Home / Filhos / Saúde / Vacinas / Vacina: Hepatite B

Vacina: Hepatite B

Quem deve ser vacinado

A primeira dose contra a Hepatite B é aplicada nas primeiras 12 horas de vida da criança.
A vacina contra Hepatite B é integrante do Calendário Básico de Vacinação Infantil do Ministério da Saúde do Brasil.

O que é a Hepatite B

A hepatite B é uma doença infecciosa inflamatória do fígado causada pelo vírus da hepatite B (HBV) que afeta seres humanos e alguns outros primatas.
O primeiro episódio da doença provoca inflamação do fígado, vômitos, icterícia (amarelamento) e, raramente, morte. Já a hepatite B crônica pode eventualmente causar cirrose ou mesmo câncer. A infecção pode ser prevenida através da administração em três doses da vacina contra hepatite B.
O vírus existe no sangue, saliva, sémen, secreções vaginais e leite materno de doentes ou portadores assintomáticos. Sua transmissão pode ser realizada por contatos diretos com saliva, sangue ou outros fluidos corporais, através de relações sexuais, no parto, transfusão de sangue ou partilha de seringas para injeção de drogas.

Aplicação em 3 doses

A vacina está disponível para todas as idades em quase todos os postos de saúde do país e é a medida mais eficaz de prevenção. Ela é injetável, ou seja, com uso de seringa.
– A primeira dose é aplicada nas primeiras 12 horas de vida do bebê;
– A segunda dose é realizada com 1 ou 2 meses de vida;
– A terceira dose é realizada com 6 meses de vida da criança.

*Crianças com peso inferior a 2kg ou com idade gestacional menor que 33 semanas, devem receber 4 doses da vacina: ao nascer, com 1, 2 e 6 meses de vida.
**Crianças e adolescentes não vacinados devem receber a vacina no esquema 0, 1 e 6 meses de intervalo.

Vacina integrante da Pentavalente e da Combinadas Acelulares

Desde 2012, no Programa Nacional de Imunizações (PNI), a vacina Pentavalente Brasileira (DTP/Hib/HB) foi incorporada aos 2, 4 e 6 meses de vida. Desta forma os bebês que são imunizados com essa vacina recebem 4 doses da Hepatite B.
Os bebês que são imunizados com as vacinas combinadas acelulares devem manter o programa de 3 doses, sendo que a segunda e terceira doses estão incluídas nas vacinas combinadas acelulares (DTPa/IPV/Hib/HB).

Reações à vacina

As reações mais frequentes são:
– ardência e/ou formação de nódulo no local da aplicação
– febre. Em caso de febre alta um antitérmico poderá ser indicado pelo médico.
– dor de cabeça
– cansaço
– calor
– desconforto
– tontura

Contraindicação:

A vacina é contra indicada em casos de gestação risco C, doenças graves – o paciente deverá se recuperar antes de tomar a vacina – e hipersensibilidade à levedura ou demais componentes da vacina.

Fontes: www.sbp.com.br e Wikipedia

Sobre Almanaque dos pais

Conteúdo produzido pela equipe do Almanaque dos pais.

Veja também

seringa12 VACINAS

Vacina Pentavalente – DTP+Hib+HB

A Vacina Pentavalente protege a criança de 5 doenças e substituiu a antiga Vacina Tetravalente, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.