Home / Colunistas / Daniela Molinari / Cuidados necessários: Crianças e bichos de estimação

Cuidados necessários: Crianças e bichos de estimação

criancas-e-bichos-de-estimacao-01

Cuidados necessários: Crianças e bichos de estimação

Você já passou por uma situação onde o seu filho pediu um bichinho de estimação e você ficou sem saber o que fazer? Ou já tinha um animalzinho e o bebê estava a caminho? Pois é, você não está sozinho (a). É da natureza dos pais zelar pela segurança dos filhos, e a dúvida de como manter uma relação saudável e segura entre os dois é normal. Se você se enquadra em uma destas situações, sabe que casa com crianças e animais necessita de cuidado redobrado, por isso, confira algumas dicas de como ficar de olho nessa amizade.

Crianças com menos de 4 anos

criancas-e-bichos-de-estimacao-02

Os bebês ainda não possuem o sistema imunológico desenvolvido, por isso, é preciso prestar o dobro de atenção nesta fase, que é considerada a fase da descoberta, e para o animal é normal cheirar, lamber e ter um contato com a pele, enquanto isso, é normal também para o bebê tocar o pelo do bichinho e em seguida levar a mão na boca, aos olhos ou até mesmo comer ração. Quando a criança é nova, ainda não sabe diferenciar o brinquedo de pelúcia do animal doméstico, o pegando de forma desajeitada e até mesmo o empurrando ou machucando, o que gera um instinto de defesa no bichinho, que pode contra-atacar. Por isso, nunca deixe a criança sozinha com o bichinho, até porque, muitas vezes o animal acaba sendo maior que a criança, diminuindo suas chances de defesa.

Crianças com mais de 4 anos

criancas-e-bichos-de-estimacao-04

Crianças a partir de 4 anos já entendem e podem ficar responsável por ajudar a cuidar do bichinho, podem dar comida, ajudar no banho, fazer carinho e até mesmo ensinar alguns comandos de adestramento para ele, além de ser uma grande companhia para brincar, não é mesmo? Essa responsabilidade que a criança tem com o bichinho ajudará a desenvolver sua autonomia, afetividade, generosidade e convivência com outras pessoas, inclusive permite que tenha uma experiência com o ciclo de vida de forma mais natural.

É responsabilidade dos pais estimular e orientar os filhos a sempre se higienizar após interagir com o bichinho de estimação, além de conversar sobre como cuidar e lidar com esses seres tão especiais. O contato direto com eles pode trazer doenças e quadros de alergia, por isso, mantenha as vacinas sempre atualizadas e separe um cantinho para ele na casa, estabelecendo regras de circulação. Apesar de poder desencadear doenças, a convivência com os bichinhos ajuda no desenvolvimento motor, social e emocional da criança, além de alegrar a família toda. Então, se todas as precauções forem tomadas, pode ter certeza que seu filho só terá a ganhar com essa amizade.

criancas-e-bichos-de-estimacao-03

Fonte: Oficial Brand

Fonte Imagens: Pinterest, Cultura Mix, Papo Feminino e Mundo das tribos

Sobre Daniela Molinari

Daniela Molinari
Daniela Molinari trabalha na empresa FastCom como representante de Popularidade da marca Oficial Brand. Está sempre antenada nas tendências de moda infantil, e tem sempre uma dica especial para brincadeiras, passeios, comportamento e cuidados das crianças.

Veja também

Terrible two: Crianças com 2 anos, dê opções para evitar complicações

Terrible two é o nome dado à primeira adolescência do bebê, fase dos 2 anos em que o "Não" vira a palavra preferida! Veja as dicas para evitar birras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.