Home / Colunistas / Dra. Silvana Chedid / Quanto tempo esperar antes de procurar um especialista em reprodução humana?

Quanto tempo esperar antes de procurar um especialista em reprodução humana?

Quando um casal tem intenção de ter filhos o ideal é preparar-se com antecedência. Fazer uma revisão geral, melhorar os hábitos de alimentação e evitar o sedentarismo certamente são atitudes que aportam benefícios para os pais e o futuro bebê. Para quem está tentando engravidar faz tempo e já vem seguindo estes conselhos sem conseguir o resultado positivo, quanto tempo esperar antes de consultar um especialista em reprodução humana?

Foto: Scott Snyder
Foto: Scott Snyder

O tempo recomendado para procurar um especialista em Reprodução Humana vai depender da situação do casal:

– Caso não exista histórico de infertilidade dentro da família e a mulher tem menos de 35 anos, o casal não precisa se preocupar durante 12 meses, prazo para atingir 90% de chance de gravidez para quem está praticando relações sexuais sem proteção e frequentes (2 a 3 vezes por semana).

– Para o restante dos casos citados, ou seja, mulher com mais de 35 anos e/ou existência de casos de infertilidade na família, recomenda-se procurar um especialista em reprodução humana após 6 meses de tentativas, para desta forma identificar um eventual problema e receber tratamento o mais rápido possível, pois quando se trata de infertilidade o ideal é não demorar para iniciar o tratamento.

Vale lembrar que a espécie humana não tem um alto poder reprodutivo, segundo a Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva (sigla em inglês ASRM), estima-se que as chances de gravidez são de 25% para cada ciclo de ovulação da mulher. Esta porcentagem diz respeito a mulheres menores de 35 anos; depois desta faixa etária o potencial reprodutivo diminui rapidamente e, depois dos 40 anos, a possibilidade de gravidez por mês é inferior a 10%.

A decisão de procurar um especialista em reprodução humana é o primeiro passo para conhecer a existência de um eventual problema, que muitas vezes pode ser solucionado facilmente. Também é importante que o casal seja examinado, porque a origem da infertilidade pode ser um fator combinado, ou seja, ter influência dos dois membros do casal.

Sobre Dra. Silvana Chedid

Dra. Silvana Chedid
Dra. Silvana Chedid (CRM 57672) é especialista em Reprodução Humana pelo Center for Reproductive Medicine da Universidade de Bruxelas (Bélgica). Por 15 anos dirigiu o CEPERH (Centro de Endoscopia Pélvica e Reprodução Humana do Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo) e por 10 anos sua clínica própria, que foi incorporada ao grupo espanhol de medicina reprodutiva IVI em 2012. www.ivi.net.br

Veja também

muco hostil

Muco cervical hostil, ou muco hostil. O que é, como identificar e o que fazer

O muco cervical hostil, ou simplesmente muco hostil, é considerado por alguns especialistas em fertilidade …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.