Home / Mamãe / Comportamento / Mães viciadas em smartphone

Mães viciadas em smartphone

Quem convive comigo sabe que há algum tempo dei um basta no smartphone em alguns momentos da minha vida, e o que me motivou a essa decisão foi desejar que meus filhos não fizessem com eu, que utilizava momentos em família para me isolar com meus amigos e jogos virtuais.

Não é novidade para ninguém que filhos tendem a imitar as atitudes dos pais, as crianças observam e gravam muito mais os atos do que as palavras dos adultos. Ter seus atos imitados pelos seus filhos pode se tornar um pesadelo quando você age completamente diferente do que você prega ser o correto.

Em um exemplo mais radical, é você esperar que seu filho de 18 anos dirija com cautela e seguindo as leis de trânsito, sem notar que durante toda sua vida como passageiro no carro dos pais ele teve como exemplo a cortada naquele carro mais lento, a ultrapassagem em local proibido (até mesmo pelo acostamento), ou o desrespeito à velocidade da via com o argumento de que na Alemanha não existe essa bobeira de limite de velocidade e podemos dirigir na velocidade que consideramos confortável.

Foto: Janice Croze de www.5minutesmom.com
Foto: Janice Croze de www.5minutesmom.com

E foi num momento de observação que percebi o quão ridículo é estar rodeado de pessoas e se isolar em suas conversas pelo smartphone. Confesso que virou picuinha da minha parte, quando vou a um restaurante ou café meus olhos já buscam por pessoas que ignoram seus acompanhantes para ficar trocando mensagens ou jogando pelo celular. Muitas vezes a família toda faz o mesmo e os que não o fazem ou estão sozinhos olhando para o horizonte com cara de tédio, ou estão vivendo de verdade, papeando olho no olho, vendo e sendo vistos, podendo expressar suas emoções sem emoticons. E é isso que eu quero para mim e minha família!

Quero que meus filhos se sentem à mesa e conversem sobre seu dia, suas dúvidas e sonhos. Que possamos assistir a um filme na sala juntos, comendo pipoca e com celulares desligados. Que eles possam, como eu, ignorar quando a tela do celular acende sinalizando que uma nova mensagem chegou – Acredite, se for urgente vão ligar para você – e continuar vivendo com quem está ao seu lado.

Também desejo que meus filhos prezem os momentos com os amigos, que observem pela janela do carro os prédios antigos ou a natureza, que queiram passear para ver o mundo e conhecer pessoas, que gostem de estar acompanhados. Um sentimento novo e delicioso é chegar na casa de uma pessoa e se sentir mais importante que aquelas mensagens de WhatsApp, saber que ela deixou o smartphone de lado para prestigiar sua visita.

Sou sim uma viciada em smartphone, notebook, tablets e afins. Não é raro eu deitar em minha cama e dormir com o celular na mão enquanto lia mensagens ou mexia em aplicativos. Segundo uma pesquisa do BabyCenter.com, cerca de 76% das mães dormem com o celular ao lado da cama – iupiii, não estou sozinha!

Também assumo que tenho jogos instalados para mim e jogos para meus filhos, mas protejo meu aparelho com senha para que eles só joguem ou assistam vídeos quando eu permitir – cá entre nós, quem nunca recorreu aos jogos e vídeos no celular para acalmar as crianças que jogue a primeira pedra!

E por eu ser assim, essa viciada em smartphone assumida, que me disciplino para ser melhor, mais livre e mais atenta às necessidades de quem está em minha volta. Quem está ao alcance de meus olhos é a minha prioridade, o WhatsApp e Facebook pode esperar.

 

Sobre Monica Romeiro

Monica Romeiro
Monica Romeiro é mamãe babona e apaixonada do Lucas - nascido em janeiro de 2011 - e da Larissa - nascida em julho de 2012 -, casada, publicitária por formação e empreendedora na Internet por paixão – paixão por criar, ler, escrever, pesquisar, colaborar, navegar, ajudar e compartilhar suas experiências. Escreve (sem papas na língua) sobre maternidade e dá dicas sobre empreendedorismo.

Veja também

Posso me depilar durante a gravidez?

Sim, a mulher pode se depilar durante a gravidez, porém nem todos os métodos são seguros e vou falar de cada um deles para você não ficar com nenhuma dúvida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.