Home / Colunistas / Dra. Genevieve Coelho / Aborto afeta a fertilidade?

Aborto afeta a fertilidade?

O aborto que acontece naturalmente é mais comum do que muita gente imagina, pois ocorre em cerca de 20% das gestações reconhecidas. O aborto não afeta a fertilidade, no entanto quando se repete mais vezes, pode existir um problema de fertilidade que precisa ser investigado e tratado adequadamente.

A fertilidade não é apenas conseguir engravidar, ela também consiste em conseguir levar a gravidez até o nascimento do bebê. Após um aborto, entre 80 e 90% das mulheres terão uma gravidez normal, enquanto o risco de apresentar três abortos será de 1%.

aborto

Por que ocorre o aborto?

Existem diversas possíveis causas para o aborto, e também causas que a ciência ainda não conseguiu identificar. Grande parte dos abortos tem relação com alterações genéticas que inviabilizariam o nascimento de um bebê saudável. As principais causas são:

– Alterações genéticas

– Disfunções endócrinas

– Infecções

– Reações autoimunes

– Alterações anatômicas na cavidade uterina

Quando o aborto acontece mais de três vezes é preciso analisar em detalhe a situação que é denominada aborto de repetição ou perda gestacional recorrente.

Cada causa de aborto exige um tratamento específico, sendo que quando a causa não foi identificada e há uma suspeita de causa genética, por exemplo, a realização do diagnóstico genético de embrião aumenta as chances de conseguir a gravidez. Através da coleta de algumas células para análise, são identificados os embriões com alterações cromossômicas que podem desenvolver doenças graves ou impedir que o feto evolua durante a gestação. Com os resultados do teste genético, é possível transferir ao útero materno o embrião com melhores possibilidades de nascer com saúde.

Riscos de aborto conforme idade

Quando a paciente tem idade superior a 35 anos, o diagnóstico de aborto de repetição é dado a partir do segundo episódio de perda gestacional, pois a idade é um fator de risco. Veja as estimativas de risco de aborto da Sociedade Americana para Medicina Reprodutiva (ASRM):

  • Menos de 35 anos: 14%
  • De 35 a 37 anos: 19%
  • De 38 a 40 anos: 25%
  • De 40 a 45 anos: 40%
  • Acima de 45 anos: até 60%

 

Investigação após aborto

Em casos de abortamento onde existem complicações como, por exemplo, a não expulsão espontânea do feto, é necessário o procedimento de curetagem. Após curetagem, analisar o material coletado pode dar respostas sobre o motivo do aborto. Independente de fazer curetagem, o especialista pode solicitar outros exames para investigar as causas da perda gestacional após o aborto.

Cada possível causa de aborto citada anteriormente deve ser investigada para evitar a repetição da perda, que causa muita dor psicológica, e também ajudar a mulher a lidar com sentimentos que surgem, como a tristeza e sentimento de culpa.

Sobre Dra. Genevieve Coelho

Dra. Genevieve Coelho
Dra. Genevieve Coelho é ginecologista especialista em reprodução humana pelo Instituto Valenciano de Infertilidade (IVI), na Espanha, e especialista em vídeo cirurgia pelo Instituto São Rafael em Milão, Itália. Dirige o IVI Salvador desde sua fundação em 2009. www.ivi.net.br (71) 3014 9999

Veja também

Insegurança, como você lida com ela?

Insegurança, como você lida com ela? É tempo de reconhecer e mudar Insegurança… Sentimento de …

32 comentários

  1. Olá Dr. tive um aborto a 5 meses atrás com 7 semanas e 3 dias de gestação (o embrião parou de desenvolver na 6° semana), fiz a curetagem e dos restos da gestação foi feito uma biopsia, segundo meu Ginecologista resultado normal. Me orientou a interromper as tentativas por 3 meses e assim fiz. No 4° mes iniciei novamente as tentativas, uns 2 dias antes da data prevista para menstruação tive um pequeno sangramento tipo um corrimento de cor acastanhado que durou 2 dias, 4 dias depois do aparecimento do corrimento fiz um teste de farmácia no qual o resultado foi um linha bem fraquinha que quase não se via e 5 o teste de farmácia fiz um beta HCG quantitativo com resultado de 148 com 6 dias de atraso menstrual e no 11° dia de atraso menstrual comecei a ter um pequeno sangramento, imaginei que pudesse ser um novo aborto já que tinha um resultado positivo e minha menstruação nunca havia atrasando antes, exceto a primeira gestação, corri pronto socorro e a medica disse que estava tudo normal que não era para me preocupar com a gravidez e que poderia ocorrer o sangramento de nidação, expliquei que já havia notado esse sangramento porém ela não soube explicar nada sobre o assunto, e como continuei com sangramento foi a outro pronto socorro no dia seguinte, a essa altura já estava com sangramento vermelho vivo e com cólicas moderadas como se fosse menstruação, fiz um ultrassom e o medico me disse que não havia sinal de gestação e que inclusive o endométrio estava mto fino para ter ocorrido uma gestação… não entendi nada!!!!!
    3 dias após fui ao meu ginecologistas e de cara me chamou a atenção pois estava mto ansiosa e disse que isso é mais do que normal acontecer e que se eu não tivesse tão focada em engravidar eu iria entender apenas como um atraso menstrual qualquer, mas a primeira vez que minha menstruação atrasou foi qdo engravidei a primeira vez, perguntei se o corrimento marrom que tive 2 dias antes da data prevista para menstruação era de nidação, me disse que não podia ser e que eu não precisava me preocupar pois o que eu tive foi apenas uma gestação química que para medicina não é considerado uma gravidez ja que não houve implantação do embrião e que eu poderia continuar com as tentativas normalmente porque não houve aborto. Minha duvida é… de fato tive uma gestação química? realmente não houve tentativas de implantação do embrião? se não houve implantação, qual o motivo do corrimento de cor acastanhado a 2 dias da data prevista para menstruação, o fato de ter tido um aborto adicionado a esse episódio pode estar relacionado com minha idade (pois já estou com 39 anos)? ou com outros possíveis problemas?

  2. oi Dra.Genivieve tomei injeção trimestral por um ano parei em Dezembro e Minha menstruação veio em Março e desse mês pra Ka tento engravidar e ñ consigo…mês passado minha menstruação veio quase 15 dia fui no GO fiz uma ultra vaginal e ela disse q estava com cisto e passou um remédio chamado primolut pra mim tomar 10 dias…então tomei e quando terminou o remédio dois dias depois menstruei e tentei calcular meu dias férteis aparti dessa data posso engravidar ou estar grávida agora ou o cisto impede q eu engravide ?me ajuda por favor

    • Dra. Genevieve Coelho

      Olá Renata,

      O cisto não impede a gravidez, mas deve ser tratado antes de engravidar. Após tomar os remédios você fez novos exames para comprovar que o cisto desapareceu? É preciso fazer este seguimento. Aproveite a ocasião para fazer uma revisão da sua fertilidade com o ginecologista, ele irá pedir exames para medir seus níveis hormonais e também comprovar sua reserva ovariana.

      Boa sorte!

  3. Nilda Vilela

    Olá doutora ..boa noite
    Então a minha irmã já teve 4 aborto espontâneo retidocom 7 semanas, recentemente tive tbm um aborto incompleto com 7semanas será que se eu tentar novamente terei tbm esse problema de aborto habitual. .

    • Dra. Genevieve Coelho

      Olá Nilda,
      É muito importante, principalmente no caso da sua irmã, mas também seria bom no seu, fazer uma análise genética para identificar as causas de aborto, além de também fazer um estudo completo do aparelho reprodutor para identificar o que pode estar causando esta perda. Ter uma perda, não significa ter outras, mas quando há mais de duas repetições é preciso evitar passar por isso novamente.

      Encaminho o link com a explicação do exame que pode identificar as razões do aborto e o risco de repetição.
      http://www.igenomix.com.br/teste/analise-tecido-fetal-poc/

      Como agora será tarde para analisar os restos abortivos, o que vocês podem fazer é procurar um aconselhamento e fazer a revisão ginecológica completa para identificar a possível causa.

      Espero ter ajudado.
      Atenciosamente,

  4. Oi de. Minha medica me deu uma cartela de lydian pra eu tomar todos os dias no mesmo horário, ela falou q isso vai limpar o meu ovario mais eu não entendi direito o pq desse remédio, ela não me explicou direito so falou q eu tenho pequenos cistos q não posso ter filhos porquê não estava ovulando, e que era pra eu tomar esse remedio pq ia limpar e eu iria ovular mais eu não sei ate quando e pra tomar pq ela so meu 1 cartela de remédio e não me disse mais nada, ela nem me deixou falar nada direito so me perguntou se eu queria tomar o remédio e me deu. E so isso não me disse mais nada! E eu estou aki voando sem saber o q fazer quando terminar o remédio que tem 21 comprimidos! Por favor pode me explicar o que devo fazer!

    • Dra. Genevieve Coelho

      Olá Carine,

      LYDIAN é utilizado no tratamento de doenças relacionadas aos hormônios andrógenos na mulher, tais
      como a acne, principalmente nas formas pronunciadas e naquelas acompanhadas de seborreia,
      inflamações ou formações de nódulos (acne papulopustulosa, acne nodulocística); casos leves de
      hirsutismo (excesso de pelos) e síndrome de ovários policísticos (SOP).

      Siga as instruções de sua ginecologista. Após o período ela irá fazer uma nova avaliação e observar sua estabilização.

      Se quiser saber um pouco mais sobre a síndrome dos ovários policísticos, leia este artigo: http://blog.ivi-fertilidade.com/pt-br/ovarios-policisticos/

      Atenciosamente,

      • Então quer dizer que eu tenho essa síndrome?
        E tbm tem outra coisa, esse remédio me enjoa de mais.
        E norma?

  5. Débora Thais

    Bom dia Dra! Minha menstruação foi embora dia 08/02/2016 e até hoje não veio mais. Notei umas coisas diferentes e hoje acordei com os seios doloridos. Tenho possibilidade de estar grávida? Obrigada!

    • Dra. Genevieve Coelho

      Olá Débora, você fez um teste de gravidez? Com um atraso tão grande não deveria estar esperando tanto tempo.

      Caso não esteja grávida, precisa marcar uma consulta com seu ginecologista, pois irregularidades desse nível no ciclo menstrual precisam ser avaliadas por um especialista.

      Boa sorte! Estou à disposição!

  6. Oi doutora. Já peguei o resultado da minha transvaginal e la no resultado ta escrito assim polimicrocistose ovariana!
    Eu ainda vou levar o resultado pra minha ginecologista quarta-feira. Mais eu qro saber o q isso significa?
    Por favor me ajude estou preocupado em ñ poder mais ter filhos pois e um sonho q eu tenho em ser mãe em breve!

  7. Oi a minha irmã falou que o medico disse q eu estou com um cisto no ovário direito.
    Vou pegar o resultado mesmo segunda-feira e vou levar pra medica. Quando eu souber volto pra contar.
    Mais quero saber se ñ vou poder mais engravidar?

    • Dra. Genevieve Coelho

      Olá Carine,
      isso parece ser uma boa notícia, no sentido de não ser grave! sua médica vai te orientar para o tratamento. No caso, não teria relação alguma com o aborto que sofreu, no entanto, recomendo que além do cisto, você faça uma revisão mais ampla sobre sua fertilidade para entender a causa do aborto anterior e preparar-se para a gravidez com o mínimo de riscos possível.

      depois você conta como foi

  8. Oi Dr. Minha irmã disse q o médico falou q eu estou com um cisto no ovario direito, vou pegar o resultado mesmo segunda feira, e voltarei pra dizer se é isso mesmo.
    Mais se for, isso vai impedir de eu ter um filho?

  9. Oi eu ja tento a mais de dois anos engravida minha menstruação atraza muito e nada .esse mês passado ovulei e tive relações no mesmo dia sentir todas as sensações de fertilização mais ontem veio a minha menstruação com muita dores e pedaços preto .eu queria entender melhor pq todo mês passo por isso

    • Dra. Genevieve Coelho

      Olá Priscila,

      Se sua menstruação é irregular é mais difícil estimar quando a ovulação aconteceu realmente. Você já consultou um especialista em reprodução humana? Após um ano de tentativas sem conseguir a gravidez é muito importante consultar um médico.

      Não adie sua consulta muito tempo, ok? Pois qualquer alteração que pode ser leve hoje, caso não seja solucionada, pode complicar suas chances de conseguir a gravidez.

      Espero ter ajudado.

      • Bom dia Dra.
        Tenho 24 anos, tomava AC Tamisa 30 desde Out/2015 e tomei o último comprimido em 7/3/16, menstruei em 12/3/16 e não tomei mais. Pelos meus cálculos, a data da ovulação seria 26/3/16 (Sábado), mas tive relação sexual em 23/3/16 e na madrugada de 26 para 27/3. Existe a possibilidade de ter engravidado? Aguardo ansiosamente!

        • Corrigindo, tomo desde OUT/2010!!!

        • Dra. Genevieve Coelho

          Olá Julia,

          É cedo para dizer, possibilidades existem, mas você só poderá saber mesmo quando sua menstruação estiver atrasada mais de 2 semanas e você fizer um teste de farmácia.

          Por enquanto fique tranquila! e se está tentando engravidar não deixe de consultar um ginecologista para que ele te faça uma revisão e receitar o Ácido Fólico, que é recomendável começar a tomar 3 meses antes de engravidar.

          Boa sorte!!!

    • Almanaque dos pais

      Olá Priscila,
      Como você já é tentante há 2 anos o mais indicado é que você procure um especialista em fertilidade para avaliar você e seu companheiro e, assim, avaliar se será necessário algum tratamento para que você consiga o seu tão sonhado positivo.
      Beijos

  10. Oi já fiz minha ultrassom transvaginal, e na hora que o médico estava falando o que era para a assistente anotar, eu ouvi ele dizer alguna coisa de policístico dai pesquisei na internet q isso significa q são pequenos microcistos no ovário e vi la q mulheres q tem essa síndrome ñ é difícil de engravidar talvez até impossível.
    A minha duvida e se realmente eu tiver isso não vou poder engravidar e se isso aconteceu por conta do aborto q sofri?
    Irei pegar o resultado na quarta feira e voltarei pra falar se realmente é isso, mais por favor me respondo essa pergunta pois estou muito intrigada com isso!

    • Dra. Genevieve Coelho

      Olá Carine,

      Se seu médico falou em ovários policísticos, você precisa ter certeza para poder começar o tratamento. Quando tiver o resultado do transvaginal converse com seu ginecologista.
      É possível engravidar tendo ovários policísticos, é mais difícil com síndrome dos ovários policísticos, mas não é impossível. No entanto é preciso fazer um tratamento para facilitar a gravidez.

      Encaminho um link para você com mais informações sobre os ovários policísticos.
      http://blog.ivi-fertilidade.com/pt-br/ovarios-policisticos/

      boa sorte e tudo de bom!

  11. Muito obrigada doutora me ajudou muito já estou perto de marca minha ultrassonografia transvaginal, ta bom ñ vou tomar nenhum remédio afinal nunca gostei tbm de tomar nada sem prescrição médica mais fiquei sabendo q o acido fólico e bom pra evitar que o bb tenha más formações e tem q ser tomando uns meses antes de engravidar é verdade? Há e assim q tiver o resultado da minha ultra voltarei pra contar!!!
    Muito obrigada me ajudou muito

    • Dra. Genevieve Coelho

      Olá Carine,

      Fico feliz de poder ter ajudado. Tomou uma boa decisão sobre os remédios e o ácido fólico é muito importante. Você toma durante 3 meses antes da gravidez e também no primeiro ao menos durante o primeiro mês de gravidez.

      Estaremos esperando notícias tuas por aqui!
      Boa sorte e tudo de bom.

      • Olá dra, boa noite!
        Já fiz uma ultra, e na hora que o médio pediu para assistente anotar as coisas observei que ele falou, utero o policisto alguma coisa assim, ai eu fiquei meia intrigada e reolvi pesquisar na net e quando abri estava la escrito q era pedaços de cistos ou microcistos ai li o post todo e observei que estava falando q isso e uma síndrome e muitas mulheres que tem ñ conseguem engravidar.
        A minha dúvida e que se eu realmente não posso ter filho e tbm pq isso ocorreu se foi por conta do aborto que sofri?
        Vou pegar o resultado quarta-feira agora, e volto para falar se realmente foi isso. Mais por favor me adiante alguma coisa pois estou muito intrigada com essa historia.

  12. Olá Dra. Tenho 39 anos uma filha de 5 anos q nasceu de cesariana por opção. No final de 2014 tive uma gestação anembrionada, fiz o procedimento de curetagem, fiz vários exames depois disso e tava td bem, no início do ano 2016 descobri q estava grávida novamente, mais tive outra gestação anembrionada. Minha última menstruação foi dia 05 de Dezembro no dia 25/01/2016 fiz a ultrasson mais não foi possível visualizar o embrião q pelas contas do meu médico estaria de 7 semanas e 2 dias, mais pela ultrasson estaria de 5 semanas e 3 dias, depois de uma semana voltei para fazer outra ultrasson e nada de evolução, e o diagnóstico foi outra gestação anembrionada… Gostaria de saber se tenho chances de engravidar novamente? Obrigada

    • Dra. Genevieve Coelho

      Olá Andreia,

      Não posso responder com propriedade sem uma avaliação profunda do seu caso, incluindo exames específicos. Quando a evolução da gravidez se interrompe da forma que comentou é preciso fazer uma análise genética sua e de seu parceiro e talvez inclusive do embrião antes de implantá-lo. Com a idade este tipo de problema se agrava, por isso no seu caso é importante não perder tempo.

      Existem tratamentos para conseguir a gravidez, e apesar que pode ser difícil engravidar de forma espontânea, você têm chances de engravidar com reprodução assistida. De todas formas, tudo que digo aqui são possibilidades, a certeza você só pode obter com o diagnóstico de um especialista na mão.

      Marque uma consulta com um especialista em fertilidade e não desista do seu sonho!

  13. Oi minha mãe me deu o remédio albendazol quando estava grávida ela veio com uma história dizendo q eu tava com corrimento e a médica da patroa dela mandou eu tomar esse remédio q ela tinha comprado eu tomei na inocência logo depois minha menstruação desceu em pedacinhos sentir muita coloca calor e frio ao mesmo tempo. Eu tinha 14 anos hoje tenho 16 não fiz nenhum tipo de coletagem ate pq ñ tinha certeza q estava grávida mais minha menstruação tava atrasada e minha mãe tbm não me disse nada…
    Gostaria de saber se posso ter algum problema em engravidar… Pois agora estou perto de terminar meus estudos e no futuro quero dar um filho ao meu marido e q cuidados eu tenho q tomar me indique tbm algum remédio q ajudem a engravidar.

    • Dra. Genevieve Coelho

      Olá Carine,

      Provavelmente você não terá problemas, mas para tirar dúvidas e saber se está tudo bem com seu aparelho reprodutor você pode consultar um ginecologista para que ele faça uma ultrassonografia para comprovar que tudo está bem.

      Os cuidados que você deve tomar são o de cuidar da sua saúde não fumar, não consumir altas quantidades de álcool e também evitar a obesidade, pois estes fatores podem prejudicar a capacidade de engravidar.
      Você não precisa de indicação de remédios para engravidar. Jamais tome remédios sem a prescrição médica, pode ser muito perigoso para sua saúde e para a sua fertilidade futura.

      espero ter ajudado. Boa sorte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.