Home / Colunistas / Dra. Genevieve Coelho / Dieta mediterrânea é boa para a fertilidade

Dieta mediterrânea é boa para a fertilidade

Os países ao redor do mediterrâneo são famosos por sua beleza, alegria e boa comida. Apesar de que a comida pode ser bastante diferente entre os países dessa região, algumas características gastronômicas unem esses territórios. O que se destaca da dieta mediterrânea é principalmente a gastronomia italiana, espanhola e grega, que combinam receitas ricas em verduras, legumes, azeite e peixe.

dieta-mediterranea

A dieta mediterrânea é famosa por ser equilibrada, boa para o coração e contribuir para a longevidade, além de ser muito saborosa. O que talvez você não saiba é que a alimentação mediterrânea também pode te ajudar a engravidar, pois aporta nutrientes importantes para a fertilidade.

Apesar da alimentação não ser suficiente em casos de infertilidade mais graves, pode ajudar a resolver aquelas pequenas dificuldades que estão sendo provocadas pela carência nutricional. Portanto, os primeiros passos para conseguir a gravidez devem começar por uma alimentação equilibrada e também atividade física moderada. Além disso, os benefícios de um corpo saudável é a melhor herança que você pode dar aos seus descendentes!

O que há de especial na dieta mediterrânea?

Os benefícios da alimentação mediterrânea são uma consequência da combinação de pouca proteína animal, muita fibra, proteína vegetal, ômega 3 e níveis mais baixos de hidrato de carbono.

Homens e mulheres que querem manter sua fertilidade devem ter uma alimentação rica em Vitamina A, B, C, D, E, além de fibras e ômega 3. Esses nutrientes estão presentes na dieta mediterrânea, que pode ajudar na diminuição de problemas ovulatórios, melhor desenvolvimento embrionário e melhora da resposta ao tratamento de reprodução humana.

Convêm não exagerar

Os países do mediterrâneo costumam ter um alto consumo de café, algo que apesar de não parecer alterar a capacidade reprodutiva, convêm não exagerar, já que tomar muito café pode provocar ansiedade, algo que sabemos que não é bom para a fertilidade. Para não arriscar, procure não tomar mais que duas xícaras de café ao dia, o que corresponde a cerca de 200 mg de cafeína.

O consumo de álcool também é bastante comum em países mediterrâneos, assim como é na maior parte do mundo. No entanto, está comprovado seu malefício para a fertilidade. Os efeitos do álcool no organismo podem interferir no crescimento folicular, que fará a liberação do óvulo durante a ovulação, prejudicar a nidação e aumentar o risco de aborto. A qualidade dos espermatozoides também é reduzida por influência do álcool.

Estilo de vida saudável

Uma vida ativa com atividades físicas é uma forma eficaz para diminuir o estresse, manter o peso, melhorar o humor, dormir melhor e, como consequência, manter a fertilidade no seu melhor nível.

A obesidade prejudica fertilidade, porém mesmo em casos onde é necessário perder peso para aumentar as chances de gravidez. Se precisar perder peso, opte por uma dieta equilibrada como a mediterrânea, no lugar de adotar dietas restritivas que não aportam os nutrientes necessários para manter a saúde e reduzir o peso ao mesmo tempo.

A infertilidade é uma doença que atinge 15% da população, além disso a partir dos 35 anos da mulher, a fertilidade cai naturalmente, independente o estilo de vida. Portanto, após um ano tentando engravidar, é preciso que o casal consulte um especialista em reprodução humana para realizar uma avaliação da fertilidade e receber orientação médica especializada.

Sobre Dra. Genevieve Coelho

Dra. Genevieve Coelho
Dra. Genevieve Coelho é ginecologista especialista em reprodução humana pelo Instituto Valenciano de Infertilidade (IVI), na Espanha, e especialista em vídeo cirurgia pelo Instituto São Rafael em Milão, Itália. Dirige o IVI Salvador desde sua fundação em 2009. www.ivi.net.br (71) 3014 9999

Veja também

Insegurança, como você lida com ela?

Insegurança, como você lida com ela? É tempo de reconhecer e mudar Insegurança… Sentimento de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.