Home / Colunistas / Dra. Taila Billa / A doença cárie na infância

A doença cárie na infância

Cárie é uma doença transmissível e infecciosa de origem multifatorial que destrói os tecidos dentais. Os cuidados adequados com a higiene bucal podem evitar o aparecimento da cárie na infância.

O que causa a cárie?

Bactérias – presentes na cavidade bucal, fermentam carboidratos (açúcares) e produzem, principalmente, ácido lático que abaixa o pH da saliva e desmineraliza o esmalte dental, cavitando-o.
Falta de higiene bucal – essas bactérias, os ácidos e os resíduos alimentares formam o biofilme dental – aproximadamente 20 minutos após a refeição – e se ele não for removido, pode calcificar (endurecer) e causar outros problemas como a gengivite, que é a inflamação da gengiva, que evolui para a periodontite, uma extensão da gengivite para os tecidos de suporte dental.

Como saber se meu filho tem cárie?

O primeiro sinal de uma lesão de cárie pode ser uma simples mancha branca e opaca no dente, que evolui para um ponto castanho escuro, e em seguida, uma cavidade.
Devemos sempre estar atentos durante a higienização e observar a superfície dos dentes à procura de qualquer sinal, mas somente um dentista pode afirmar se seu filho tem cárie.

Da esquerda para a direita: Dente saudável - Dente com ponto superficial de cárie - Dente com cárie moderada - Dente com cárie avançada que necessita de tratamento de canal
Da esquerda para a direita:
Dente saudável – Dente com ponto superficial de cárie – Dente com cárie moderada – Dente com cárie avançada que necessita de tratamento de canal

Quais os sintomas?

Na fase inicial, a doença é assintomática, ou seja, a criança não sente dor.
A dor de dente só vai acontecer quando a cárie atingir a dentina, uma camada mais interna do dente que, ao contrário do esmalte, possui sensibilidade. Essa dor aparece principalmente ao ingerir alimentos doces.
Quando a doença atinge a polpa, camada mais interna do dente, que possui nervos e vasos sanguíneos, a dor é intensa e difícil de controlar, até mesmo com analgésicos.

Qual é o melhor tratamento?

Mancha branca e opaca – controlar o biofilme – placa bacteriana – com escovação (pelo menos 4 vezes ao dia), diminuir a ingestão de açúcares e realizar aplicações de flúor com um dentista.
Se este tratamento não resolver, o dentista irá retirar o tecido dental cariado e restaurar o dente, procedimento popularmente conhecido como obturação.
Quando a cárie está muito avançada, e atinge a polpa dentária, o tratamento de canal é necessário.

Da esquerda para a direita: Dente saudável - Dente com ponto superficial de cárie - Dente com cárie moderada - Dente com cárie avançada que necessita de tratamento de canal
Da esquerda para a direita:
Dente saudável – Dente com ponto superficial de cárie – Dente com cárie moderada – Dente com cárie avançada que necessita de tratamento de canal

Criança com dente de leite faz tratamento de canal?

Sim, crianças com dente de leite também fazem tratamento de canal, mas o material colocado no lugar dos nervos e vasos sanguíneos é diferente, pois a raiz destes dentes é reabsorvida quando o permanente começa a movimentar para nascer.

Cuidados importantes:

A prevenção da cárie deve começar na gestação para prevenir complicações, como o parto prematuro, que está relacionado à doença periodontal (doença da gengiva e tecidos de suporte dental).
Após o nascimento do bebê, os cuidados devem continuar para pais e filhos:
– Sempre realizar a higienização da gengiva/dentes da criança.
– Por ser infectocontagiosa, sempre lembrar de tomar cuidado com a transmissão de bactérias, por isso devemos evitar beijar o filho na boca, soprar e provar a comida do bebê com o talher dele.
– Visitar o dentista periodicamente.

Sobre Dra. Taila Billa

Dra. Taila Billa é dentista especialista em ortodontia com aperfeiçoamento em cirurgia bucal. Atende em consultório próprio na cidade de Taubaté - SP. Contato: (12) 3026-8789.

Veja também

Amamentação: o que a Fonoaudiologia tem a ver com isso?

A maternidade, fase em que tudo passa a ter um novo sentido e com ela …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.