Home / Colunistas / Dra. Genevieve Coelho / Sintomas da infertilidade

Sintomas da infertilidade

A infertilidade na maioria das vezes não produz sintomas, ou seja, ela pode atuar de forma silenciosa quando tudo parece estar bem. No entanto, existem alguns sintomas da infertilidade e condições que servem de alerta.

sintomas da infertilidade

A dificuldade para engravidar também pode surgir a partir de um acúmulo de pequenos detalhes que isoladamente não afetam a fertilidade do homem e da mulher. Por este motivo, muitas vezes é difícil identificar a causa da infertilidade ou definir sintomas para este problema que atualmente atinge cerca de 15% da população mundial.

Para prevenir a infertilidade, o casal deve manter um estilo de vida saudável e fazer revisões de saúde periódicas, além de consultar um especialista pós um ano de tentativas de gravidez.

Alguns sintomas de risco para a fertilidade:

Ciclo irregular

Irregularidade do ciclo menstrual não determina que uma mulher é infértil, porém pode ser um sinal de alerta para uma eventual irregularidade hormonal que pode afetar o funcionamento normal do aparelho reprodutor. A irregularidade do ciclo passa desapercebida pelas mulheres que fazem uso de anticoncepcionais, pois esta medicação simula um ciclo regular ou bloqueiam o ciclo menstrual, e somente quando o uso do método anticoncepcional em questão é interrompido, este problema se revela.

Como comprovar que o ciclo irregular não afetou a fertilidade?

Manter uma avaliação da fertilidade periódica, que pode ser realizada inclusive sem interromper o uso de anticoncepcionais com o exame Antimülleriano, é uma forma de descartar o risco de infertilidade.

Cólicas muito fortes

As cólicas menstruais não têm relação com a fertilidade, mas sim podem estar relacionadas com a endometriose, uma patologia que pode provocar a obstrução das trompas ou outros órgãos do aparelho reprodutor feminino. Mulheres que sofrem com cólicas muito fortes ou possuem casos de endometriose na família, devem estar atentas para impedir que a evolução dos focos da endometriose afetem a fertilidade.

Como saber se minha cólica está relacionada com a endometriose?

Existem dois exames capazes de identificar a endometriose. A ultrassonografia transvaginal com preparo intestinal e a ressonância magnética. Ambos estudos devem ser realizados por especialistas experientes em identificar a endometriose, que pode passar desapercebida por olhos menos treinados para detectar esta doença.

No caso de um diagnóstico positivo para a endometriose, não há razão para pensar que suas chances de ser mãe acabaram. No entanto, é necessário um acompanhamento médico multidisciplinar para impedir que a endometriose afete a fertilidade.

– “Varizes” nos testículos:

A varicocele é uma condição que afeta as veias que transportam o sangue nos testículos. Ela pode ser identificada pela presença de veias parecidas com as varizes ou inclusive pode provocar dor. A varicocele afeta 15% da população masculina e é responsável por 40% das causas de infertilidade do homem.

Como impedir que a varicocele afete fertilidade?

Dependendo do nível de dilatação das veias provocada pela varicocele, a dificuldade de engravidar pode ser maior. Os tratamentos mais comuns para esta patologia é a cirurgia ou embolização venosa.

Quando o tratamento da varicocele não devolve a fertilidade normal do homem, é indicada a Fertilização in Vitro com a técnica ICSI, onde é preciso selecionar um espermatozoide para ser introduzido diretamente no óvulo.

– Obesidade

Apesar da obesidade não ser um sintoma, sua presença reduz bastante as chances de gravidez dos homens e das mulheres. Por isso, o controle do peso e uma dieta equilibrada são importantes.

Como prevenir a infertilidade se não tenho sintomas?

É mais fácil solucionar um problema quando existe uma forma de perceber que algo não está bem. Nestes casos, os sintomas podem ajudar a identificar e tratar de forma precoce um fator que poderia afetar a fertilidade futura.

Porém, infelizmente os sintomas que podem alertar para o risco de infertilidade são poucos em comparação com as possíveis causas da infertilidade. Portanto, além de manter hábitos saudáveis, é importante manter exames periódicos para o monitoramento da fertilidade.

Você também vai gostar de ler:

Varicocele representa 40% das causas de infertilidade masculina
Infertilidade sem causa aparente
Infertilidade secundária, a dificuldade de engravidar novamente
Doença sexualmente transmissível – DST- pode causar infertilidade?

Sobre Dra. Genevieve Coelho

Dra. Genevieve Coelho
Dra. Genevieve Coelho é ginecologista especialista em reprodução humana pelo Instituto Valenciano de Infertilidade (IVI), na Espanha, e especialista em vídeo cirurgia pelo Instituto São Rafael em Milão, Itália. Dirige o IVI Salvador desde sua fundação em 2009. www.ivi.net.br (71) 3014 9999

Veja também

Insegurança, como você lida com ela?

Insegurança, como você lida com ela? É tempo de reconhecer e mudar Insegurança… Sentimento de …

Um comentário

  1. Lendo esse post eu me lembrei que praticamente assisti um casal que sofreu muito por não conseguirem ter seus filhos, eu me lembro até hoje que era o sonho da vida deles ver seus filhos correndo, brincando pela casa toda… Trata-se de meu tio com minha tia por parte de meu pai.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.