Home / Colunistas / Dra. Silvana Chedid / Não consigo engravidar, o que fazer?

Não consigo engravidar, o que fazer?

Crescemos com a ideia de que engravidar é fácil, muito fácil. Inclusive sempre conhecemos histórias de alguém que engravidou no primeiro deslize cometido (e pode ser que aconteça, razão pela qual quem não quer engravidar deve sempre utilizar um método de prevenção). Mas o que fazer se quero, mas não consigo engravidar?

Quando o casal está pronto para ter filhos e começa a tentar, precisa estar consciente que o mais provável é que não aconteça no primeiro mês, já que as chances de gravidez por ciclo das pessoas férteis gira em torno a 25% e vai diminuindo com a idade. Por isso, fique tranquila e aproveite o período de tentativas para fazer uma mudança de hábitos e também começar com alguns suplementos necessários para o melhor desenvolvimento do bebê. Aqui vão algumas dicas para preparar-se para a gravidez e aumentar as chances de engravidar:

Esse conselho vale para o casal, pois ambas as partes estão contribuindo para a herança genética dos futuros filhos, uma dieta adequada e saudável significa mais fertilidade e bebês mais saudáveis. Pare de fumar, não consuma drogas e abandone o sedentarismo, mas sem exagerar na prática de esportes.

  • Fazer um checkup:

Faça uma revisão de saúde e comprove que não possui hipertensão, diabetes ou doenças sexualmente transmissíveis que podem estar atuando de forma silenciosa no seu organismo, além da revisão ginecológica completa e atualização do calendário de vacinas.

Essa vitamina do grupo B (Vitamina B9) Possui propriedades antianêmicas e preserva o sistema imunológico. Sua função para quem está tentando engravidar não é aumentar a fertilidade e sim ajudar no correto desenvolvimento da medula espinal do bebê. É recomendável consumir suplemento de ácido fólico preferivelmente 3 meses antes da gravidez ou pelo menos 1 mês antes.

  • Esteja dentro do IMC normal:

Se estiver muito acima ou muito abaixo do peso você poderá ter mais dificuldade de engravidar. Muitas vezes com a redução de peso um quadro de infertilidade de uma pessoa obesa pode ser revertido.

  • Preste atenção no seu ciclo:

Aprenda a calcular seu período fértil, você pode aproveitar a consulta com o ginecologista para pedir orientação. Esta informação pode ajudar a programar o namoro, mas não se preocupe demais com a programação do sexo, pois isso pode acabar convertendo o sexo como um meio para a gravidez e não como um fim em si mesmo dentro da relação do casal.

  • Não espere demais para procurar um especialista em reprodução humana:

O casal onde a mulher tem mais de 35 anos deve consultar um especialista em reprodução humana após 6 meses de tentativas, se tiver menos de 35, o casal pode esperar até um ano. Sendo que consultar uma clínica de fertilidade não significa que será necessário um tratamento como a inseminação artificial ou fertilização in vitro; muitas vezes a dificuldade da gravidez pode ter origem em pequenas disfunções que quando corrigidas permitem o casal engravidar naturalmente.

 

Sobre Dra. Silvana Chedid

Dra. Silvana Chedid
Dra. Silvana Chedid (CRM 57672) é especialista em Reprodução Humana pelo Center for Reproductive Medicine da Universidade de Bruxelas (Bélgica). Por 15 anos dirigiu o CEPERH (Centro de Endoscopia Pélvica e Reprodução Humana do Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo) e por 10 anos sua clínica própria, que foi incorporada ao grupo espanhol de medicina reprodutiva IVI em 2012. www.ivi.net.br

Veja também

muco hostil

Muco cervical hostil, ou muco hostil. O que é, como identificar e o que fazer

O muco cervical hostil, ou simplesmente muco hostil, é considerado por alguns especialistas em fertilidade …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.