Home / Filhos / Recém-nascidos / Os sinais de que seu filho NÃO está mamando o suficiente

Os sinais de que seu filho NÃO está mamando o suficiente

Na primeira semana de vida é normal o bebê perder de 5 a 10% de seu peso, porém entre a segunda e terceira semana de vida ele já recuperou o peso perdido e comece a ganhar mais peso durante as próximas semanas. A perda de peso e demora em recuperá-lo traz muitas preocupações para as mamães nessas primeiras semanas de vida do bebê. Organizamos para você os sinais de que seu filho NÃO está mamando o suficiente e é hora de procurar por um atendimento pediátrico para receber orientações sobre amamentação e nutrição.

Foto: Oriol Martinez
Foto: Oriol Martinez

Os sinais de que seu filho NÃO está mamando o suficiente

  • O bebê não está recuperando o peso que perdeu na primeira semana de vida

No final da sua primeira semana de vida o bebê começa a recuperar o peso perdido. Quando o bebê não começa a ganhar peso para recuperar o que perdeu é um sinal de que ele não está mamando o suficiente.

  • Barulhinhos de estalo e bochecha vazia ao mamar

Se durante a amamentação você notar que seu filho está fazendo estalos com a língua, ou que sua bochecha está para dentro da boca, é um sinal de que ele não está com uma boa pega, ou seja, sua boca não está posicionada adequadamente. Tente ajustar a pega e, se necessário, procure a ajuda do pediatra.

  • Menos do que 6 fraldas de xixi por dia

A fralda é uma das melhores formas de analisar se o seu filho está mamando o suficiente. Após os primeiros 5 dias de vida a fralda dele ficar molhada de xixi entre 6 a 8 vezes por dia.

  • Menos de 1 fralda com cocô por dia

Ainda na avaliação das fraldas, bebês nas primeiras semanas de vida defecam cerca de 2 vezes ao dia, geralmente após a amamentação. Com o tempo a quantidade de fraldas com cocô tendem a diminuir.

  • Cocô com formato de bolinhas

Nos primeiros dias de vida as fezes do bebê tem uma coloração escura e esverdeada e um aspecto grudento, é o mecônio. Após a eliminação do mecônio as fezes são mais cremosas e com cor mais amarelada/amarronzada.

  • Seios sempre rígidos

Após amamentar as mamas ficam mais vazias e mais macias. Com o passar das horas elas voltam a ficar mais rígidas devido ao acúmulo de leite. Se as suas mamas não sofrem nenhuma alteração é melhor conversar com o pediatra.

  • Pele do bebê enrugada após 10 dias

Após 10 dias de vida a pele do bebê começa a ficar mais lisa e menos enrugada.

  • Bochecha não fica arredondada

Após 3 a 4 semanas de vida o rostinho do bebê começa a ficar mais cheinho, perdendo aquela feição de recém-nascido.

  • Bebê muito quietinho e letárgico

Quando o bebê dorme de 1 a 2 horas após a mamada é sinal de saciedade. Porém se o bebê estiver dormindo por muitas horas e tiver um comportamento muito tranquilo e dócil, pode ser um indício de que ele não está se alimentando adequadamente e deve ser levado ao pediatra para ser avaliado.

Importância do acompanhamento pediátrico

O médico pediatra é o seu melhor aliado para garantir saúde e bom desenvolvimento ao seu filho. Com as pesagens semanais ou quinzenais nos primeiros meses de vida, o pediatra consegue avaliar se o seu filho está mamando o suficiente e orientar sobre posições e tempos de mamada. Não ofereça fórmulas sem a orientação do pediatra, muitas vezes a fórmula é desnecessária e com a estimulação da amamentação você começará a produzir mais leite.

Lembre-se, em caso de dúvidas sobre a saúde de seu filho consulte sempre o pediatra!

Quanto de peso o bebê deve ganhar no primeiro ano de vida

Idade Peso por semana
até 3 ou 4 meses 113 a 227 g
entre 4 a 6 meses 85 a 142 g
entre 6 a 12 meses 42 a 85 g

Você também vai gostar de ler:

Leite materno, amamentação, dicas, alimentação da mãe e muito mais
Amamentação – saúde para mamãe e bebê.

Sobre Almanaque dos pais

Conteúdo produzido pela equipe do Almanaque dos pais.

Veja também

Amamentação: o que a Fonoaudiologia tem a ver com isso?

A maternidade, fase em que tudo passa a ter um novo sentido e com ela …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.