Home / Filhos / Educação e comportamento / Quando iniciar o desmame e como realizá-lo

Quando iniciar o desmame e como realizá-lo

Uma dúvida muito comum entre mamães é quando realizar o desmame e como realizá-lo para que o filho não se sinta rejeitado ou mesmo estressado durante esse processo. A organização Mundial da Saúde defende o aleitamento materno exclusivo até os 6 meses de idade, e o aleitamento materno em conjunto com outros alimentos até pelo menos os 2 anos de idade.

Foto: Richard Sweet
Foto: Richard Sweet

A Dra. Elsa Regina Justo Giugliani, pediatra e presidente do Departamento de Aleitamento Materno da SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria), o desmame pode ser agrupado em 4 categorias:

  1. abrupto: quando o desmame é interrompido de uma hora para a outra;
  2. planejado ou gradual: quando o desmame é realizado aos poucos;
  3. parcial: quando algumas mamadas são interrompidas e outras, geralmente a noturna é mantida;
  4. natural: quando parte da criança se autodesmama, o que pode acontecer acontecer em diferentes idades, mas geralmente acontece entre 2 anos e quatro anos de idade.

Quando a mamãe é surpreendida por uma nova gravidez, é comum acontecer o desmame abrupto ou súbito por parte da criança porquê o leite materno sofre alteração de sabor devido aos hormônios da gestação, e diminuição de volume. Quando a criança não se manifesta para o autodesmame a mãe deve seguir as orientações do médico para continuar a amamentação durante a gestação, ou para interrompê-la.

Leia também: Grávida pode continuar amamentando?

Sinais de que a criança está pronta para o desmame:

Segundo a Dra. Elsa Regina, os principais sinais de que a criança está pronta para o desmame são:

  • Idade maior do que 1 ano;
  • Pouco interesse nas mamadas;
  • Aceita bem outros alimentos;
  • É segura na sua relação com a mãe;
  • Aceita outras formas de consolo;
  • Aceita bem não ser amamentada em determinados locais ou momentos;
  • Consegue dormir, mesmo que esporadicamente, sem mamar;
  • Não se mostra muito ansiosa quando encorajada a não mamar no peito;
  • Às vezes prefere brincar ou fazer outras atividades com a mãe do que mamar.

 

 

Quando a mulher se encontra numa situação em que precisa desmamar, seja por motivos pessoais, profissionais ou de saúde, e a criança ainda não se mostra madura para o desmame natural, o ideal é que ela procure por orientação do pediatra para que ele a ajude nesse processo, evitando assim que a criança se sinta rejeitada e a mãe deprimida.

Como encorajar o desmame

  • A mãe se sentir segura que de quer (ou precisa) desmamar;
  • Entendimento, por parte da mãe, que esse processo de desmame envolve paciência, energia e que pode levar algum tempo até que esteja concluído;
  • Flexibilidade para lidar com os imprevistos;
  • Paciência e compreensão com a criança;
  • Dedicar atenção e dar suporte à criança, se afastar nesse período pode deixar a criança insegura;
  • Ausência de outras mudanças ao mesmo tempo, como desfralde ou adaptação em uma nova escola;
  • Sempre que possível, realizar o desmame gradualmente, retirando 1 mamada do dia a cada uma ou duas semanas.

 

 

Iniciando o desmame de forma gradual

Para iniciar o desmame de forma gradual, ou seja, sem interromper de um dia para o outro, as mamadas podem ser reduzidas aos poucos.

  • O primeiro passo é parar de oferecer o seio;
  • Distrair a criança com brincadeiras, passeios ou mesmo chamando amiguinhos para brincar nos horários das mamadas;
  • Sempre que possível envolver o papai nesse processo;
  • Evitar algumas ações que lembram a amamentação, como se sentar na poltrona em que costuma amamentar;
  • Evitar decotes que deixem a crianças ter acesso ao peito com facilidade, como regatas largas.

 

 

Técnica para desmamar crianças maiores

Quando a criança já é maiorzinha, indica-se que o desmame seja planejado em conjunto com a criança. Combinem uma data, ofereça recompensas ou até mesmo uma festa do desmame.

Para iniciar essa etapa, comece não oferecendo o peito (mas também não negue se a criança pedir), encurtando o tempo de mamadas, adiando algumas mamadas, evitando amamentação nos horários diurnos e em alguns locais.

Distrair as crianças com brincadeiras e atividades nas horas das mamadas traz ótimos resultados, especialmente se o papai também puder participar.

Sobre Almanaque dos pais

Conteúdo produzido pela equipe do Almanaque dos pais.

Veja também

Visão Do Bebê: Entenda os mistérios e cuidados

A visão do bebê é algo que desperta muitas dúvidas nos pais, principalmente para os …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.