Home / Colunistas / Monica Romeiro / Mãe: O melhor momento para abrir seu próprio negócio

Mãe: O melhor momento para abrir seu próprio negócio

O melhor momento para abrir seu próprio negócio

Durante a licença maternidade do meu primeiro filho, o Lucas, comecei a pensar em como seria minha vida trabalhando fora tendo um filho pequeno, e o que mais me preocupava era o que fazer quando ele ficasse doente, será que meu chefe entenderia que eu teria que faltar? Permitiria que eu trabalhasse de casa, já que Home Office não era uma política da empresa? E se eu precisasse sair mais cedo por conta de um chamado do berçário, como isso seria encarado?

Sair do emprego para cuidar da casa e do filho não era uma opção para mim, a minha renda também era importante no sustendo da casa, mas ao mesmo tempo trabalhar fora parecia uma roleta russa já que eu sentia que não teria um bom desempenho, afinal minha família sempre seria mais importante do que qualquer trabalho.

Foi em meio a essa turbulência emocional de final de licença maternidade com insegurança quanto à minha carreira que decidimos (eu e meu marido) que eu deveria me dedicar à família no primeiro ano de vida do Lucas e depois me recolocar. E não é que a Larissa, minha segunda filha, resolveu aparecer apenas 9 meses depois da chegada do Lucas? Pois é, eu estava grávida novamente e já havia me afastado do antigo emprego. Ficar mais 2 anos sem trabalhar seria uma baque muito grande em nossas finanças, então era hora de definir um novo plano de carreira e o que melhor se encaixava em minha vida era ser dona do meu próprio negócio, ser minha chefe e poder trabalhar de casa.

mulher-empreendedora-home-office-by-www-acostera-com

Foto: Reprodução www.acostera.com

Como mãe, esse foi o melhor momento para abrir meu próprio negócio. A necessidade de produzir e contribuir com o orçamento familiar foi conciliada com minha vontade de estar perto de meus filhos em seus primeiros anos de vida.

Ainda avaliando minhas necessidades pessoais, trabalhar em casa era fundamental, e com a experiência que eu já possuía em administração de websites, ficou evidente que este seria o melhor mercado para eu empreender.

Em meio a tanta empolgação, hoje sei que eu deveria ter estudado mais sobre o mercado que eu estava entrando, as informações que eu havia encontrado numa pesquisa superficial mostravam uma rentabilidade muito maior do que real. Certamente se fosse recomeçar eu teria alcançado meus bons resultados de hoje (3 anos de dedicação) em metade do tempo, e a experiência toda que adquiri com meus erros e acertos se tornaram fundamentais para os novos negócios que estou me dedicando.

Para que você não precise errar para aprender uma dica que lhe dou é: Estude bastante o mercado em que  deseja atuar antes de investir seu tempo e dinheiro. As primeiras impressões nem sempre são as reais, converse com vários empreendedores que já atuam nesse mercado e planeje com minúcia como você deve empreender para que obtenha os resultados que almeja.

Meu melhor momento para começar meu negócio foi quando me tornei mãe, e acredito que para muitas mulheres a realidade seja muito semelhante à minha. A maternidade muda nossas prioridades e vontades, nos torna mais fortes e guerreiras para lutar pelo bem estar nossa família, nem que isso signifique mudar completamente de carreira.

Não pense que ser dona de seu próprio negócio trará mais tempo livre, pelo contrário, quando você é sua própria chefe a cobrança é muito maior, já que seu empenho está diretamente ligado ao sucesso de sua empresa. Mas isso não é razão para desistir, pelo contrário, a satisfação em estar perto de sua família, trabalhando com o que realmente gosta e podendo administrar seus horários é incrível.

Empreender é como um vício saudável, quando você começa não consegue mais ficar acomodada.

Se você busca o melhor momento para abrir seu próprio negócio, posso lhe dizer que o melhor momento é aquele em que você está decidida a conquistar seu espaço, seja por necessidade financeira, por falta de tempo para sua família ou para a realização de um sonho. Se você tem certeza que é isso que você quer para seu futuro, o melhor momento é agora!

 

Você também vai gostar de ler:

Como encontrar tempo para ser mãe e trabalhar em casa
Quem você é e como deseja ser lembrado
Ladrões do tempo | Hábitos que detonam sua produtividade
Trabalhar em casa exige muita disciplina

 

Sobre Monica Romeiro

Monica Romeiro
Monica Romeiro é mamãe babona e apaixonada do Lucas - nascido em janeiro de 2011 - e da Larissa - nascida em julho de 2012 -, casada, publicitária por formação e empreendedora na Internet por paixão – paixão por criar, ler, escrever, pesquisar, colaborar, navegar, ajudar e compartilhar suas experiências. Escreve (sem papas na língua) sobre maternidade e dá dicas sobre empreendedorismo.

Veja também

Lei da cadeirinha para carro em Orlando e em toda Flórida EUA

Confira as regras e a lei da cadeirinha para carro em Orlando para crianças de 0 a 6 anos ou até 1,45m de altura e as regras da cadeirinha para Uber e Taxi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.