Home / Mamãe / Comportamento / É possível engravidar amamentando um bebê?

É possível engravidar amamentando um bebê?

A resposta é SIM! É possível engravidar amamentando um bebê porque a amamentação, apesar de diminuir a fertilidade da mulher quando é o único alimento do bebê, ela não a deixa infértil.

Foto: Reprodução www.dred.com
Foto: Reprodução www.dred.com

O hormônio da lactação – prolactina – diminui a libido, e acredita-se que ele também afeta a atividade ovariana. Quando o bebê se alimenta somente do leite materno a produção da prolactina é maior e, consequentemente, as chances de engravidar são menores (em torno de 2%). Durante esse período a mulher tende a não menstruar e se menstruar é sinal de que sua fertilidade foi restabelecida.

Quando o bebê começa a se alimentar com fórmulas, papinhas, chás, entre outros, ele mama menos na mãe, o que diminui a produção da prolactina e aumenta a fertilidade da mulher. Ou seja, quanto mais o bebê mamar no peito, menores as chances da mulher engravidar, porém não se esqueça que mesmo com a amamentação exclusiva e em livre demanda ainda há risco de engravidar.

Acredita-se que outro fator que influencia a volta da fertilidade da mulher é quando o bebê, mesmo sendo alimentado em tempo integral com leite materno, começa a dormir a noite toda. Esse longo período sem amamentar ajudaria a fertilidade da mulher a voltar.

Antes da primeira menstruação ocorre a ovulação

Não estar menstruando não é sinal de que a mulher esteja infértil, afinal antes da primeira menstruação a mulher irá ovular, ou seja, você não sabe quando será essa primeira ovulação já que a menstruação só aparecerá cerca de 2 semanas depois.

Posso tomar anticoncepcional amamentando?

Se não está em seus planos engravidar após voltar sua vida sexual pós parto, é indicado o uso de algum método contraceptivo.

O estrogênio, hormônio presente na maioria das pílulas “normais” não é indicado para quem está amamentando, já que afeta a produção de leite. Porém existem anticoncepcionais próprios para essa fase da mulher e que possuem dosagem hormonal baixa: são popularmente conhecidas como minipílulas. Outra opção são pílulas de progesterona.

Algumas mulheres optam por, durante esse período, usar a camisinha (feminina ou masculina) como forma de prevenir uma nova gravidez, pois preferem que o bebê não receba nenhum hormônio através do leite.

Outra opção é o DIU, um dispositivo intrauterino que impede que os espermatozoides cheguem até as trompas, local onde a fecundação acontece.

Fale com o seu médico, ele poderá lhe orientar e prescrever o melhor método anticoncepcional para você.

Sobre Almanaque dos pais

Conteúdo produzido pela equipe do Almanaque dos pais.

Veja também

Talentos – Comece a libertá-los

Seja sincero: você sente que usa seu talento naquilo que faz? O que você produz …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.