Home / Especiais / Vídeos / Ajudas e dicas / Palestra sobre fertilidade com Dra. Silvana Chedid

Palestra sobre fertilidade com Dra. Silvana Chedid

Se você não conseguiu acompanhar ao vivo a Palestra sobre Fertilidade com a Dra. Silvana Chedid, o vídeo na íntegra já está disponível.

Assistir-Palestra

 

A avaliação da fertilidade tem o propósito de identificar patologias precocemente, aumentando as chances de não comprometerem a fertilidade da mulher, assim como identificar a menopausa precoce, o que impediria uma gestação futura com óvulos próprios.

Na palestra a Dra. Silvana Chedid fala sobre os principais problemas que afetam a fertilidade, como a clamídia, endometriose, Síndrome dos ovários policísticos, câncer, peso acima ou abaixo do ideal, além de problemas comportamentais como fumo e ingestão de bebidas alcoólicas, entre outros.

Outros temas abordados na palestra são:

Avaliação da Fertilidade, é melhor prevenir

Os exames indicados, especialmente para mulheres acima de 30 anos, e que são cobertos pela maioria dos convênios e podem ser solicitados nas consultas ginecológicas de rotina, são:

  • Ultrassonografia transvaginal
  • Exame de sangue de dosagem de FSH

 

Infertilidade, a idade conta:

A infertilidade atinge cerca de 15% da população, e com a idade a infertilidade aumenta. Nas mulheres a partir dos 35 anos, e nos homens a partir dos 50 anos.

Idade Chances de engravidar Risco de abortamento Risco de alterações cromossômicas
– 30 anos 25% 14% 1/380
+ 35 anos 15% 19% 1/212
40 anos 10% 40% 1/66
45 anos menos de 8% até 60% 1/21

*Fonte: American Society for Reproductive Medicine

 É possível evitar a infertilidade feminina

Sim, através de alguns passos a mulher pode preservar sua fertilidade.

O primeiro passo é a avaliação de fertilidade periódica para que qualquer patologia seja tratada precocemente.

O segundo passo é a alimentação balanceada, já sabemos que o peso abaixo ou acima do ideal prejudica a fertilidade da mulher

Por último, a mulher pode optar pelo congelamento de óvulos, já que sua fertilidade será diminuída com o passar dos anos ela pode preservar seus óvulos e decidir com calma o seu melhor momento para engravidar. Uma informação importante é que é possível sim a mulher engravidar após a menopausa, porém somente com óvulos que tenham sido congelados antes da menopausa, ou com óvulos doados.

Perguntas dos internautas

Algumas das perguntas enviadas pelos internautas durante a palestra ao vivo e que foram respondidas pela Dra. Silvana Chedid, e você confere assistindo ao vídeo, são:

  • O homem também precisa fazer avaliação da fertilidade?
  • Se eu faço a estimulação dos ovários estou acelerando minha menopausa?
  • Estou tentando engravidar a 3 anos, tenho ovários micropolicísticos, qual seria o melhor método para eu engravidar?
  • Os folículos antrais presente na ultrassonografia surgem a cada ciclo e depois desaparecem ou eles ficam alí e vão se desenvolver depois?
  • É possível evitar a menopausa?
  • Tenho 32 anos e tento engravidar a 4 anos. Quais exames preciso fazer para saber se tenho infertilidade além dos exames que já citou?
  • Como se faz a inseminação artificial? Ela é mais indicada quando o homem tem alguma dificuldade ou para ambos?
  • O que acontece se eu não congelar os óvulos e perder a fertilidade? Não teria um tratamento?
  • Quando o parceiro tem baixa quantidade de espermatozoide ou alguma anormalidade, tem como restabelecer essa qualidade de espermatozoides?

 

Clique no botão abaixo e confira agora a Palestra sobre Fertilidade com a Dra. Silvana Chedid

Assistir

Sobre Almanaque dos pais

Conteúdo produzido pela equipe do Almanaque dos pais.

Veja também

Progesterona, hormônio essencial para a gravidez

Entenda como a progesterona, hormônio essencial para a gravidez, age no corpo da mulher antes, durante a após a gestação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.