Saúde – Almanaque dos Pais https://www.almanaquedospais.com.br Do sonho de ser mãe aos 6 anos do seu filho Fri, 02 Mar 2018 15:17:30 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=5.2.2 https://www.almanaquedospais.com.br/wp-content/uploads/2016/09/cropped-logo-Almanaque-dos-pais-512x512-150x150.png Saúde – Almanaque dos Pais https://www.almanaquedospais.com.br 32 32 Depilação íntima feminina | O que você precisa saber antes de depilar a virilha https://www.almanaquedospais.com.br/depilacao-intima-feminina-o-que-voce-precisa-saber-antes-de-depilar-virilha/ https://www.almanaquedospais.com.br/depilacao-intima-feminina-o-que-voce-precisa-saber-antes-de-depilar-virilha/#respond Mon, 02 Apr 2018 11:00:21 +0000 https://www.almanaquedospais.com.br/?p=14503 Você sabia que existem fatores que você precisa conhecer antes de decidir qual a melhor depilação íntima feminina para você? Então, antes de pegar a lâmina, cera quente ou creme depilatório para depilar a virilha, confira o que você precisa saber! Depilação íntima feminina | O que você precisa saber antes de depilar a virilha …

The post Depilação íntima feminina | O que você precisa saber antes de depilar a virilha appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
Você sabia que existem fatores que você precisa conhecer antes de decidir qual a melhor depilação íntima feminina para você? Então, antes de pegar a lâmina, cera quente ou creme depilatório para depilar a virilha, confira o que você precisa saber!

Depilação íntima feminina | O que você precisa saber antes de depilar a virilha – em vídeo

Depilação íntima feminina: Ter pelos é falta de higiene?

Ter pelos não é falta de higiene, desde que você se higienize corretamente. A mesma regra vale para quem não tem pelos, a higiene é fundamental para a saúde íntima da mulher.

Para saber como se higienizar corretamente, clique aqui.

A opção por depilar ou não depilar é sua, você tem o direito de manter sua região íntima da forma que lhe convém!

depilação íntima feminina depilar virilha

Qual a função dos pelos pubianos?

A principal função dos pelos pubianos era a de proteger a região íntima da mulher para evitar entrada de insetos na vulva e vagina, já que nossos ancestrais dormiam no chão, sem roupas e sem proteção.

Devo remover todos os pelos?

Se você não gosta dos pelos pubianos não há contraindicação em remove-los. Mas antes de tomar esta decisão, tenho uma dica importante para lhe passar:

– Você sabia que deixar um pouco de pelo acima da vulva – o chamado bigodinho de Hitler – deixa sua pele mais hidratada e evita irritações por conta do atrito com calcinha ou absorvente?

Cerca de 2cm de largura por 2 a 3cm de altura é o suficiente.

Cera quente, cera fria, lâmina, creme depilatório ou laser?

Não existe uma recomendação geral para o melhor ou pior tipo de depilação, mas existem recomendações que devem ser avaliadas antes de depilar a virilha e vulva:

Laser: se você possui pele negra ou pelos claros, antes de decidir pelo laser, converse com seu dermatologista, já que o laser precisa do contraste para sua eficiência. Apesar de ser um método doloroso, o resultado é duradouro e ajuda a clarear a pele que escureceu devido à fricção com tecidos ou lâminas.

Cera quente ou fria: é um método doloroso e com durabilidade entre 4 a 6 semanas.

Lâminas: higienize sua região íntima antes e depois da depilação e não esqueça de também higienizar a lâmina. Para que a lâmina deslize melhor e cause menos atrito na pele, você deve usar cremes próprios ou pode usar condicionador de cabelos (dica caseira que funciona). Com o tempo o uso da lâmina pode causar escurecimento na pele.

Creme depilatório: a maioria dos cremes não devem se usados por tentantes (que ainda não sabem se estão grávidas) ou gestantes devido aos produtos químicos. A durabilidade é similar ao da lâmina, além de ser indolor e não causar escurecimento da pele. Antes de usar, testar em uma região pequena da pele para analisar se há alguma alergia ao produto.

Você também vai gostar de ver:

Grávida pode depilar com cera quente/fria, lâmina, laser ou cremes?
Posso me depilar durante a gravidez?
Dor no pé da barriga na gravidez – vídeo
É normal vazar leite do seio durante a gravidez?

The post Depilação íntima feminina | O que você precisa saber antes de depilar a virilha appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
https://www.almanaquedospais.com.br/depilacao-intima-feminina-o-que-voce-precisa-saber-antes-de-depilar-virilha/feed/ 0
Como realizar corretamente a higiene íntima da mulher https://www.almanaquedospais.com.br/como-realizar-corretamente-higiene-intima-da-mulher/ https://www.almanaquedospais.com.br/como-realizar-corretamente-higiene-intima-da-mulher/#respond Fri, 02 Mar 2018 14:21:42 +0000 https://www.almanaquedospais.com.br/?p=14504 Realizar corretamente a higiene íntima da mulher é fundamental também para as tentantes, gestantes e mães. A sua região íntima precisa estar higienizada – sem excessos – para manter sua fertilidade, diminuir chances de infecções, candidíase, entre outras complicações que podem ocorrer por conta da higiene realizada de forma incorreta e duchas íntimas. Como realizar …

The post Como realizar corretamente a higiene íntima da mulher appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
Realizar corretamente a higiene íntima da mulher é fundamental também para as tentantes, gestantes e mães.

A sua região íntima precisa estar higienizada – sem excessos – para manter sua fertilidade, diminuir chances de infecções, candidíase, entre outras complicações que podem ocorrer por conta da higiene realizada de forma incorreta e duchas íntimas.

Como realizar corretamente a higiene íntima da mulher – em vídeo

Higiene íntima da mulher é na vulva e não no canal vaginal

Esta confusão é mais comum do que você imagina, a higiene íntima da mulher é facilmente confundida com a higiene do canal vaginal, ou seja, realização de duchas íntimas.

Ao realizar uma ducha íntima, mesmo que somente água, você destrói as bactérias do bem que habitam o canal vaginal e protegem esta região, ficando mais suscetível a infecções, candidíase, entre outras complicações.

Não é saudável realizar qualquer tipo de ducha no canal vaginal, somente se houver recomendação do seu ginecologista ou obstetra.

higiene íntima da mulher
question mark over vagina

Duchas com bicarbonato ou sabonete líquido infantil ajudam a engravidar?

MITO!!! Muito cuidado com as receitas caseiras que se espalham facilmente pela Internet. Essas duchas também são maléficas para seu canal vaginal e não aumentam sua fertilidade, pelo contrário, aumentam as chances de infecções.

Como realizar a higiene íntima da mulher

A higiene íntima deve ser realizada somente na vulva, ou seja, somente na parte externa da vagina.

1º Passo : escolha do sabonete adequado

Uma informação importante é que o PH da vagina é ácido (entre 4,5 e 5), enquanto o PH da nossa pele é neutro (7). Agora veja outras características que precisam ser avaliadas:

  • Sabonete neutro não é uma boa opção, já que não é compatível com o PH da vagina e pode matar as bactérias do bem;
  • Sabonete em barra não é uma boa escolha por ter contato com outras partes do nosso corpo e pode carregar células morta para nossa região íntima;
  • Sabonete infantil não é uma boa opção por não ter o PH adequado para higiene íntima da mulher.
  • Deve ser líquido, já que somente o que você vai utilizar entra em contato com sua pele e o restante continua sem contaminação;
  • Deve possuir baixa detergência, ou seja, não remove toda gordura da região;
  • Hipoalergênico, para não causar alergias;
  • Não Bactericida, ou seja, ele não pode matar as bactérias do bem que estão na sua região íntima, ao contrário de um sabonete de mão que mata as bactérias.
    • Se você está com alguma bactéria que precisa ser combatida, será através do tratamento que o ginecologista irá passar e não através do sabonete íntimo.
  • Alguns sabonetes íntimos possuem a informação “PH Equilibrado”, ou seja, adequado para sua região íntima.

Os sabonetes íntimos que você encontra em farmácias e supermercados são os mais indicados para você, mas lembre-se de conferir na embalagem se eles são hipoalergênicos, não bactericidas e com baixa detergência.

2º Passo, como realizar a higiene íntima

Comece a higienizar pela virilha e desça até a região externa dos grandes lábios até alcançar o períneo, que é a região entre a entrada da vagina e o ânus. Não penetre no ânus ou vagina.

Afaste gentilmente os grandes lábios. Entre os grandes e os pequenos lábios há um acúmulo de secreção, chamada de sebo, que é o que geralmente dá mau cheiro na parte íntima feminina. Para remover este sebinho não utilize bucha ou unha, somente com o dedos e com cuidado para não machucar, faça movimentos de cima para baixo.

Higienize também dentro dos pequenos lábios, gentilmente e sem introduzir o dedo dentro da vagina e também com movimentos de cima para baixo.

Deixe o sabonete agir por  2 a 3 minutos e enxágue com bastante água para remover qualquer resíduo.

Depois da relação preciso realizar esta higiene íntima?

A higiene íntima completa (com sabonete) deve ser realizada 1 vez ao dia. Se você teve relação em um momento em que não tem como tomar banho, por exemplo, tente higienizar somente com água, sem o sabonete, ou lencinho umedecido.

O sêmen de um homem saudável não causa problemas ou alergias.

Uma recomendação importante é urinar após o sexo, assim evitando infecções urinárias.

Você também vai gostar de ler:

Grávida pode depilar com cera quente/fria, lâmina, laser ou cremes?
A Melhor a Idade para Engravidar
11 Verdades e mitos sobre a fertilidade
Muco cervical hostil, ou muco hostil. O que é, como identificar e o que fazer

 

The post Como realizar corretamente a higiene íntima da mulher appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
https://www.almanaquedospais.com.br/como-realizar-corretamente-higiene-intima-da-mulher/feed/ 0
Sintomas da infertilidade https://www.almanaquedospais.com.br/sintomas-da-infertilidade/ https://www.almanaquedospais.com.br/sintomas-da-infertilidade/#comments Tue, 12 Dec 2017 11:00:26 +0000 https://www.almanaquedospais.com.br/?p=14465 A infertilidade na maioria das vezes não produz sintomas, ou seja, ela pode atuar de forma silenciosa quando tudo parece estar bem. No entanto, existem alguns sintomas da infertilidade e condições que servem de alerta.

The post Sintomas da infertilidade appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
A infertilidade na maioria das vezes não produz sintomas, ou seja, ela pode atuar de forma silenciosa quando tudo parece estar bem. No entanto, existem alguns sintomas da infertilidade e condições que servem de alerta.

sintomas da infertilidade

A dificuldade para engravidar também pode surgir a partir de um acúmulo de pequenos detalhes que isoladamente não afetam a fertilidade do homem e da mulher. Por este motivo, muitas vezes é difícil identificar a causa da infertilidade ou definir sintomas para este problema que atualmente atinge cerca de 15% da população mundial.

Para prevenir a infertilidade, o casal deve manter um estilo de vida saudável e fazer revisões de saúde periódicas, além de consultar um especialista pós um ano de tentativas de gravidez.

Alguns sintomas de risco para a fertilidade:

Ciclo irregular

Irregularidade do ciclo menstrual não determina que uma mulher é infértil, porém pode ser um sinal de alerta para uma eventual irregularidade hormonal que pode afetar o funcionamento normal do aparelho reprodutor. A irregularidade do ciclo passa desapercebida pelas mulheres que fazem uso de anticoncepcionais, pois esta medicação simula um ciclo regular ou bloqueiam o ciclo menstrual, e somente quando o uso do método anticoncepcional em questão é interrompido, este problema se revela.

Como comprovar que o ciclo irregular não afetou a fertilidade?

Manter uma avaliação da fertilidade periódica, que pode ser realizada inclusive sem interromper o uso de anticoncepcionais com o exame Antimülleriano, é uma forma de descartar o risco de infertilidade.

Cólicas muito fortes

As cólicas menstruais não têm relação com a fertilidade, mas sim podem estar relacionadas com a endometriose, uma patologia que pode provocar a obstrução das trompas ou outros órgãos do aparelho reprodutor feminino. Mulheres que sofrem com cólicas muito fortes ou possuem casos de endometriose na família, devem estar atentas para impedir que a evolução dos focos da endometriose afetem a fertilidade.

Como saber se minha cólica está relacionada com a endometriose?

Existem dois exames capazes de identificar a endometriose. A ultrassonografia transvaginal com preparo intestinal e a ressonância magnética. Ambos estudos devem ser realizados por especialistas experientes em identificar a endometriose, que pode passar desapercebida por olhos menos treinados para detectar esta doença.

No caso de um diagnóstico positivo para a endometriose, não há razão para pensar que suas chances de ser mãe acabaram. No entanto, é necessário um acompanhamento médico multidisciplinar para impedir que a endometriose afete a fertilidade.

– “Varizes” nos testículos:

A varicocele é uma condição que afeta as veias que transportam o sangue nos testículos. Ela pode ser identificada pela presença de veias parecidas com as varizes ou inclusive pode provocar dor. A varicocele afeta 15% da população masculina e é responsável por 40% das causas de infertilidade do homem.

Como impedir que a varicocele afete fertilidade?

Dependendo do nível de dilatação das veias provocada pela varicocele, a dificuldade de engravidar pode ser maior. Os tratamentos mais comuns para esta patologia é a cirurgia ou embolização venosa.

Quando o tratamento da varicocele não devolve a fertilidade normal do homem, é indicada a Fertilização in Vitro com a técnica ICSI, onde é preciso selecionar um espermatozoide para ser introduzido diretamente no óvulo.

– Obesidade

Apesar da obesidade não ser um sintoma, sua presença reduz bastante as chances de gravidez dos homens e das mulheres. Por isso, o controle do peso e uma dieta equilibrada são importantes.

Como prevenir a infertilidade se não tenho sintomas?

É mais fácil solucionar um problema quando existe uma forma de perceber que algo não está bem. Nestes casos, os sintomas podem ajudar a identificar e tratar de forma precoce um fator que poderia afetar a fertilidade futura.

Porém, infelizmente os sintomas que podem alertar para o risco de infertilidade são poucos em comparação com as possíveis causas da infertilidade. Portanto, além de manter hábitos saudáveis, é importante manter exames periódicos para o monitoramento da fertilidade.

Você também vai gostar de ler:

Varicocele representa 40% das causas de infertilidade masculina
Infertilidade sem causa aparente
Infertilidade secundária, a dificuldade de engravidar novamente
Doença sexualmente transmissível – DST- pode causar infertilidade?

The post Sintomas da infertilidade appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
https://www.almanaquedospais.com.br/sintomas-da-infertilidade/feed/ 1
SOP: Síndrome dos Ovários Policísticos e Gravidez https://www.almanaquedospais.com.br/sop-sindrome-dos-ovarios-policisticos-e-gravidez/ https://www.almanaquedospais.com.br/sop-sindrome-dos-ovarios-policisticos-e-gravidez/#respond Wed, 27 Sep 2017 11:00:10 +0000 https://www.almanaquedospais.com.br/?p=14376 Mulheres com a Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP) podem apresentar dificuldade de ovulação e atrasos menstruais, o que pode gerar dificuldade de gravidez. A gravidez de forma natural pode acontecer, porém em alguns casos pode ser preciso tratamentos, sendo o mais comum com indutores de ovulação. Ovário policístico ocorre quando são encontrados pequenos cistos no …

The post SOP: Síndrome dos Ovários Policísticos e Gravidez appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
Mulheres com a Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP) podem apresentar dificuldade de ovulação e atrasos menstruais, o que pode gerar dificuldade de gravidez. A gravidez de forma natural pode acontecer, porém em alguns casos pode ser preciso tratamentos, sendo o mais comum com indutores de ovulação.

Ovário policístico ocorre quando são encontrados pequenos cistos no ovário da mulher, porém nem todas as mulheres que possuem os cistos no ovário apresentam a síndrome do ovário policístico, também conhecida como síndrome de Stein-Leventhal. Muitas mulheres não apresentam nenhum dos sintomas e engravidam normalmente e só depois descobrem que existem pequenos cistos em seu ovário sem que isso altere seu metabolismo.

síndrome dos ovários policísticos

A Síndrome dos ovários policísticos – SOP

A síndrome do ovário policístico é uma alteração hormonal que atinge cerca de 10% das mulheres. Essa síndrome consiste numa série de sintomas tais como:

  • menstruação espaçada com 2 ou 3 episódios por ano;
  • hirsutismo: aumento de pelos pelo rosto, abdome e seios;
  • pequenos cistos no ovário com cerca de 0,5cm de diâmetro;
  • pele oleosa;
  • acnes;
  • tendência ao acúmulo de gordura no quadril;
  • obesidade: cerca metade dos casos. O sobrepeso piora as manifestações da SOP.

Causas da SOP

As causas da SOP ainda dão desconhecidas, porém é levado em conta o fator genético. Ela geralmente se manifesta na puberdade, quando hormônios são produzidos, inclusive o masculino. O excesso desse último hormônio é o causador da síndrome.

Cerca de 50% das mulheres com esse mal possuem resistência à insulina, em especial as mulheres obesas porque este grupo tem excesso de glicose no corpo criando, consequentemente, resistência ao hormônio insulina. Essas mulheres são mais propensas a desenvolver o diabetes e hipertensão arterial.

O diagnóstico

O diagnóstico da síndrome do ovário policístico é realizado pelo histórico sintomático da paciente, ultrassom e no exame de toque, pois o ovário fica aumentado.

O ovário em tamanho norma mede cerca de 9cm³, enquanto o policístico pode chegar a 20cm³.

Síndrome dos Ovário Policístico e Gravidez

A síndrome dos ovários policísticos é responsável por 20 a 30% dos problemas de infertilidade feminina.

O ideal é que a síndrome dos ovários policísticos seja tratada antes de começar a tentar engravidar. O médico ginecologista ou endocrinologista são os indicados para este tipo de tratamento.

É comum que mulheres que são diagnosticadas com a SOP tenham maior dificuldade para engravidar e precisem recorrer a outros métodos de fertilização ou indução da ovulação, porém não é raro engravidar sem nenhum tipo de tratamento ou intervenção.

A causa da dificuldade em engravidar é por conta do desarranjo hormonal que pode resultar na falta da ovulação ou em um óvulo de baixa qualidade, com menos chances de ser implantado com sucesso na parede uterina.

Tratamentos para engravidar

perda de peso no caso de sobrepeso: a obesidade agrava os efeitos da SOP, além de diminuir a quantidade de glicose e diminuir a resistência à insulina.

hipogliceminantes: os medicamentos que baixam a quantidade de glicose, além de aumentar a atividade hepática a fim de metabolizar a insulina no corpo.

citrato de clomifeno: é o indutor de ovulação mais comum e é de via oral. É administrado 5 dias por ciclo após o primeiro dia da menstruação. Esse tratamento se mostra mais eficaz para mulheres que já tiveram filho sem tratamento ou com sintomas menos acentuados. O medicamento estimula o crescimento dos folículos, porém pode ocorrer o hiperestímulo e o aumento dos ovários, resultando em dor e até hospitalização em casos mais graves. O médico deve acompanhar periodicamente este procedimento através de ecografias para evitar complicações.

gonadotrofinas: é uma estimulação nos ovários realizada geralmente com conjunto com a fertilização in-vitro. São utilizados 2 hormônios, o FSH que estimula o desenvolvimento dos folículos e o LH que regula o crescimento destes.

cauterização laparoscópica: á a cauterização dos cistos através de 3 pequenas incisões no abdome. Com esse procedimento o ciclo menstrual e ovulação são regularizados e a mulher pode engravidar naturalmente.

Com esses incentivos as chances de engravidar aumentam chegam a 70% até o terceiro ciclo, porém idade da mulher e outros problemas de infertilidade do casal podem diminuir essa estatística.

Se você já é tentante a mais de 1 ano, o recomendado é procurar por um especialista em reprodução humana para ser examinada. Mas se você já tem 35 anos ou mais, a recomendação é procurar por um especialista em reprodução humana após 6 meses de tentativas.

Síndrome dos Ovários Policísticos X aborto

Existem dados que demonstram que mulheres com a síndrome dos ovários policísticos possuem maior probabilidade de aborto espontâneo nos primeiros 3 meses de gestação devido ao desarranjo hormonal causando pela SOP.

O desarranjo é causado pelo hiperandrogenismo, ou seja, aumento da presença do hormônio masculino.
Outro fator relacionado ao aborto é o do grupo de mulheres que são resistentes à insulina, pois ela em excesso pode agir sobre células que envolvem o folículo.

Você também vai gostar de ler:

Progesterona, hormônio essencial para a gravidez
Quanto tempo após aborto posso engravidar novamente?
Aborto de repetição
Hidrossalpinge | O que é, tratamento e se posso engravidar

The post SOP: Síndrome dos Ovários Policísticos e Gravidez appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
https://www.almanaquedospais.com.br/sop-sindrome-dos-ovarios-policisticos-e-gravidez/feed/ 0
Como está dividido o peso da gestante no final da gravidez https://www.almanaquedospais.com.br/como-esta-dividido-o-peso-da-gestante-no-final-da-gravidez/ https://www.almanaquedospais.com.br/como-esta-dividido-o-peso-da-gestante-no-final-da-gravidez/#comments Wed, 23 Aug 2017 12:00:37 +0000 http://www.almanaquedospais.com.br/?p=12883 Saiba como está dividido o peso da gestante no final da gravidez: peso do bebê, útero, seios, sangue, gorduras, placenta, líquido amniótico....

The post Como está dividido o peso da gestante no final da gravidez appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
É hora de falar sobre um assunto que chega a ser tabu para muitas mulheres: o peso da gestante no final da gravidez.

Quantas vezes você já foi questionada sobre o quanto engordou em algum momento da gestação? Ou então ouviu comentário que deve engordar 9 quilos, ou mesmo aquela amiga que engordou muito e comentou sobre os problemas para recuperar a forma após o parto?

Na verdade este post veio para desmistificar algumas ideias e é muito mais tranquilo do que você imagina, continue lendo para descobrir como o ganho de peso da gestante no final da gravidez tem muito mais relação com a gravidez em si do que com as temidas gordurinhas.

O peso da gestante no final da gravidez

Ao ver a balança aumentando a cada mês é comum ficar nervosa, imaginando como será perder todo esse peso após o nascimento do bebê, ainda mais quando regimes não são recomendados para gestantes e mulheres que amamentam.

Mas você sabia que todos aqueles quilinhos – considerando que o ganho de peso foi adequado – são necessários para que o bebê possa crescer e se acomodar dentro do corpo da futura mamãe?

Além disso, também precisa ser “contabilizado” o peso do próprio bebê, que no final da gravidez representa cerca de 3,2 kg do peso total.

Como está dividido o peso da gestante no final da gravidez

Para ficar mais simples, confira a imagem abaixo. O ganho total de peso da gestante foi de 12,9 kg, dentro do recomendado para mulheres que estavam com IMC normal ( entre 18,5 e 25 )antes de engravidar.

ganho-de-peso-gestante-129-900x750

O que todos esses quilos querem dizer?

O seu útero, no final da gestação, ganhou 900 g devido ao seu aumento de tamanho e espessura da camada muscular que o envolve.

O volume de sangue também aumentou cerca de 40%, o que representa um ganho aproximado 1,2 kg.

Além do líquido amniótico, seu organismo retém líquidos durante a gravidez, o que pode representar um ganho de aproximadamente 2 kg.

Aqueles 4 kg que podem causar temores, na verdade são importantes, o corpo armazena essa gordura para ter uma reserva extra para a amamentação, período em que a queima calórica da mulher, para alimentar seu bebê, é muito grande.

Como saber o quanto é saudável engordar durante a gravidez?

Cada mulher é única e a imagem acima é apenas um exemplo, ou seja, não é a realidade de todas as gestantes.

Porém existe uma forma de saber quanto você deve ganhar durante a gestação e o valor muda de acordo com seu IMC antes de engravidar.

IMC antes de engravidar Ganho de peso ideal
IMC menor que 18,5 13 kg a 18 kg
IMC entre 18,5 e 25 11,5 kg a 16 kg
IMC entre 25 e 30 7 kg a 11,5 kg
IMC maior que 30 5 kg a 9 kg

Para saber mais sobre o quanto você pode engordar e recomendações se você está ganhando muito ou pouco peso, clique no link ao lado: Até quanto posso engordar durante a gravidez.

Você também vai gostar de ler:

Ácido fólico – a importância do ácido fólico antes e durante a gestação
Calculadora de semanas de gestação
Câimbra na gravidez: o que fazer e como evitar
Sexo durante a gravidez


Conteúdo publicado originalmente em 16/07/2016 e atualizado em 23/08/2017

The post Como está dividido o peso da gestante no final da gravidez appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
https://www.almanaquedospais.com.br/como-esta-dividido-o-peso-da-gestante-no-final-da-gravidez/feed/ 3
Grávida pode depilar com cera quente/fria, lâmina, laser ou cremes? https://www.almanaquedospais.com.br/gravida-pode-depilar-com-cera-quentefria-lamina-laser-ou-cremes/ https://www.almanaquedospais.com.br/gravida-pode-depilar-com-cera-quentefria-lamina-laser-ou-cremes/#respond Fri, 11 Aug 2017 13:00:51 +0000 http://www.almanaquedospais.com.br/?p=10633 Grávida pode depilar? Saiba as características de cada método depilatório, quais são permitidos, proibidos e cuidados necessários.

The post Grávida pode depilar com cera quente/fria, lâmina, laser ou cremes? appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
A boa notícia é que a grávida pode depilar sim, mas nem todos os métodos são seguros e precisam ser avaliados para garantir a saúde da gestante e do bebê.

Durante a gestação aumenta o fluxo sanguíneo da mulher, o que pode acarretar em maior sensibilidade em algumas regiões e menor tolerância à dor, especialmente nas áreas íntimas e axila.

Abaixo explico sobre os métodos depilatórios, quais são proibidos, os permitidos e cuidados especiais.

grávida pode se depilar
Hot wax treatment

Grávida pode depilar com cera quente ou fria?

  • Sim

A cera quente e a cera fria são consideradas seguras para a mamãe e bebê. Porém alguns cuidados devem ser tomados quanto à higiene do local e se a cera está sendo reutilizada para evitar contaminações e transmissões de doenças.

Outra recomendação é que a depiladora use luvas e máscaras descartáveis, a propósito, todo material utilizado para a depilação deverá ser descartável (manta de proteção da maca, palitos, algodão, entre outros).

Para diminuir o desconforto, a indicação é utilizar a cera morna (e não quente). A cera de camomila é uma boa opção por ser mais fina, porém é mais difícil de ser encontrada do que a cera depilatória comum.

Grávida pode depilar com lâminas?

  • Sim

As lâminas de barbear são consideradas seguras para a mamãe e bebê, o único inconveniente é que aumenta a propensão para que os pelos encravem.

É importante cuidar da higiene também durante a depilação com lâminas, lave bem o local com água e sabão e espume para que a lâmina deslize com mais facilidade evitando irritações e cortes na pele.

Grávida pode depilar com cremes depilatórios?

  • Não

Os cremes depilatórios não são considerados seguros para as gestantes e bebês, já que muitos possuem em sua fórmula, entre outros componentes químicos, a amônia, que é absorvida pela pele da gestante, entra em contato com sua corrente sanguínea e chega até o bebê.

A recomendação é que não seja utilizado nenhum método depilatório que utilize produtos químicos.

Grávida pode realizar a depilação definitiva  com laser ou eletrólise?

  • Não

Apesar dos procedimentos com laser e eletrólise não serem considerados de risco, eticamente os testes em gestantes são proibidos, ou seja, não é possível afirmar que sejam seguros para grávidas e seus bebês.

Outro complicador é que os hormônios da gestação podem escurecer a pele da gestante nos locais das aplicações, um resultado que não agradaria nenhuma mulher.

E descolorir os pelos, pode?

  • É melhor não.

Durante a gestação é melhor evitar a descoloração dos pelos já que não se conhecem todos os efeitos que os produtos utilizados para clarear os pelos podem trazer para a futura mamãe e bebê.

Outro problema é que durante a gestação o corpo da mulher fica mais sensível, aumentando as chances de alergias e irritações nos locais da aplicação.

Você também vai gostar de ler:

Como lidar com cabelos brancos durante a gravidez – em vídeo
Grávida pode fazer clareamento dental?
Grávida pode fazer as unhas?
Como converter semanas de gravidez em meses de gravidez


Conteúdo publicado originalmente em 2 de junho de 2015 e atualizado em 11 de agosto de 2017

The post Grávida pode depilar com cera quente/fria, lâmina, laser ou cremes? appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
https://www.almanaquedospais.com.br/gravida-pode-depilar-com-cera-quentefria-lamina-laser-ou-cremes/feed/ 0
Câimbra na gravidez: o que fazer e como evitar https://www.almanaquedospais.com.br/caimbra-na-gravidez-o-que-fazer-e-como-evitar/ https://www.almanaquedospais.com.br/caimbra-na-gravidez-o-que-fazer-e-como-evitar/#respond Mon, 03 Jul 2017 14:00:18 +0000 http://www.almanaquedospais.com.br/?p=11538 Saiba o que pode causar câimbra na gravidez, o que fazer quando elas ocorrem e como evitar esse incômodo comum no 2º e 3º trimestre de gestação.

The post Câimbra na gravidez: o que fazer e como evitar appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
A câimbra na gravidez é um desconforto muito comum, mas com algumas ações você pode evitar esse incômodo que acomete a grande maioria da gestantes. Se elas já são uma realidade para você, confira também o que fazer para aliviar os músculos e se livrar das câimbras.

Foto: Reprodução mommydocs.com
Foto: Reprodução mommydocs.com

O que é a câimbra e porque é comum câimbras na gravidez

A câimbra são contrações musculares involuntárias e são mais comuns nas panturrilhas e coxas, especialmente após excesso de exercício.

Durante a gravidez as câimbras são mais recorrentes devido ao esforço muscular da futura mamãe por conta do aumento do peso e do centro de equilíbrio, já que a postura da mulher sofre alterações para equilibrar a barriga. Eventualmente a câimbra pode ocorrer na musculatura da barriga da gestante.

Outro fator que também aumenta a incidência de câimbra na gravidez é que, especialmente a partir do segundo trimestre, o bebê precisa de cálcio para sua formação óssea, utilizando a reserva da futura mamãe para suprir sua necessidade. Essa diminuição temporária de cálcio no organismo da gestante também pode contribuir para o surgimento de câimbras.

Como evitar câimbra na gravidez

Sozinha a banana não consegue combater a câimbra, confira o que mais seu corpo precisa:

  • Hidrate-se

Beber água é essencial para manter a futura mamãe hidratada e longe das câimbras.

 

  • Evite refrigerantes, enlatados, salgadinhos e embutidos

Os refrigerantes entram na lista de líquidos que não hidratam e devem ser evitados. Outra característica negativa dessa bebida, enlatados, salgadinhos e embutidos (como presunto e mortadela) é que possuem fósforo, que interfere na absorção de cálcio, aumentando a incidência de câimbras.

 

  • Tenha uma alimentação rica em cálcio, magnésio e potássio

A alimentação da gestante é importante não só para suprir as necessidades do bebê, mas também para evitar câimbras. Coloque em sua lista de alimentos:

– Alimentos ricos em cálcio: leite e seus derivados
– Alimentos ricos em potássio: frutas e legumes– como a banana, cenoura e tomate – cereais integrais
– Alimentos ricos em magnésio: grãos – como feijão e lentilha – folhas verdes – como couve e espinafre.

 

  • Faça atividade física

Atividade física durante a gestação é perfeitamente saudável desde que liberadas pelo médico obstetra e com acompanhamento de um profissional. A atividade física promove melhor oxigenação e fortalecimento muscular, preparando o corpo da mulher para as mudanças de peso e equilíbrio naturais da gestação. Quando a atividade física está aliada ao alongamento, diminui ainda mais os riscos de câimbras.

Caminhadas leves são ideais para fortalecimento dos músculos e alívio da dor causada por câimbras.

 

  • Evite saltos e sapatos apertados

Durante a gestação é comum que os pés fiquem mais inchados. Sapatos apertados e saltos altos podem prejudicar a circulação, aumentando os riscos das indesejáveis câimbras.

 

  • Evite cruzar as pernas

Outro hábito que também interfere na boa circulação das pernas é cruzar as pernas. Habituar-se a colocar um banquinho sob os pés ajuda o sangue a circular melhor e pode auxiliar na prevenção das câimbras.

 

  • Drenagem linfática

Para alguns casos a drenagem linfática pode auxiliar no combate à câimbras, porém só realize após liberação de seu médico e verificação se o profissional está habilitado para realizar esse procedimento em gestantes.

 

O que fazer quando se tem câimbra na gravidez

  • Massagem

Massagear levemente o local da câimbra ajuda a aliviar a região e a relaxar o músculo.

 

  • Bolsa de água quente

Para aliviar a dor, que pode persistir mesmo após a câimbra ter passado, coloque uma bolsa de água quente na região.

 

Você também vai gostar de ler:

Gravidez Semana a Semana
Peso do feto: Tabela do peso do bebê por semana de gravidez
Como lidar com cabelos brancos na gravidez – em vídeo
Tabela: Tamanho do bebê por semana de gestação comparado com frutas


Conteúdo publicado originalmente em 05/11/2015 e atualizado em 03/07/2017

The post Câimbra na gravidez: o que fazer e como evitar appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
https://www.almanaquedospais.com.br/caimbra-na-gravidez-o-que-fazer-e-como-evitar/feed/ 0
Campanha Mundial de Apoio Emocional no Mês da Fertilidade – Por IVI https://www.almanaquedospais.com.br/campanha-mundial-de-apoio-emocional-no-mes-da-fertilidade-por-ivi/ https://www.almanaquedospais.com.br/campanha-mundial-de-apoio-emocional-no-mes-da-fertilidade-por-ivi/#respond Fri, 02 Jun 2017 13:45:24 +0000 https://www.almanaquedospais.com.br/?p=14186 IVI lança a Campanha Mundial de Apoio Emocional no Mês da Fertilidade (Junho de 2017) Baseado nas fases do luto, a campanha visa proporcionar apoio às pessoas com infertilidade, que representam 15% da população em idade reprodutiva. O estresse pode reduzir as chances de engravidar. O mês de junho é o mês mundial de conscientização …

The post Campanha Mundial de Apoio Emocional no Mês da Fertilidade – Por IVI appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
IVI lança a Campanha Mundial de Apoio Emocional no Mês da Fertilidade (Junho de 2017)
  • Baseado nas fases do luto, a campanha visa proporcionar apoio às pessoas com infertilidade, que representam 15% da população em idade reprodutiva.
  • O estresse pode reduzir as chances de engravidar.

mês da Fertilidade

O mês de junho é o mês mundial de conscientização sobre a fertilidade. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) aproximadamente 15% da população enfrenta a infertilidade, que se caracteriza por não engravidar naturalmente após um ano de tentativas com relações sexuais frequentes e desprotegidas. A infertilidade representa um impacto psicológico e social grande para seus portadores e por isso, o Instituto Valenciano de Infertilidade (IVI) lançou mundialmente uma campanha para dar apoio emocional para enfrentar o diagnóstico e tratamento.

“O estresse associado à dificuldade de conceber pode chegar a reduzir em 29% as chances de gravidez, segundo alguns estudos”, explica Dra Genevieve Coelho, diretora da clínica IVI Salvador, e completa, “Por isso além da campanha mundial de conscientização, também lançamos um ebook grátis para dar apoio emocional ao casal em tratamento”.

Durante a campanha, que está no ar nas redes sociais dos países que possuem clínicas de reprodução humana do IVI, serão apresentadas as fases emocionais que aqueles que recebem a indicação para o tratamento de fertilidade costumam viver.

Pacientes compartilham suas histórias

Como reforço, pessoas com o diagnóstico de infertilidade são convidadas a compartilhar suas histórias. “Nem todas as histórias de infertilidade são de pessoas que demoraram para tentar engravidar e hoje enfrentam problemas, apesar de que este é o motivo mais comum”, explica Dra Genevieve, “Por exemplo ouvimos histórias de pessoas que foram laqueadas com e sem autorização, ou que perderam a capacidade de conceber em virtude de patologias de demoraram para ser diagnosticadas, como a endometriose ou ainda, que engravidam, mas sofrem abortos de repetição”.


Sobre o IVI – RMANJ

Com sede em Valência, na Espanha, o Instituto Valenciano de Infertilidade (IVI) possui mais de 70 clínicas em todo o mundo, incluindo Brasil, e é referência mundial em medicina reprodutiva. O grupo conta com uma Fundação, um programa de Docência e Carreira Universitária e recentemente realizou a fusão com o grupo norte-americano RMANJ elevando ainda mais sua relevância mundial.

The post Campanha Mundial de Apoio Emocional no Mês da Fertilidade – Por IVI appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
https://www.almanaquedospais.com.br/campanha-mundial-de-apoio-emocional-no-mes-da-fertilidade-por-ivi/feed/ 0
Como tratar resfriado e gripe na gravidez https://www.almanaquedospais.com.br/como-tratar-resfriado-e-gripe-na-gravidez/ https://www.almanaquedospais.com.br/como-tratar-resfriado-e-gripe-na-gravidez/#comments Thu, 30 Mar 2017 13:00:14 +0000 http://www.almanaquedospais.com.br/?p=10816 Confira as dicas de como tratar resfriado e gripe na gravidez de forma natural e sem riscos para o bebê com receitas de chás e bebidas quentes.

The post Como tratar resfriado e gripe na gravidez appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
Resfriado e gripe na gravidez comum porque o sistema imunológico da gestante fica menos eficiente com o propósito de evitar que o seu corpo rejeite o feto. A mulher também fica mais suscetível à infecções durante esse período.

Gripes causam muito desconforto, indisposição, mal estar e dores musculares, mas algumas dicas vão ajudar a gestante a se sentir melhor e tratar resfriado e gripe na gravidez.

Foto: Reprodução www.lifetimewomenshealth.net
Foto: Reprodução www.lifetimewomenshealth.net

Como tratar resfriado e gripe na gravidez

O primeiro passo é procurar orientação médica, pois grande parte dos medicamento antigripais, aspirina e até descongestionantes nasais não podem ser usados durante a gravidez já que podem prejudicar a saúde do bebê. Mesmo o paracetamol sendo um remédio considerado seguro para gestantes, só deve ser ingerido nas doses corretas e com prescrição médica, ou seja, nada de automedicação, combinado?

Dicas para tratar gripes e resfriados de forma natural

Descansar, essa é a primeira regra! Apesar da gripe não causar complicações para o bebê, é importante lembrar que o bem estar da gestante é essencial para que o bebê também se sinta bem, então nada de esforços, se o seu corpo pede por descanso, é exatamente o que deve fazer.

Outras dicas importantes são:

  • Ingestão de líquidos. Chás são uma ótima pedida, mas evite os que possuem cafeína.
  • Alimentação balanceada e saudável. Quando o apetite aparecer, prefira alimentos saudáveis e rico em fibras e vitaminas, como legumes, verduras e frutas.
  • Ingerir Vitamina C, que apesar de não combater os sintomas da gripe, é importante para fortalecer o sistema imunológico.

Para aliviar nariz entupido

Inalação com soro fisiológico, sem dúvidas, fará você se sentir bem melhor.

Para quem não possui inalador, a dica é higienizar uma pequena bacia e colocar água bem quente. Você pode acrescentar 3 gotinhas de óleo de eucalipto ou folhas de hortelã ou menta. Coloque uma toalha cobrindo a cabeça e respire o vapor dessa solução.

Dor de garganta

Para dor de garganta você pode preparar um chá de limão com mel. Além de delicioso irá aliviar a dor.

Gargarejos com água e sal também auxiliam no tratamento das infecções de garganta.

Tosse

Chá de camomila com gotas de limão adoçado com mel ajuda a aliviar a tosse e a dor de garganta.

Antes de dormir prepare essa deliciosa “receita da vovó”: colocar a casca de 1 limão em uma panela e levar ao fogo junto com 1 colher de sopa de açúcar, misture bastante até caramelizar. Acrescente 1 xícara de leite e misture até o caramelo soltar do fundo da panela. Tome bem morninho antes de dormir, ajuda a tratar rouquidão e dor de garganta, além de ser um excelente relaxante.

Febre

Para aliviar a febre a dica é tomar um banho morno (mais frio do que quente) para baixar a temperatura do corpo. Procure um médico se a febre não ceder ou se ficar maior do que 38°.

Sinusite

Uma dica bem simples e eficiente para ajudar no alívio dos sintomas da sinusite, é colocar em um lenço 2 gotas de óleo essencial de manjerona. Cheire o lenço de tempos em tempos.

Você também vai gostar de ler:

Tomar friagem causa gripe ou resfriado?
Diferentes sintomas: Gripe comum, Influenza A (H1N1) e Dengue
Mala da maternidade – itens, documentos, dicas e cuidados
Enxoval de bebê – lista de itens


Conteúdo atualizado em 30/03/2017

The post Como tratar resfriado e gripe na gravidez appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
https://www.almanaquedospais.com.br/como-tratar-resfriado-e-gripe-na-gravidez/feed/ 2
Gripe na gravidez https://www.almanaquedospais.com.br/gripe-na-gravidez/ https://www.almanaquedospais.com.br/gripe-na-gravidez/#respond Wed, 29 Mar 2017 19:00:43 +0000 http://www.almanaquedospais.com.br/?p=10813 Durante a gestação o sistema imunológico fica menos eficiente – isso acontece para evitar que o corpo da mulher rejeite o feto – o que aumenta as chance de infecções, resfriados e gripe na gravidez. A gripe pode fazer mal ao bebê? A gripe em si não causa nenhuma complicação ao feto, porém em caso …

The post Gripe na gravidez appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
Durante a gestação o sistema imunológico fica menos eficiente – isso acontece para evitar que o corpo da mulher rejeite o feto – o que aumenta as chance de infecções, resfriados e gripe na gravidez.

Foto: Reprodução www.kidspot.au
Foto: Reprodução www.kidspot.au

A gripe pode fazer mal ao bebê?

A gripe em si não causa nenhuma complicação ao feto, porém em caso de sintomas muito fortes (como fraqueza por exemplo),  febre acima de 38° ou persistente, a orientação é que a gestante procure um médico para ser examinada e verificar a necessidade de anti-inflamatórios ou outros medicamentos.

Vale alertar que o bem estar da gestante é essencial para que o bebê também se sinta bem, então se a gripe causar exaustão é importante que a gestante descanse muito e não se esforce até se sentir forte e recuperada.

Grávida pode tomar remédios antigripais?

Os remédios antigripais de uma forma geral, são proibidos durante a gestação, inclusive aspirina e os descongestionantes nasais. Muitos desses medicamentos possuem em sua fórmula vasoconstritores, o que pode causar queda na pressão arterial, taquicardia, entre outras complicações que podem afetar a saúde do bebê.

Nunca tome remédios sem orientação médica!

Havendo necessidade de analgésicos, o paracetamol – com prescrição médica e desde que na dose recomendada pelo seu médico – é considerado um medicamento seguro para gestantes.

A Vitamina C, apesar de não combater a gripe, fortalece o sistema imunológico e também deve ser ingerida com cautela . Sua ingestão não deve ultrapassar de 60mg ao dia.

Como evitar resfriados e gripes durante a gravidez?

  • A primeira dica é tomar a vacina antigripal (que é aplicada gratuitamente para todas as gestantes nos postos de saúde);
  • Outra dica é manter uma alimentação saudável e rica em verduras, legumes e frutas, especialmente as que possuem Vitamina C, como laranja, acerola, abacaxi e tangerina;
  • Ingerir bastante líquido diariamente (refrigerantes não contam);
  • Praticar atividade física ajuda o organismo a se manter forte e saudável;
  • Dormir pelo menos 8 horas por noite;
  • Cuidados referentes ao comportamento também ajudam a prevenir gripes e resfriados, como evitar locais fechados ou muito cheios, lavar sempre as mãos para evitar levar contaminações à boca e evitar ficar próxima à pessoas que estão gripadas ou resfriadas, pois a saliva é a principal forma de contágio.

Clique aqui para ler dicas de como tratar resfriado e gripe na gravidez!

Você também vai gostar de ler:

Caça Palavras para chá de bebê | Brincadeiras para chá de bebê
Enxoval de bebê – lista de itens
Mala da maternidade – itens, documentos, dicas e cuidados
Movimentos do bebê: Quando o bebê começa a mexer na barriga


Conteúdo atualizado em 29/03/2017

The post Gripe na gravidez appeared first on Almanaque dos Pais.

]]>
https://www.almanaquedospais.com.br/gripe-na-gravidez/feed/ 0