Home / Papai / Saúde / Infertilidade / Problemas nos espermatozoides – causa mais comum da infertilidade masculina

Problemas nos espermatozoides – causa mais comum da infertilidade masculina

espermatozoide-fecundacaoAs causas de infertilidade têm a mesma possibilidade de serem de origem masculina, quanto de origem feminina (30% para ambas). Outras razões, 20% dos casos, podem ser devido a causas mistas ou combinadas e os outros 20% por fatores não identificados.

No caso do homem, Dra. Silvana Chedid, diretora da clínica de Reprodução Humana IVI de São Paulo relata que os problemas nos espermatozoides são as causas mais frequentes de infertilidade masculina. São eles:

Baixa quantidade

A Organização Mundial de Saúde (OMS) estabelece como quantidade normal de espermatozoides 20 milhões por milí­metro de sêmen. Estes casos são menos graves já que as técnicas de reprodução assistida permitem resolver este problema através da Fecundação in Vitro (FIV) ou a Injeção Intracitoplasmática (ICSI), que introduz o espermatozoide diretamente no óvulo.

Falta de mobilidade

Para este problema também existe solução: Fecundação in Vitro (FIV) ou a Injeção Intracitoplasmática (ICSI), dependendo do caso. As causas de escassa ou nula mobilidade podem ser ocasionais (infecções) ou permanentes (relativas a alguma condição genética).

Anomali­as genéticas

Dividem-se em duas possibilidades: anomalias genéticas nos cromossomos ou genes e anomalias que afetam apenas o canal germinal do homem e seus espermatozoides, estas alterações genéticas ligadas ao sexo são as únicas possibilidades onde é permitido escolher o sexo do bebê.

As anomalias genéticas também estão bem controladas mediante o estudo cariótipo (conjunto de cromossomos) do homem. A técnica FISH nos espermatozoides (Hibridação In Situ Fluorescente) e outros exames detectam enfermidades genéticas.

Principais técnicas para selecionar embriões:

– O DPI (Diagnóstico Genético Pré-implantacional) é uma técnica fundamental para identificar e selecionar embriões saudáveis e, desta forma, erradicar o problema.

– O MACS (Magnetic Actived Cell Sorting) é uma técnica de seleção de sêmen que aumenta 10% das possibilidades de êxito da gravidez e que consiste em dar um passo além das tradicionais técnicas de seleção de sêmen baseadas somente em sua morfologia e mobilidade. O MACS inclui outros fatores moleculares implicados na fertilidade. Têm como base um dos processos fisiológicos do organismo humano, a apoptose ou morte celular programada, ou seja, considera a vida das células e os distintos tecidos que nascem e têm um tempo limitado de vida e morrem.

Sobre Almanaque dos pais

Conteúdo produzido pela equipe do Almanaque dos pais.

Veja também

azoospermia

Homem com azoospermia pode ter filhos?

Azoospermia é a ausência de espermatozoides no esperma. Se trata de um caso de infertilidade masculina severa. De forma natural não é possível ter filhos...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.