Home / Colunistas / Dr. Marcelo Amaral Ruiz / Puberdade Precoce

Puberdade Precoce

Puberdade Precoce: Diferença entre puberdade e adolescência

Puberdade é um processo biológico natural nos seres humanos e compreende um conjunto organizado de mudanças físicas que transformam as crianças em adultos capazes de se reproduzirem. Não devemos confundir puberdade com adolescência. A primeira se refere a processos biológicos e a segunda a processos mais psicológicos e comportamentais, podendo haver ou não uma correlação temporal entra ambas.

Foto: Reprodução www.abesmarket.com
Foto: Reprodução www.abesmarket.com

A puberdade, nos serem humanos, é bem estudada e bem conhecida e é, obviamente, diferente nos meninos e nas meninas.

Nas meninas ocorre o aparecimento dos brotos mamários, dos pelos pubianos e axilares, acúmulo de gordura na cintura, aceleração do crescimento e, por fim, já em uma fase mais avançada da puberdade, ocorre a primeira menstruação. Todo esse processo deve se iniciar APÓS OS 8 ANOS DE IDADE e deve durar de 2 anos a 2 anos e meio.

Nos meninos ocorre aumento da massa muscular, a voz fica mais grossa, os testículos e o pênis aumentam, surgem pelos pubianos, axilares e barba, ejaculação, aceleração do crescimento. Essas mudanças devem ocorrer APÓS OS 9 ANOS DE IDADE e devem durar cerca de 3 anos.

Sendo assim, agora fica mais fácil falarmos sobre puberdade precoce. Puberdade precoce é a puberdade que começa antes de 8 anos nas meninas ou dos 9 anos nos meninos.

Os pais devem ficar atentos a esses sinais, principalmente no surgimento de BROTOS MAMÁRIOS nas meninas e AUMENTO DOS TESTÍCULOS E DO PÊNIS nos meninos.

Nem sempre é tão fácil assim, pois em meninas mais gordinhas fica difícil de diferenciar tecido mamário de tecido gorduroso e nos meninos fica difícil, às vezes, dizer se o pênis está de tamanho normal ou grande para a idade. Por isso, em caso de dúvida, procure logo ajuda especializada.

Uma vez confirmada puberdade precoce e excluídas doenças graves, o tratamento é bem simples. O mais utilizado consiste no uso de análogos de GnRH, que infelizmente são injetáveis, mas não são doloridos e podem ser usados a cada 3 meses.

Caso a puberdade precoce não seja tratada, muitos problemas podem acontecer como ficar mais baixinho (perder estatura final), além de ficar deslocada do grupo de amigos que não estão da mesma fase e aumenta o risco de abuso sexual.

Para que o tratamento seja eficaz, gerando o mínimo de prejuízo, o diagnóstico tem que ser o mais precoce possível. Por isso fica a dica: CASO SUA FILHA OU SEU FILHO ESTEJA APRESENTANDO ALGUM SINAL DE PUBERDADE ANTES DOS 8 ANOS (NO CASO DAS MENINAS) OU DOS 9 ANOS (NO CASO DOS MENINOS), PROCURE IMEDIATAMENTE ASSISTÊNCIA ESPECIALIZADA. O diagnóstico e o tratamento precoces preservam a infância das crianças.

Sobre Dr. Marcelo Amaral Ruiz

Endocrinologista Pediátrico. PhD em Saúde da criança e do Adolescente pela USP. CRM-SP: 113266 e Registro de Especialista no CRM-SP 238842. Atualmente trabalha em consultório próprio em São José dos Campos. Contato: (12) 3922-0331

Veja também

Terrible two: Crianças com 2 anos, dê opções para evitar complicações

Terrible two é o nome dado à primeira adolescência do bebê, fase dos 2 anos em que o "Não" vira a palavra preferida! Veja as dicas para evitar birras.

Um comentário

  1. Gostaria de saber se realmente pra uma menina de 9a e 6m, pode já tá na puberdade, já que tem os seios em desenvolvimento e os pelos pubianos e axilas. Gostaria de saber se é viável fazer tratamento para retardar está puberdade, pois a acho pequena com 1,35m, mesmo sendo ambos pais pequenos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.