Home / Colunistas / Monica Romeiro / Como a maternidade me tornou uma empreendedora

Como a maternidade me tornou uma empreendedora

Tenho sido procurada por mamães e papais para contar um pouco da minha experiência em trabalhar em um negócio próprio e como surgiu o projeto do Almanaque dos pais. Por isso resolvi usar o meu blog para dividir com vocês um pouco da minha história profissional e contar com detalhes como a maternidade me tornou uma empreendedora.

Reprodução: Household Budget
Reprodução: Household Budget

O sonho de cada 9 em 10 mães é estar perto de seus filhos, especialmente nos primeiros anos de vida para cuidar, educar, passar seus valores e estar disponível sempre que o filho precisar – seja por carência, resfriados, tombos e até mesmo na hora de preparar o alimento. Este sonho também era o meu, e surgiu assim que peguei meu primeiro filho no colo e já estava pensando que dalí a 6 meses precisaria deixá-lo em um berçário para trabalhar. Durante a licença maternidade comecei a arquitetar junto ao meu marido numa forma de trabalho que me desse liberdade para estar com meus filhos por mais tempo.

Não faz muito tempo que trabalhar em casa não abria muitas opções além vender salgados de festa, doces, comidas congeladas, artesanato e costura, tudo no boca-a-boca e porta-a-porta. Hoje com a Internet essa realidade mudou completamente e podemos pensar em milhares de profissões “Home Office”, como contadores, organizadores de festas e eventos, advogados, arquitetos, engenheiros, desenvolvedores de sistemas, enfim, com a Internet a gama de opções para trabalhar em casa são incríveis, inclusive vendendo produtos e serviços via e-commerce para todo o mundo.

Meu filho tinha apenas 9 meses quando descobri que estava grávida novamente, definitivamente eu não poderia voltar ao mercado de trabalho naquele momento! Outro fator de peso é que meu marido, que tinha o melhor salário entre nós, não poderia faltar ao trabalho quando um filho ficasse doente, ou mesmo sair mais cedo por qualquer emergência ou consulta médica de rotina. E eu, como faria com dois bebês e um novo emprego? Pois é, era hora de sentar e decidir como eu poderia contribuir financeiramente, com horário flexível e, claro, trabalhando com o que gosto.

Eu já tinha uma vasta experiência trabalhando e gerenciando sites e sistemas para Internet, e como meu marido sempre trabalhou com IT e poderia me ajudar muito com a parte tecnológica, nada mais natural que meu “novo emprego” fosse um site ou blog.

Definido esse primeiro passo, a segunda etapa era definir o assunto. Essa parte até que foi fácil, a maternidade rodeava minha vida, era o meu assunto do momento e minha curiosidade por saber sempre mais acabou me levando, naturalmente, a desenvolver um projeto sobre maternidade.

O nome Almanaque dos pais foi escolhido após muitas pesquisas e listas de opções que eram escritas e reescritas, até que eu me sentisse 100% satisfeita. Mesmo assim minha formação em Marketing me fez realizar pesquisas de aceitação do nome, assim como entender o que as pessoas esperavam encontrar em um site chamado Almanaque dos pais.

Através das informações coletadas começamos a desenvolver o layout, assuntos, primeiros posts, artigos, hospedagens… enfim, uma lista de itens e estratégias de lançamento que deixarei para explicar em um próximo post, afinal todos são extremamente importantes quando se quer criar um site ou blog.

Empreender é muito mais do que criar um site, empreender é desenvolver um novo negócio, é enxergar (ou criar) uma oportunidade para ajudar outras pessoas com serviços ou produtos de qualidade e diferenciados.

Nos próximos posts falaremos sobre pilares do empreendedorismo, dicas para ter sucesso nos negócios, dicas para mamães e papais organizarem seu tempo e conseguirem cuidar das crianças e da casa ao mesmo tempo que ganham dinheiro vendendo produtos ou serviços, além de muitas outras informações que ajudarão quem já empreende e quem gostaria de começar seu próprio negócio.

 

Dúvidas, sugestões de pautas ou qualquer outro assunto que quiser falar comigo basta escrever alí nos comentários que responderei com todo carinho!

Beijos e até o próximo post.

Sobre Monica Romeiro

Monica Romeiro
Monica Romeiro é mamãe babona e apaixonada do Lucas - nascido em janeiro de 2011 - e da Larissa - nascida em julho de 2012 -, casada, publicitária por formação e empreendedora na Internet por paixão – paixão por criar, ler, escrever, pesquisar, colaborar, navegar, ajudar e compartilhar suas experiências. Escreve (sem papas na língua) sobre maternidade e dá dicas sobre empreendedorismo.

Veja também

Posso me depilar durante a gravidez?

Sim, a mulher pode se depilar durante a gravidez, porém nem todos os métodos são seguros e vou falar de cada um deles para você não ficar com nenhuma dúvida.

2 comentários

  1. Muito legal a sua experiência de vida e o post! Estou ansiosa pelos próximos 🙂

    • Monica Romeiro
      Monica Romeiro

      Obrigada Celia! Você já é mamãe?
      Tenho muitas passagens para dividir com vocês e dicas que com certeza ajudará quem quer começar a empreender e ter mais liberdade para trabalhar e viver.
      Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.