Home / Colunistas / Dra. Silvana Chedid / Parto normal ou cesariana?

Parto normal ou cesariana?

Enquanto a OMS (Organização Mundial de Saúde) recomenda que apenas 15% dos partos sejam feitos por cesariana, no Brasil o SUS realiza 40% dos partos por este método. Quando falamos do índice na saúde complementar (privada), a porcentagem chega a 84,60%. A prática da cesariana no Brasil, mais que uma necessidade médica é uma opção cultural que o Ministério da Saúde está tentando mudar com projetos de conscientização e também com medidas anunciadas para 2015 que você pode conferir no quadro abaixo.

parto normal ou cesariana

 

A pesar da cesariana ser um avanço importante que, se recomendada pelo obstetra deve ser realizada, pois em muitos casos ela pode salvar e já salvou vidas, quando não existe indicação médica a cesárea ocasiona riscos desnecessários à saúde da mulher e do bebê: Aumenta em 120 vezes a probabilidade de problemas respiratórios para o recém-nascido e triplica o risco de morte da mãe, segundo dados do Ministério da Saúde.

Outra razão para fomentar o parto normal vem de vários estudos que indicam que o parto Cesárea é um fator de risco consistente para a não amamentação na primeira hora de vida, pois durante o parto normal é produzido um forte estímulo de hormônios para a produção de leite materno, e amamentar na primeira hora de vida é altamente recomendável por ser este um mecanismo potencial para a promoção da saúde, associado à maior duração do aleitamento materno e à redução de mortes infantis.

Na reprodução assistida, por exemplo, existe o mito que o parto deve ser Cesárea, algo que não é real. A indicação de parto normal ou cesariana depende da evolução da gravidez propriamente dita e não do fato de ser ou não oriunda de um tratamento de fertilidade. Este assunto é tratado no meu livro chamado “Infertilidade”.

Partindo da realidade que cada caso é único, a mulher deve conversar com seu obstetra e ouvir sua recomendação antes de tomar a decisão, sendo que o parto normal, por não ser um processo cirúrgico, é a opção preferível quando a gravidez não tem complicações.

[notification type=”notification_info” ]Clique na imagem abaixo para ampliar[/notification]
cesariana no brasil e mundo
Imagem: Folha de São Paulo (07/01/2014)

 

 

Parto normal e parto natural é a mesma coisa?

Não. Apesar do parto normal, igual o parto natural ser um “parto vaginal”, no caso do parto natural o bebê nasce sem intervenções médicas como anestesia, analgésicos ou substâncias para acelerar as contrações que eventualmente podem ser aplicadas em um parto normal. É possível fazer o parto natural em um hospital.

Sobre Dra. Silvana Chedid

Dra. Silvana Chedid
Dra. Silvana Chedid (CRM 57672) é especialista em Reprodução Humana pelo Center for Reproductive Medicine da Universidade de Bruxelas (Bélgica). Por 15 anos dirigiu o CEPERH (Centro de Endoscopia Pélvica e Reprodução Humana do Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo) e por 10 anos sua clínica própria, que foi incorporada ao grupo espanhol de medicina reprodutiva IVI em 2012. www.ivi.net.br

Veja também

Todas as vacinas que grávida precisa tomar

A Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) possui um calendário com todas as vacinas que grávida …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.