Home / Colunistas / Monica Romeiro / Papai e mamãe vão ao cinema sozinhos

Papai e mamãe vão ao cinema sozinhos

Eu e o maridão sempre adoramos cineminha com pipoca e antes da minha primeira gestação – e durante ela também – sempre estava em nossos planos um cineminha depois de um longo dia de trabalho ou para fechar com chave de ouro o final de semana.

Depois que o Lucas nasceu, em janeiro de 2011, pegar um cineminha parecia coisa de outro mundo, mesmo com recursos fantásticos como o CineMaterna acabei perdendo muitas oportunidades e acabei ficando só na saudade.

Logo depois engatamos a gravidez da Larissa – o Lucas tinha 9 meses –, projeto do Almanaque dos pais saindo da prateleira e mil outras desculpas para justificar esse tempo todo longe da telona.

Mas neste último final de semana meu marido propôs um cineminha – após um passeio no shopping para comprar redutor infantil de vaso sanitário – e resolvemos encarar. Minha irmã ficou com as crianças e pegamos a sessão das 22:00hrs, assim a Larissa já teria mamado e os dois filhotes estariam dormindo.

Foto: Myles Davidson
Foto: Myles Davidson

Tudo certo, crianças dormindo, mamãe e papai arrumadinhos e lá fomos nós – aos curiosos, formos assistir Thor O mundo sombrio. Chegamos ao shopping de mãozinhas dadas, nos abraçando  felizes como um casal de namoradinhos que estão saindo pela primeira vez.

Ao dar aquela olhadinha para a sessão de comes e bebes, me deparei com um balde do Thor. Pirei e não desisti da fila de 30 minutos – pasmem – para comprar o tal balde para meu filhão que fala que ele é o Thor. Agora imaginem minha cara de frustrada quando notei que o balde era de papelão… mas tudo bem, o que vale é a intenção – e uns trocados a menos na carteira.

Duas horinhas de filme com mãozinhas dadas – com direito a pipoca no balde de papelão – passaram voando.

O filme acabou, as luzes se acenderam, olhadinha para o relógio: 00:03hrs, saímos do cinema, mãozinhas dadas até o carro e….. bora pra casa para liberar minha irmã. Começamos a papear no carro e nos demos conta de que nossa vontade seria emendar um jantarzinho, namorar um pouquinho e voltar pra casa bem mais tarde, mas ainda não era a hora. E não era mesmo!

Não tinha nem 5 minutos que estávamos em casa a Larissa acordou chorando, e quem disse que a sapeca dormia? Fiquei acordada com ela até 6:00hrs da manhã e isso nunca tinha acontecido, ela dorme fácil quando acorda de madrugada! Será que foi aviso? Castigo? Coincidência?

Não sei, mas foi tão bom curtir um cineminha com o maridão que estou contando os dias para repetir o programinha a dois, e quem sabe desta vez tenha o tal jantarzinho e algo mais…

Em tempo: Calma pessoal, eu e o maridão não deixamos nosso relacionamento de lado para cuidar das crianças, pelo contrário, as crianças dormem cedo e depois das 20:30hrs nos dedicamos a nós com filminhos em casa, jantares, bom papo e, como lazer não paga a conta, uns trabalhinhos também!

 

Monica Romeiro é mãe do Lucas e da Larissa e administradora do Almanaque dos Pais

Sobre Monica Romeiro

Monica Romeiro
Monica Romeiro é mamãe babona e apaixonada do Lucas - nascido em janeiro de 2011 - e da Larissa - nascida em julho de 2012 -, casada, publicitária por formação e empreendedora na Internet por paixão – paixão por criar, ler, escrever, pesquisar, colaborar, navegar, ajudar e compartilhar suas experiências. Escreve (sem papas na língua) sobre maternidade e dá dicas sobre empreendedorismo.

Veja também

cartao-dia-dos-pais-turma-da-monica

Aplicativo para cartão Dia dos Pais | Turma da Mônica

Durante todo o mês de agosto estará disponível o aplicativo para você preparar o cartão do Dia dos Pais com o tema da Turma da Mônica. Pegue o link aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.