Home / Filhos / Educação e comportamento / Parece cólica, mas não é! Descubra o que pode causar choro no bebê

Parece cólica, mas não é! Descubra o que pode causar choro no bebê

Parece cólica…

Parece cólica, o bebê se contorce, está com a barriguinha rígida, flexionando as perninhas em direção ao abdômen, mãozinhas fechadas, com aquela feição de quem está fazendo muita força muito grande… mas será que é cólica mesmo?

Mas uma pesquisa realizada em 2015 nos Estados Unidos avaliou 10 bebês em que os pais tinham certeza que estava com cólica, mas somente 2 bebês realmente estava com cólica de verdade.

parece-colica-mas-nao-e

O que pode causar choro no bebê, e que parece cólica?

Os outros oito bebês estavam chorando por um outro desconforto que pode ser facilmente evitado: hiperestimulação!

O que é a hiperestimulação

No caso de bebês podemos explicar da seguinte maneira:

Quando o bebê está no ambiente uterino, ele tem uma temperatura que é sempre estável, os sons não são ouvidos tão altos, o cheirinho é sempre o mesmo, pode dormir e acordar quando quiser e está acostumado com o balanço materno, aquele caminhar e descansar da mãe.

Após o nascimento tudo muda, as luzes são muito mais fortes e mudam radicalmente de intensidade, muitas vozes, cheiros diferentes, troca de um colo para outro..

A mamãe, muitas vezes cansada de ficar em casa, resolve dar uma voltinha no shopping porque está chovendo, ou mesmo em uma praça num dia gostoso. Então o bebê se depara com mais cheiros estranhos para ele, barulhos altos, mais vozes, poluição….

E então o bebê se sente cansado por tanta informação que recebeu em apenas algumas horas. Esse excesso de estímulos deixou o bebê exausto.

Mas o bebê dormiu depois do passeio e só chorou no fim do dia

Na verdade o bebê geralmente acaba dormindo depois do passeio, e mesmo depois de relaxar com o soninho, quando ele acorda ainda está com toda aquela carga do dia, o seu cérebro tentando processar tantas informações novas que chegaram muito rápido, a tal da hiperestimulação.

Como evitar a hiperestimulação

Para evitar que seu filho seja estimulado demais, nos primeiros 3 meses de vida, tente manter uma rotina mais tranquila, evitando eventos, passeios movimentos, trocas de colo…

Claro que você quer apresentar seu herdeiro para seus familiares e amigos, e também aproveitar para sair um pouco de casa, sei que esse período não é nada fácil para a mãe, mas lembre-se que nesses primeiros 3 meses seu bebê também está muito suscetível à doenças.

Tendo um cuidado especial nesses primeiros 3 meses você também consegue evitar a hiperestimulação e se por um acaso você se deparar com aquele choro que parece cólica, é bem provável que realmente seja cólica.

Você também vai gostar de ler:

Vacina contra Meningite B – Meningococo B
Quando e como limpar brinquedos das crianças
Tabela de peso e altura para meninos de 0 a 2 anos
Tabela de peso e altura para meninas de 0 a 2 anos

Sobre Almanaque dos pais

Conteúdo produzido pela equipe do Almanaque dos pais.

Veja também

Regras para visitar bebê recém-nascido e dicas de presentes

A vontade de conhecer o mais novo membro da família, ou o filho daquele grande …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.