Home / Gestação e parto / O que você precisa saber / Ultrassom no segundo trimestre de gravidez

Ultrassom no segundo trimestre de gravidez

Quanto mais o bebê cresce, mais os papais e mamães se empolgam e se derretem com os exames de ultrassonografia. O ultrassom no segundo trimestre de gravidez é emocionante para os papais que começam a ver seus filhos cada vez mais fofos e é extremamente importante para os médicos para avaliarem o desenvolvimento do bebê e a evolução da gestação.

No primeiro trimestre é realizado o Ultrassom transvaginal entre a 7ª e 8ª semana.

No finalzinho do primeiro trimestre e começo do segundo trimestre é realizado o ultrassom com translucência nucal, que já foi explicado no post “Ultrassom no primeiro trimestre de gravidez”, porém vamos explicar novamente para as mamães que vão realizá-lo logo nos primeiros dias do segundo trimestre:

Ultrassonografia morfológica do primeiro trimestre com translucência nucal

Quando é indicado realizar

Geralmente é realizado entre a 11ª e 13ª semana de gestação. Após a 14ª semana o exame perde seu propósito.

Como é realizada a ultrassonografia com translucência nucal

Clique para ampliar
Clique para ampliar

Pela via transvaginal, é utilizado um dispositivo chamado de transdutor. Este dispositivo é encapado com uma camisinha (preservativo) e introduzido na vagina da mulher.

Pela via abdominal, um gel é passado sobre a barriga e, em seguida, um aparelhinho é colocado sobre o gel que o médico movimenta sobre o abdome em busca das melhores posições e imagens do bebê.

 

O que é avaliado

Este exame é de extrema importância. São avaliados especialmente os três primeiros parâmetros listados abaixo:
1) Translucência nucal: é realizada a medição de uma área específica da nuca do bebê para avaliar acúmulo de líquido;
2) Osso nasal: verifica a presença ou ausência do osso nasal do bebê;
3) Ducto venoso;
Através da análise desses três pontos é possível estimar as chances do feto portar alguma cromossomopatia, ou seja, problemas cromossômicos que podem causar algumas doenças, entre elas a Síndrome de Down.
4) Estruturas fetais: nesse exame também é avaliado o desenvolvimento fetal.
5) Sexo do bebê: em alguns casos já é possível saber o sexo do bebê, porém a margem de acerto gira em torno de 80%.

*Por poder ser realizado da 11ª semana até 13 semanas e 6 dias, o ultrassom com translucência nucal pode acontecer nas últimas semanas do primeiro trimestre ou no comecinho do segundo trimestre.

 

Ultrassonografia morfológica do segundo trimestre

Quando é indicado realizar

Geralmente é realizado entre a 18ª e 24ª semana de gestação.

Como é realizada a ultrassonografia morfológica do segundo trimestre

Pela via abdominal, um gel é passado sobre a barriga e, em seguida, um aparelhinho é colocado sobre o gel que o médico movimenta sobre o abdome em busca das melhores posições e imagens do bebê.
É o exame de ultrassonografia mais demorado, levando em média 30 minutos devido à complexidade e quantidade de itens a serem avaliados.

O que é avaliado

Este exame tem precisão de 85% para diagnóstico de malformação fetal.
1) Estrutura do feto: estando próximo à metade da gestação, os órgãos do bebê estão bem formados e é possível verificar todas as estruturas (internas e externas) do feto da cabeça até os pés e avaliar sua normalidade, tamanho e desenvolvimento. As malformações que podem ser identificadas são: pés, mãos, coluna, rosto (face), coração e suas câmaras, cérebro, trato urinário, digestivo e diafragma.
2) Doppler das artérias: verifica o fluxo das duas artérias que levam o sangue da gestante até a placenta, ou seja, as artérias da mãe que nutrem o bebê, é possível avaliar o risco de desenvolver de pré-eclâmpsia e risco do crescimento fetal ser afetado;
3) Placenta: verifica condições da placenta e do líquido amniótico, se diagnosticar placenta prévia, ou seja, se ela estiver bloqueando a abertura do colo uterino, novos exames serão solicitados para acompanhar sua evolução, pois em grande parte dos casos ela volta ao lugar adequado. Se isso não acontecer provavelmente o parto deverá ser cesariana.
4) Comprimento do colo uterino: em alguns casos um ultrassom transvaginal pode ser realizado para medição do colo uterino para avaliar risco de parto prematuro.
barriga menina5) Sexo do bebê: neste estágio da gestação é possível identificar com segurança o sexo do bebê.

 

Acompanhe com a gente sua gravidez semana a semana clicando na semana de gestação abaixo.

Sem. 01 Sem. 02 Sem. 03 Sem. 04 Sem. 05 Sem. 06 Sem. 07 Sem. 08 Sem. 09 Sem. 10
Sem. 11 Sem. 12 Sem. 13 Sem. 14 Sem. 15 Sem. 16 Sem. 17 Sem. 18 Sem. 19 Sem. 20
Sem. 21 Sem. 22 Sem. 23 Sem. 24 Sem. 25 Sem. 26 Sem. 27 Sem. 28 Sem. 29 Sem. 30
Sem. 31 Sem. 32 Sem. 33 Sem. 34 Sem. 35 Sem. 36 Sem. 37 Sem. 38 Sem. 39 Sem. 40

Sobre Almanaque dos pais

Conteúdo produzido pela equipe do Almanaque dos pais.

Veja também

sexo-na-gravidez-destaque-660x330

Sexo na gravidez: As 11 melhores posições (com imagens)

Além de saudável (se não houver restrição médica, claro!) o sexo na gravidez é muito …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.