Home / Colunistas / Dra. Taila Billa / Dor de dente? Saiba o que fazer para ajudar no diagnóstico

Dor de dente? Saiba o que fazer para ajudar no diagnóstico

Quem já teve dor de dente sabe do que estou falando, aquela dor chata que vai aumentando com o passar do tempo, alguns dizem que parece um choque, outras dizem que parece uma agulhada.

dor-de-dente

Bom, todas as descrições estão certas, mas cada uma representa um problema e para tratar devemos identificar a sua causa.

A dor de dente é um desconforto no dente ou ao redor dele que pode ser causado por cáries, restos de alimentos entre os dentes, infecções com produção de pus, traumatismos, erupção do siso e até reflexo de algum problema em outra região como sinusite e dor de ouvido. Por isso, procure ajuda médica ou odontológica para diagnosticar a dor e indicar o tratamento certo para o seu caso.

Por ter várias causas, seu diagnóstico pode ser complicado e por isso devemos observar várias dicas que nosso organismo dá.

Para facilitar o diagnóstico, fique atento com as seguintes perguntas:

  • Quando a dor de dente começou?
  • Rápida ou longa duração?
  • Qual a intensidade? Precisa de remédio para melhorar?
  • Onde a dor está localizada? Em um único dente ou em uma região?
  • O que faz a dor de dente piorar? Comidas ou bebidas frias e/ou quentes? Doces?
  • Dói ao mastigar?
  • Tem dor ao tocar o local? Gengiva ou dente?
  • Dói depois de fazer esforço físico?
  • O que faz a dor melhorar? Remédio, compressa quente/fria ou quando está em repouso?
  • Que outros sintomas você tem? Febre ou pus?
  • Teve algum trauma recentemente?
  • Quando foi sua última visita ao dentista? Comente sobre o histórico médico e odontológico.

Sobre Dra. Taila Billa

Dra. Taila Billa é dentista especialista em ortodontia com aperfeiçoamento em cirurgia bucal. Atende em consultório próprio na cidade de Taubaté - SP. Contato: (12) 3026-8789.

Veja também

É verdade que problemas na tireoide causa aborto?

Apesar de que ter problemas de tireoide não significar que o aborto irá acontecer em todos os casos, se relaciona também com riscos ligados à fertilidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.