Home / Mamãe / Comportamento / Doula: Qual o seu papel e a sua importância para a gestante

Doula: Qual o seu papel e a sua importância para a gestante

Doula: Qual o seu papel e a sua importância para a gestante?

A doula (em grego, “mulher que serve”), é uma profissional capacitada para oferecer apoio físico e emocional para as gestantes transmitindo-lhes segurança e tranquilidade durante os nove meses de gestação, no trabalho de parto e na hora do nascimento do bebê. E este vínculo entre a doula e a doulanda, como são chamadas as gestantes que optam por esse acompanhamento, começa durante o pré-natal.

Foto: Reprodução www.naturalcreation.ca
Foto: Reprodução www.naturalcreation.ca

É neste período que elas vão acompanhar a grávida e seus familiares, como se fosse uma “dama de companhia”, vão ajudar a desmistificar o parto, auxiliar com informações de qualidade, ajudar a mulher a confiar no seu corpo e na sua força na hora de parir e amamentar, dando-lhe confiança, coragem e serenidade para este momento especial para que elas se tornem protagonistas absolutas do momento do nascimento.

Já durante o parto, a ideia não é que ela substitua o acompanhante e nem cumpra procedimentos médicos e de enfermagem como, por exemplo, a realização de exames ou a administração de medicamentos. O papel da doula é passar para a gestante e ao seu parceiro, quais são os procedimentos que estão sendo realizados; oferecer massagens relaxantes; ajudar a mãe a encontrar posições confortáveis, além de formas eficazes de respiração durante o trabalho de parto; e ainda, sugerir medidas para aliviar os desconfortos do momento como banhos, massagens, aromaterapia e relaxamentos. A doula tem o compromisso de acolher a gestante e a sua família fazendo com que eles se sintam mais seguros e tranquilos.

E seu apoio não acaba depois do nascimento do bebê, a doula continua com a família após a chegada do novo membro, sanando dúvidas sobre a amamentação e acerca dos primeiros cuidados com o bebê, além de trocar ideias sobre a experiência do parto.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde reconhecem e estimulam a presença das doulas durante o parto por acreditarem que elas aumentam a sensação de segurança e bem-estar da mãe e dos familiares.

No Brasil estima-se mais de 1.000 profissionais atuando como doula, em caráter particular ou voluntário. Mesmo com este aumento e reconhecimento do seu papel durante a gestação e no trabalho de parto, muitos hospitais do país simplesmente não permitem a entrada das doulas na hora do parto.

Entretanto há estados e cidades em que a presença das doulas nas maternidades, hospitais e casas de parto já é lei e, assim, elas podem acompanhar as gestantes, independente do acompanhante. Blumenau (SC), Uberlândia (MG), Macapá (AP), João Pessoa (PB) e as cidades de Santos, Jundiaí e Sumaré, ambas em São Paulo (SP), são alguns dos locais que garantem a presença dessas profissionais por lei. Em países como

Canadá e Estados Unidos, o acompanhamento das doulas é incentivado, inclusive pelos médicos.

Hoje em dia eu não vejo a assistência ao parto de forma humanizada, sem a presença da DOULA e da obstetriz!

Sobre Dr. Alberto Guimarães

Dr. Alberto Guimarães
Dr. Alberto Guimarães é ginecologista, obstetra e idealizador do projeto “Parto sem Medo”. Formado pela Faculdade de Medicina de Teresópolis e mestre pela Escola Paulista de Medicina (UNIFESP), atualmente exerce o cargo de gerente médico para humanização do parto e nascimento do Centro de Estudos e Pesquisas Dr. João Amorim, CEJAM, em maternidades municipais de São Paulo para o Programa Parto Seguro à Mãe Paulistana. Contato: (11) 3672-7006.

Veja também

Todas as vacinas que grávida precisa tomar

A Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) possui um calendário com todas as vacinas que grávida …

Um comentário

  1. Marlene Martins

    Acho q engravidei na primeira semana do mês fevereiro pois do agora q estou na segunda semana do mês abril estão aparendo os sintomas que são enjôo,tontura etc….q dia eu engravidei ou se tive relações uma única vez no dia 05 do mês fevereiro em q qual semana o espermatozóide ou o ovulo começou a fecundar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.