicas para não perder seu carrinho de bebê na Disney appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
Na quarta-feira, dia 14/06/2017, participei de um bate papo ao vivo com o pessoal do melhor grupo brasileiro sobre Disney, o Eu Amo a Disney (clique aqui para assistir no Facebook). Um assunto que bombou foi sobre as dicas para não perder seu carrinho de bebê na Disney.

É comum o roubo ou perda do carrinho de bebê na Disney?

Na verdade não é nada comum o furto, mas existem muitos relatos sobre perda de carrinho de bebê, e uma das razões mais comuns é a de estacionar o carrinho para ir à alguma atração e, quando retorna, o carrinho não está mais lá. Isto acontece porque funcionários do parque ficam constantemente organizando os carrinhos para que os Stroller Parkings não fiquem intransitáveis, e organizar significa mudar os carrinhos de lugar.

Você encontra facilmente mais de 100 carrinhos estacionados ao mesmo tempo em um Stroller Parking, ou seja, constantemente estão saindo e chegando carrinhos de bebê que precisam ser organizados para não ficarem espalhados por todo parque.

Foto: reprodução www.themeparktourist.com

E se você estaciona o carrinho em local não apropriado, os funcionários o levam para o Stroller Parking mais próximo.

Um outro fator que contribui para esta confusão é que muitas pessoas compram seus carrinhos lá em Orlando, e como muitos modelos são parecidos ou mesmo iguais, acontece de levar um carrinho que não é o seu por engano. Ao se dar conta as pessoas geralmente devolvem o carrinho onde encontraram, mas pode passar horas até que isto aconteça.

Personalize para evitar perder meu carrinho de bebê na Disney?

Personalizar o carrinho de bebê é o grande segredo! Ao personalizá-lo você evita que uma pessoa o pegue por engano e fica muito fácil identificar caso ele esteja em outro local.

As dicas mais eficientes para personalização dos carrinhos são:

1) Amarre uma bola de bexiga

Você pode comprar uma bexiga logo na entrada dos parques e amarrar em seu carrinho, assim fica fácil achá-lo em qualquer Stroller Parking, mesmo naquele mega congestionado do Fastasmic.

Claro que sua bexiga não será a única, mas você vai diminuir muuuuito sua procura já que poucas pessoas usam essa técnica e com certeza pouquíssimas bexigas serão da mesma cor que a sua.

2) Coloque uma plaquinha de identificação

Além de super fofas, as plaquinhas devem conter o nome e telefone do proprietário. Dá uma olhadinha que fofa a plaquinha que usei em 2017, e você pode amarrar com um fitilho.

Vou deixar aqui alguns modelos de plaquinhas para carrinho de bebê para você baixar. Clique na imagem para ampliar e salve em seu computador. Depois é só abrir um editor de imagem e escrever o nome da sua família, se preferir pode escrever com uma caneta permanente.

Ahhh, e não esquece de plastificar, assim você não perde a sua plaquinha se chover!

3) Não deixe objetos de valor à vista

Prevenir é sempre melhor do que remediar, já diziam nossos avós, neh? Então não deixe objetos de valor no carrinho e nem bolsas em cima dos assentos. Utilize os cestos ou então coloque uma correntinha de bicicleta prendendo as alças das bolsas ao carrinho.

4) Sempre utilize as capas de chuva

As capinhas de chuva de carrinhos (stroller cover) são super úteis não só para proteger da chuva, mas também os seus objetos que estão no carrinho.

E mesmo com aquele céu lindo de Orlando o tempo pode virar em minutos e você nem perceber porque estava em uma atração ou fila. Então sempre coloque a capinha de chuva, combinado?

 

Desejo à você uma excelente viagem, com muita magia, diversão e lindas histórias para contar!

Beijooos

 

Quer mais dicas para ir à Disney?

Agora, se você quer saber muito mais e ficar por dentro de tudo que rola na Disney: dicas, hospedagem, atrações, promoções e participar de uma comunidade incrível com muitos disneymaníacos, minha dica é que você conheça o Eu Amo Disney!

Você encontra a turma do Eu Amo Disney também nas redes sociais:

Instagram: EuAmoaDisney
Facebook: EuAmoaDisney
YouTube: EuAmoaDisney

Beijos

Você também vai gostar de ler:

Disney com bebê – Espaços para cuidar e alimentar o bebê
Até que idade preciso de carrinho de bebê na Disney Orlando
Disney com crianças: Pode levar comida e bebida aos parques?
É seguro deixar o carrinho de bebê estacionado nos parques da Disney?

The post Dicas para não perder seu carrinho de bebê na Disney appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
https://www.almanaquedospais.com.br/dicas-para-nao-perder-seu-carrinho-de-bebe-na-disney/feed/ 0
É seguro deixar o carrinho de bebê estacionado nos parques da Disney? https://www.almanaquedospais.com.br/e-seguro-deixar-o-carrinho-de-bebe-estacionado-nos-parques-da-disney/ https://www.almanaquedospais.com.br/e-seguro-deixar-o-carrinho-de-bebe-estacionado-nos-parques-da-disney/#comments Wed, 07 Jun 2017 11:00:01 +0000 http://www.almanaquedospais.com.br/?p=10162 Saiba como deixar o carrinho de bebê estacionado nos parques da Disney (Stroller Parking) e evitar furtos dos carrinhos ou bolsas deixadas neles.

The post É seguro deixar o carrinho de bebê estacionado nos parques da Disney? appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
Li muitas histórias sobre roubo de carrinho e artigos enquanto o carrinho de bebê estava estacionado nos parques da Disney. Pesquisei em muitos sites brasileiros e norte-americanos enquanto programava minha viagem e descobri que pode acontecer sim furtos, mas são menos comuns do que imaginei.

Como muitas pessoas utilizam carrinhos de bebê na Disney, não só para bebês, mas para crianças até uns 6 anos de idade, a quantidade de carrinhos por lá é incrível. Para amenizar a bagunça, os parques possuem diversos estacionamentos para os carrinhos de bebê que ficam em locais estratégicos, próximos às atrações. São chamados de Stroller Parking (estacionamento de carrinho).

Foto: reprodução www.themeparktourist.com
Foto: reprodução www.themeparktourist.com

Todos os estacionamentos são identificados com placas como a da foto acima e alguns são tão grandes que você verá, tranquilamente, muito mais de 100 carrinhos estacionados. Com tantos carrinhos chegando e saindo as confusões são quase que inevitáveis.

Foto: reprodução www.themeparktourist.com
Foto: reprodução www.themeparktourist.com

Para diminuir a bagunça, funcionários do parque ficam constantemente remanejando os carrinhos de lugar, ou seja, raramente você encontrará o carrinho no mesmo local que deixou e precisará sair andando pelos estacionamentos procurando.

As principais razões para carrinhos desaparecidos são:

– Como é comum encontrar mais de 100 carrinhos estacionados ao mesmo tempo, funcionários do parque ficam constantemente organizando a bagunça, então o carrinho acaba sendo levado para o outro lado do estacionamento e o dono acredita ter sido roubado enquanto, na verdade, o carrinho está em outro local;

– Muitas pessoas alugam ou compram carrinho de bebê durante a viagem, e como muitos carrinhos são iguais acabam pegando o carrinho de outra família por engano. Quando percebem o erro alguns simplesmente abandonam o carrinho em outro lugar do parque, ou levam de volta ao estacionamento em que houve a troca, mas até isso acontecer o verdadeiro dono do carrinho já saiu do estacionamento acreditando que foi roubado;

– Há sim bastantes relatos de roubo de itens que estavam no carrinho, então nunca deixe artigos de valor e documentos nos carrinhos.

Dica para evitar furto de bolsas e perda do carrinho:

Como eu e meu marido não fazemos parte do time mais otimista, achamos por bem precaver e, acreditem, fizemos TUDO que está na lista abaixo:

Personalize seu carrinho! Coloque plaquinha com nome, bexiga de hélio pendurada, fitas coloridas, vale tudo para identificar de longe que o carrinho é seu e evitar enganos;

Se o carrinho for seu, faça uma marquinha escondida! A marquinha serve para o caso de alguém duvidar que seja o seu carrinho, essa marquinha só você conhecerá. Pode ser com esmalte, um risquinho com objeto pontiagudo, um adesivo (que não descole com a chuva)…

Coloque corrente nas rodas! Os funcionários pedem para que você não amarre o carrinho às grades para não dificultar o remanejamento, então compramos cadeado de bicicleta e amarrávamos somente 1 das rodas ao eixo do próprio carrinho de bebê;

Coloque a capa de chuva ao estacionar! E deixe todos os seus artigos e bolsas que quer deixar no carrinho embaixo da capa.

Passe uma corrente nas bolsas que for deixar no carrinho! Compramos uma corrente (dessas de bicicleta com senha) extra e amarramos as alças das bolsas (modelo maternidade) no carrinho. Nas bolsas não havia nada de muito valor, dinheiro ou documentos, somente troca de roupa, bebidas e comidinhas.

Com todos esses cuidados não tivemos problema algum, até porque o carrinho estava com tanta identificação, cadeado e cores que até mal intencionados deviam ficar com medo do trabalho que teriam para pegar alguma coisa nele, ou com vergonha de chegar perto, hahaha.

Olha nosso carrinho na foto abaixo, muita água, fitas e até uma placa de identificação!

Stroller-Licence-placa-de-identificacao-carrinho-de-bebe

Personalize seu carrinho – Placa de carrinho:

Mais uma dica que pegamos durante nosso planejamento foi a placa de identificação. Os carrinhos alugados na Disney possuem essa identificação por serem todos iguais, e como não tínhamos ideia de quantos carrinhos do mesmo modelo encontraríamos por lá, achamos por bem fazer mais essa identificação.

Clique nas imagens abaixo para ampliar e baixar o modelo de “Stroller licence” com a silhueta do castelo ou do Mickey Mouse, ou seja, plaquinha para colocar no carrinho de bebê. Escreva o nome ou sobrenome da família e pendure no carrinho.

castlesilhouetteblankmickeyblank

Para garantir eu mandei plastificar a placa, assim nenhuma chuva destruiria a identificação.

Quer mais dicas para ir à Disney?

Agora, se você quer saber muito mais e ficar por dentro de tudo que rola na Disney: dicas, hospedagem, atrações, promoções e participar de uma comunidade incrível com muitos disneymaníacos, minha dica é que você conheça o Eu Amo Disney!

Você encontra a turma do Eu Amo Disney também nas redes sociais:

Instagram: EuAmoaDisney
Facebook: EuAmoaDisney
YouTube: EuAmoaDisney

Beijos

Você também vai gostar de ler:

Disney com bebê – Espaços para cuidar e alimentar o bebê
Até que idade preciso de carrinho de bebê na Disney Orlando
Disney com crianças: Pode levar comida e bebida aos parques?
É seguro deixar o carrinho de bebê estacionado nos parques da Disney?


Conteúdo publicado originalmente em 09/03/2015 e atualizado em 07/06/2017

The post É seguro deixar o carrinho de bebê estacionado nos parques da Disney? appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
https://www.almanaquedospais.com.br/e-seguro-deixar-o-carrinho-de-bebe-estacionado-nos-parques-da-disney/feed/ 3
Até que idade preciso de carrinho de bebê na Disney Orlando https://www.almanaquedospais.com.br/ate-que-idade-preciso-de-carrinho-de-bebe-na-disney-orlando/ https://www.almanaquedospais.com.br/ate-que-idade-preciso-de-carrinho-de-bebe-na-disney-orlando/#comments Wed, 07 Jun 2017 10:00:53 +0000 http://www.almanaquedospais.com.br/?p=10114 Saiba até que idade é preciso de carrinho de bebê na Disney Orlando e as dicas para escolha do carrinho, quando comprar, alugar e levar.

The post Até que idade preciso de carrinho de bebê na Disney Orlando appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
Os parques da Disney são enormes e a caminhada diária gira em torno de 5km por dia, ou seja, uma maratona e tanto para crianças, mesmo para as mais crescidinhas e que não usam carrinhos de bebê já há um bom tempo, mas afinal, até que idade preciso de carrinho de bebê na Disney?

Arrisco afirmar que até 6 anos o carrinho é quase um item obrigatório – mentira, não é quase obrigatório, é completamente obrigatório kkkk! Se você não tem um aqui no Brasil, você pode comprar por lá um modelo mais baratinho (cerca de U$15,00) que não reclina, porém se você acredita que um cochilo será necessário no decorrer do dia, é melhor optar por algum reclinável para o soninho ter mais qualidade e o bom humor renovado!

O carrinho de bebê também é um ótimo aliado para seu filho dar uma pausa na correria e tomar um suquinho, leite ou mesmo um lanchinho, enquanto você continua sua caminhada pelo parque atrás de alguma atração, foto com personagem, ou mesmo durante as compras nos Outlets. E não se esqueça de utilizar o cinto de segurança, são tantas distrações que seu filho pode simplesmente sair correndo do carrinho, mesmo com o carrinho em movimento.

Larissa em seu momento relax no carrinho de bebê.
Larissa em seu momento relax no carrinho de bebê.

Não tenho como deixar de citar outro benefício do carrinho de bebê: os ombros livres! Pegamos dias quentes em Orlando, e poder deixar bolsas, mochilas e garrafas térmicas nas cestinhas do carrinho foi um alívio! Nossas bolsas tinham bebidas, comidinhas, trocas de roupa (e fralda), e como estávamos em 5 adultos e 2 crianças, se juntar tudo, pesavam um bocado.

Como as Companhias Aéreas encaram os carrinhos de bebê

Pela norma das Companhias Aéreas, bebês com até 2 anos de idade, além de não pagarem a passagem se viajarem no colo de um adulto, também têm direito a levar sem custo um carrinho de bebê (ou cadeirinha de carro). Nesses casos você poderá utilizar o carrinho até o momento do embarque e, então, um comissário de bordo guardará o item para você até a hora do desembarque.

Agora, se seu filho tem mais de 2 anos completos, a CIA Aérea pode exigir que você despache o carrinho, nesse caso ele será contado como bagagem e será contado na sua cota de bagagens.

*Atualização: Viajei pela LATAM em abril de 2017 com meus filhos com 6 e 4 anos e pude levar o carrinho de gêmeos até o embarque e depois me entregaram na saída da aeronave sem que o carrinho entrasse na cota de bagagens. Entre em contato com a cia aérea e verifique se o carrinho entrará na cota.

Com duas crianças dá para dividir ou precisa de carrinho de gêmeos?

Para o meu caso nem tive dúvidas, com uma criança com quase 2 anos e uma com 3 aninhos, com certeza o carrinho de gêmeos era a melhor opção! Para garantir o modelo que eu escolhi comprei uma semana antes no site do Walmart e pedi para retirar na loja (uma boa dica para quem for ficar em casa alugada ou para se livrar da cobrança de entrega do hotel).

Papai Flavio, Lucas e Larissa no carrinho de gêmeos no Epcot, um dos parques da Disney Orlando. Leitinho, sombra, descanso e passeio ao mesmo tempo!
Papai Flavio, Lucas e Larissa no carrinho de gêmeos no Epcot, um dos parques da Disney Orlando. Leitinho, sombra, descanso e passeio ao mesmo tempo!

Vi por lá muitas crianças no colo enquanto outra estava no carrinho, e, acreditem, vi uma criança dormindo em cima da outra. O cansaço dos pequenos é enorme, e eu continuo acreditando que a qualidade do sono deve ser boa para renovar o bom humor e a diversão durar mais.

Outra vantagem do carrinho de gêmeos para nós é que somente 1 adulto precisava levar o carrinho, enquanto o outro estava com mãos livres para olhar o celular (os aplicativos da Disney para andar pelo parque e gerenciar os fast-pass são indispensáveis), entrar em alguma loja ou fila.

Levar carrinho daqui, comprar carrinho em Orlando ou alugar?

A resposta vai depender da sua análise sobre a Cia Aérea, vou explicar melhor as 3 situações:

Levar carrinho daqui:

Se você tem um carrinho aqui no Brasil, lembre-se que, se o seu filho tem mais de 2 anos, o carrinho estará na sua cota de bagagens, e cada bagagem é cobrada (muito bem cobrada). Então você pode levar um carrinho daqui (velhinho) e deixar no hotel – eles recolhem os objetos esquecidos ou deixados e, se não for reclamado em “x” dias ele é doado – ou então traz o carrinho de volta caso não se importe de pagar a cota extra ou não vá consumir toda sua cota de bagagens com as inevitáveis comprinhas nos Outlets.

Comprar carrinho em Orlando

Essa, geralmente, é a mais utilizada, afinal você consegue encontrar carrinho bem mais baratos que no Brasil.

Se a sua intenção é voltar com o carrinho para o Brasil, não se esqueça da cota de bagagens, tem que valer muito a pena para extrapolar a cota, não é mesmo? Ou então esteja certo de que não atingirá a cota para sua volta.

A opção que, acredito, seja a mais adotada, é comprar um carrinho baratinho no Walmart ou Target e deixar no hotel. Você encontra carrinhos de U$15,00!

Alugar carrinho de bebê

Acredito que essa seja a opção mais cara. O aluguel de carrinhos na Disney por 1 dia custa quase U$15,00 o single e U$31,00 o duplo, ou seja, vale muito mais um carrinho simples do Walmart que você pode utilizar durante toda sua viagem (inclusive fora dos parques, afinal você não deixará de visitar os Outlets durante sua viagem, certo?)

Outra desvantagem é que os carrinhos das Disney são de plástico rígido feitos para aguentar chuvas e trovoadas, porém nada confortáveis.

Precisa de capa de chuva para carrinho de bebê?

Essa é fácil! SIM!!!

Mesmo para quem acredita que consegue se abrigar quando a chuva começar, o dia pode estar lindo, sem nenhuma nuvem no céu. Então você entra na fila de uma atração e quando volta percebe o chão todo molhado e seu carrinho ensopado! Essas chuvas são muito comuns em Orlando e, acredite, é melhor estar prevenido do que com o carrinho ensopado. Sempre coloque a capa de chuva em seu carrinho quando estacionar pelo parque.

 

Quer mais dicas para ir à Disney?

Agora, se você quer saber muito mais e ficar por dentro de tudo que rola na Disney: dicas, hospedagem, atrações, promoções e participar de uma comunidade incrível com muitos disneymaníacos, minha dica é que você conheça o Eu Amo Disney!

Você encontra a turma do Eu Amo Disney também nas redes sociais:

Instagram: EuAmoaDisney
Facebook: EuAmoaDisney
YouTube: EuAmoaDisney

Beijos e até logo!

Você também vai gostar de ler:

Disney com bebê – Espaços para cuidar e alimentar o bebê
Até que idade preciso de carrinho de bebê na Disney Orlando
Disney com crianças: Pode levar comida e bebida aos parques?
É seguro deixar o carrinho de bebê estacionado nos parques da Disney?


Conteúdo publicado originalmente em 23/02/2015 e atualizado em 07/06/2017

The post Até que idade preciso de carrinho de bebê na Disney Orlando appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
https://www.almanaquedospais.com.br/ate-que-idade-preciso-de-carrinho-de-bebe-na-disney-orlando/feed/ 3
Disney com crianças – o que levar aos parques? https://www.almanaquedospais.com.br/disney-com-criancas-o-que-levar-aos-parques/ https://www.almanaquedospais.com.br/disney-com-criancas-o-que-levar-aos-parques/#comments Wed, 07 Jun 2017 10:00:43 +0000 http://www.almanaquedospais.com.br/?p=10411 Disney com crianças, saiba o que levar aos parques na bolsa das crianças e na bolsa dos adultos.

The post Disney com crianças – o que levar aos parques? appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
Ir à Disney é garantia de magia e férias inesquecíveis! Agora, se você vai à Disney com crianças, prepare o coração para observar os olhares encantados e a fascinação no rostinho de cada uma delas. Mas é importante se prevenir e levar aos parques algumas peças de roupa extra, comidinhas entre outras coisinhas para não passar nenhum aperto.

Eu e meus filhos no Epcot
Eu e meus filhos no Epcot

Disney com crianças – O que levar aos parques?

A primeira dica é não exagerar, afinal você não vai querer levar uma bolsa ou mochila pesada pra lá e para cá.

Roupas extras

Os parques da Disney oferecem alguns espaços “molhados”, com duchinhas e cascatas para as crianças brincarem e se refrescarem, especialmente durante o verão em que a temperatura passa fácil dos 30°C.

Como a dica é não exagerar, leve 2 trocas de roupa (se for ficar mais de 8 horas com bebê é melhor levar 3 trocas).

Mesmo no verão, se o plano é ficar até a noite, leve um agasalho e calça extra na bolsa.

*Aproveite e coloque uma camiseta e um agasalho extra para os adultos também.

Capa de chuva

Não se engane com as chuvas de verão de Orlando, e, mais do que isso, não deixe a chuva estragar o seu passeio! Então providencie capa de chuva para toda família.

No Walmart você encontra capas descartáveis por cerca de U$1,00, ou então você pode comprar as capas da Disney que são fofíssimas, lá as capas são chamadas de “poncho”. A vantagem das capas descartáveis é que você não precisa se preocupar em guardar as capas molhadas (além de que nunca conseguimos dobrar para ocupar o mesmo espaço de antes).

Protetor solar e chapéu

Itens importantíssimos! O sol da Flórida “é de lascar”, mesmo que já tenha passado protetor antes de sair do hotel, reforce após algumas horas (conforme orientação da embalagem/pediatra) ou após brincarem com água.

Comidinhas e bebidinhas

Leve lanchinhos e refeições que seu filho goste, não é raro as crianças não se adaptarem com a comida dos parques (os meus só gostaram da pipoca).

Para bebês leve o leite em pó, mamadeiras, copinhos e, se os planos envolvem economizar, compre água nos supermercados, pois nos parques elas são bem mais caras e as águas da maioria dos bebedores têm um gostinho estranho.

Leia aqui dicas de como levar comidas e bebidas, onde armazenar, o que é proibido e regras para tamanho das mochilas.

Carrinho de bebê

Outro item fundamental para quem vai aos parques com crianças com até 6 anos de idade! O carrinho de bebê deve ter capota para proteger do sol e capa de chuvas (stroller cover).

Saiba mais sobre carrinhos (comprar, alugar ou levar), modelos e como não perder o seu carrinho por lá clicando aqui.

Medicamentos

Fale com o pediatra antes de viajar, ele irá lhe prescrever medicamentos para diversos tipos de doenças e desconfortos que a criança poderá passar durante a viagem (remédio para dor de garganta, enjoo, febre, alergias, assaduras…), além de um kit de primeiros socorros para pequenos ferimentos. Não esqueça do termômetro!

Para o parque leve somente o essencial, como termômetro, antitérmico, algum medicamento de uso contínuo e um kit de primeiros socorros para pequenos ferimentos (arranhões, por exemplo).

Chupeta, brinquedinho e/ou “naninha”

O dia nos parques da Disney são tão intensos que as crianças ficam exaustas e não querem dormir, mas mesmos as mais crescidinhas que não cochilam mais durante o dia precisarão de uma dormidinha para restaurar o bom humor e as energias.

Para estimular esse momento de descanso, leve a chupeta, o brinquedinho preferido para dormir, ou aquela naninha que é sagrada para o descanso.

Bolsa dos adultos

Além da bolsa das crianças eu levava, separadamente, uma bolsa que eu não desgrudava (a das crianças deixávamos no cesto do carrinho de bebê, inclusive quando estavam estacionados durante as atrações).

Na minha bolsa eu tinha:

– Cópia plastificada dos passaportes (conforme orientações do Consulado Americano, não existe exigência de andar passaporte original)
– Dinheiro
– Cartões de crédito
– Cartões de entrada dos parques
– Chaves do carro e da casa
– Documento do carro
– Celular
– Máquina fotográfica
– Papéis de reservas (de restaurantes, refeições com personagens…) – se você baixar o aplicativo Disney Experience você não precisa levar os papéis.
– Bloquinho com os principais endereços (como imprevistos acontecem, anotei o endereço da casa que alugamos, supermercados, parques, outlets, farmácias…, assim se mudássemos de planos ou houvesse algum imprevisto era só trocar o endereço no GPS).

Como minha bolsa era impermeável, para garantir só deixei os documentos, dinheiro e cartões dentro de um saquinho plástico com “zip”.

Quer mais dicas para ir à Disney?

Agora, se você quer saber muito mais e ficar por dentro de tudo que rola na Disney: dicas, hospedagem, atrações, promoções e participar de uma comunidade incrível com muitos disneymaníacos, minha dica é que você conheça o Eu Amo Disney!

Você encontra a turma do Eu Amo Disney também nas redes sociais:

Instagram: EuAmoaDisney
Facebook: EuAmoaDisney
YouTube: EuAmoaDisney

Beijos

Você também vai gostar de ler:

Disney com bebê – Espaços para cuidar e alimentar o bebê
Até que idade preciso de carrinho de bebê na Disney Orlando
Disney com crianças: Pode levar comida e bebida aos parques?
É seguro deixar o carrinho de bebê estacionado nos parques da Disney?


Conteúdo publicado originalmente em 20/04/2015 e atualizado em 07/06/2017

The post Disney com crianças – o que levar aos parques? appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
https://www.almanaquedospais.com.br/disney-com-criancas-o-que-levar-aos-parques/feed/ 2
Days of Christmas, a loja de enfeites de Natal da Disney https://www.almanaquedospais.com.br/days-of-christmas-a-loja-de-enfeites-de-natal-da-disney/ https://www.almanaquedospais.com.br/days-of-christmas-a-loja-de-enfeites-de-natal-da-disney/#respond Wed, 07 Jun 2017 10:00:37 +0000 http://www.almanaquedospais.com.br/?p=10452 Para os apaixonados pelo Natal, lá existe a Days of Christmas, a loja de enfeites de Natal da Disney que funciona o ano todo e que fica em Downtown Disney.

The post Days of Christmas, a loja de enfeites de Natal da Disney appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
Para os apaixonados pelo Natal, não pensem que precisam agendar sua viagem para Orlando para o final do ano porque lá existe a Days of Christmas, a loja de enfeites de Natal da Disney que funciona o ano todo e que fica em Disney Springs (antiga Downtown Disney).

Foto: Reprodução https://disneyworld.disney.go.com
Foto: Reprodução https://disneyworld.disney.go.com

A vitrine já é um encanto, com Mickey e Minie tematizados com roupinhas natalinas em um cenário mágico com árvore de natal e vários dos produtos que você encontrará dentro da loja.

Dentro da loja, que é enorme, você encontra desde enfeites mais simples (por volta de U$5,00) até árvores de natal completas que superam até nossos melhores sonhos e que chegam a custar verdadeiras fortunas.

Para quem vai viajar com dinheiro contado, minha dica é separar alguns dólares para gastar um pouquinho nessa loja fascinante e garantir um pedacinho da Disney em sua árvore de Natal todos os anos. E se prepare, a loja é grande e são tantas as opções que você certamente levará um bom tempo para percorrer as prateleiras e se decidir sobre o que levar.

Days-of-Christmas03-750x500

As opções são inúmeras: botas, guirlandas, estrelas, bolas decoradas de mil formas diferentes, bonecos para pendurar, pelúcias, mantas….

As bolas com orelhas são deslumbrantes, mas com o dólar em alta não dá para exagerar, custam em média U$24,00 cada.

Days-of-Christmas01-750x500

Para quem curte comprar lembrancinhas de viagens para colecionar, ou mesmo para presentear amigos e parentes, a loja Days of Christmas é uma excelente opção e tem para todos os gostos!

A loja Days of Christmas é organizada por tema, o que facilita muito na hora de procurar um personagem ou cor de ornamento. Os bonequinhos para pendurar são um show a parte, você encontrará por lá desde Mickey e sua turma trajando diferentes roupinhas, até Dumbo,  Pooh e, claro, todas as princesas Disney.

Days-of-Christmas02-750x500

 

Vai para a Disney em Orlando? Coloque a Days of Christmas em seu roteiro de viagem e boas compras!

Quer mais dicas para ir à Disney?

Agora, se você quer saber muito mais e ficar por dentro de tudo que rola na Disney: dicas, hospedagem, atrações, promoções e participar de uma comunidade incrível com muitos disneymaníacos, minha dica é que você conheça o Eu Amo Disney!

Você encontra a turma do Eu Amo Disney também nas redes sociais:

Instagram: EuAmoaDisney
Facebook: EuAmoaDisney
YouTube: EuAmoaDisney

Beijos

Você também vai gostar de ler:

Disney com bebê – Espaços para cuidar e alimentar o bebê
Até que idade preciso de carrinho de bebê na Disney Orlando
Disney com crianças: Pode levar comida e bebida aos parques?
É seguro deixar o carrinho de bebê estacionado nos parques da Disney?


Conteúdo publicado originalmente em 04/05/2015 e atualizado em 07/06/2017

The post Days of Christmas, a loja de enfeites de Natal da Disney appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
https://www.almanaquedospais.com.br/days-of-christmas-a-loja-de-enfeites-de-natal-da-disney/feed/ 0