Home / Filhos / Saúde / Meu filho precisa usar óculos. E agora?

Meu filho precisa usar óculos. E agora?

É comum as crianças precisarem usar óculos, mas muito pais se preocupam pelo fato de usarem quando são muito novinhos.

Por isso, a Lenscope, em parceria com o Blog Almanaque dos Pais, resolveu fazer esse guia completo com dicas para você comprar óculos de grau para o seu filho!

Neste artigo você vai aprender:

  •  Os problemas de visão mais comuns em crianças
  • Os tipos e materiais de armações mais indicadas para os pequenos
  • Como escolher as lentes corretas (e mais confortáveis) para o óculos do seu filho.

Vamos lá? Muitas informações essenciais te esperam!

Problemas de visão mais comuns entre as crianças

Os principais problemas de visão em crianças são: miopia, hipermetropia e astigmatismo. De forma resumida:

A miopia é a dificuldade de enxergar de longe.

A hipermetropia é a dificuldade de enxergar de perto.

Já o astigmatismo une ambos: é a dificuldade em enxergar de longe e de perto.

Geralmente, os problemas de visão começam a surgir entre os 8 e 12 anos de idade.

Mas quando há casos na família de alta miopia, os sintomas podem surgir bem antes.

Por isso, é muito importante levar seu filho ao oftalmologista pelo menos uma vez por ano.

Quando você descobre que seu filho precisa usar óculos, muitas dúvidas começam a aparecer, como: quais são os tipos de armações mais adequadas, quais são os tipos de lentes que duram mais e não oferecem tantos riscos de quebra, entre outras. 

Por isso, preparamos esse artigo para você.

Armação de óculos para criança

A armação mais indicada para óculos de criança é a armação de aro fechado, porque traz mais segurança aos olhos dos pequenos, uma vez o aro envolve toda lente.

Isso evita que elas possam escapar com qualquer descuido ou que fique lascada com as quedas que, nessa idade, são mais comuns.

Veja um exemplo de óculos de aro fechado na imagem a seguir.

Modelo Kizo da marca Hatsu: aro fechado, recomendado para óculos para criança

Existem outros estilos de armações como três peças (balgriff) e meio aro, porém esses modelos não são recomendados.

Isso porque eles não proporcionam a segurança e o fácil manuseio que faz diferença para as crianças. Entenda mais a seguir:

  • Modelo Três peças (balgriff) pode se tornar um quebra-cabeça nas mãos de uma criança. Isso porque elas podem desencaixar as hastes e a ponte, quebrando o óculos com muita facilidade. Dessa forma, esse modelo é mais recomendada para adultos.
usar óculos infantil
  • Meio aro é uma armação que necessita de um fio de nylon apoiado no chanfro (na cavidade da lente), que é encaixado e amarrado. Portanto, qualquer criança que forçar ou torcer um pouco a armação pode fazer com que a lente escape e o fio se arrebente.
usar oculos armação infantil

Por isso, é necessário escolher uma armação não apenas resistente, mas também confortável.

E, quando o assunto é conforto, o apoio nasal – as plaquetas – é a coisa mais importante do óculos!

Como as crianças possuem o osso do nariz ainda em desenvolvimento, as plaquetas ajudam no ajuste do óculos, adequando à armação no rosto da criança.

Quando a  estrutura do óculos se adapta ao nariz da criança, ela vai se sentir mais confortável em utilizá-lo.

Então, além de escolher uma armação de aro fechado, escolha aquela que possui   plaqueta (exceto quando se trata de bebês).

Materiais de armação para crianças

Além do estilo da armação, o material em que ela é feita também é importante para proporcionar uma boa experiência para as crianças.

Veja abaixo quais são os melhores materiais de óculos para crianças.

  • Armação de silicone:  é o material mais conhecido quando o assunto é óculos infantil. É muito recomendado por especialistas, por ser flexível, ajustável e anatômico. Entretanto, também existe uma desvantagem: esse material é “mole demais”. Por consequência, o óculos se ajusta em qualquer posição que a criança colocar no rosto – inclusive as posições que não são corretas. Caso você opte pelas armações de silicone, não deixe de prestar atenção na maneira como a criança está usando o óculos.
  • Armação de Grilamid: é bastante flexível em caso de quedas, e não machuca as crianças. É uma boa opção para os pequenos que esquecem de tirar o óculos para dormir, isso porque e evita distorções que o óculos possa sofrer.
  • Resina morfa termoplástica: Uma resina tão resistente quanto a Grilamid, mas ainda mais flexível. Além disso, apresenta uma ótima resistência a produtos químicos ou quaisquer outros danos que possa sofrer, pois seu material é de fácil moldagem.

Todos esses materiais são recomendados, pois são leves, proporcionando maior conforto para a criança que precisa usar o óculos o dia todo.

Veja a seguir os materiais que não são indicados para as crianças. 

  • Armações de metal: são bem comuns para crianças, mas é preciso cuidado na hora escolhê-las. Além desse material  oxidar fácil, ele é mais frágil, podendo romper com facilidade e também ferir o rosto ou os olhos da criança.
  • Armações de acetato: Alguns modelos nesse material são mais pesados para crianças e, por isso, podem causar desconforto na hora de usá-los. E não queremos que o seu filho desista de utilizar o óculos, não é?

Agora que você já tem uma ideia do material e modelo de armação mais indicado, que tal deixar ele participar da escolha da armação?

Afinal, é ele quem vai utilizar o óculos, e assim ele vai se sentir mais estimulado, feliz e motivado para usá-lo.

Mas, ainda falta o elemento principal para o seu filho enxergar: as lentes! Sabendo escolher as ideias para os olhinhos dele, usar óculos vai ser um prazer.

Vamos entender como escolher as lentes?

Qual lente de óculos é ideal para o meu filho?

Já te adiantamos: as lentes para um óculos de criança devem ser extremamente RESISTENTES. Sempre!

Para isso, três materiais são os mais indicados dependendo do grau da criança. São eles:

  • Policarbonato
  • Trivex
  • Resina

Para explicar melhor esses os tipos de lentes, vamos dividi-las em duas categorias: Crianças com grau baixo (que possuem até 4 graus de miopia, hipermetropia com até 2 graus de  astigmatismo) e crianças com grau alto (que possuem mais de 4 graus de miopia ou hipermetropia com mais de 2 graus de astigmatismo).

Essa diferença do tipo de lente mais indicado de acordo com o grau existe, porque a lente influencia no resultado estético do óculos – podendo deixar o óculos mais grosso ou mais fino, fazendo que a criança tenha ainda mais vergonha de usá-lo.

Entenda como funciona em cada caso a seguir.

Lentes para crianças de grau baixo

Se o seu filho tem até 4 graus de miopia ou hipermetropia com até 2 graus de astigmatismo, ele é considerado uma criança de grau baixo.

Nesses casos, você pode optar pelas lentes Trivex ou pelas lentes de Policarbonato. Ambas são conhecidas pela ótima resistência que oferecem em seu material, o que as torna perfeita para as crianças.

Entretanto, o Policarbonato tem uma pequena vantagem em relação ao trivex: o índice de refração.  E quanto maior o índice de refração, mais finas as lentes ficam.

As lentes Trivex possuem o índice de 1.53, enquanto as lentes de policarbonato são de índice 1.59, proporcionando lentes 10% mais finas e confortáveis para eles, (quando comparadas com uma receita com o mesmo grau, montadas em armações idênticas e quando não submetidas a artifícios como lixamento, abaulamento ou rebaixamento de bordas).

É importante também que as lentes das crianças acompanhem alguns tratamentos, pois eles vão garantir resistência e durabilidade às lentes.

Os tratamentos essenciais para as lentes de um óculos infantil são eles:

  • Antirrisco
  • Antirreflexo
  • Proteção UV

Se o seu filho passa muito tempo assistindo TV ou no celular, já deve ter notado que isso pode prejudicar a qualidade do sono.

Isso acontece porque aparelhos eletrônicos emitem a luz azul violeta, que é nociva aos olhos e provocam, principalmente, fadiga ocular, dores de cabeça e falta de sono.

Isso acontece, porque a luz azul violeta emitida pelas telas digitais bloqueia a produção do hormônio melatonina, que é responsável por induzir nosso sono.

Com isso, quando mexemos em smartphones, tablets, notebooks e vemos TV antes de dormir, passamos a mensagem para nosso corpo de que é dia e, por isso, estamos acordados. Dessa forma, ficamos com insônia.

Mas existe um jeito de filtrar a luz azul-violeta: utilizando lentes com filtro de luz azul.

Estas lentes bloqueiam a azul-violeta, que tanto faz mal para os nossos olhos, evitando que eles fiquem cansados e que prejudiquem nosso sono.

O melhor de tudo é que essa lente pode ser feita sem grau. Ou seja, se o seu filho não precisa de óculos, mas fica  muito tempo exposto às telas digitais, essas lentes são uma ótima aliada na saúde visual do seu filho. Saiba os benefícios de lentes com filtro de luz azul.

Agora, se o seu filho possui mais de 4 graus, é preciso se atentar a outras características que fazem uma grande diferença no resultado final e, principalmente, no preço final do óculos.

Veja o que você precisa saber para conseguir um óculos mais finos, sem aquele efeito fundo de garrafa que tanto deixa as crianças com grau alto com vergonha de usar óculos.

Lentes para crianças com grau alto

As crianças que possuem grau alto sofrem com três principais problemas: óculos grossos, óculos pesados e com aquelas distorções nas laterais das lentes que provocam um efeito estético nada agradável.

Para solucionar esses problemas, a resina é o melhor material de lente para crianças com grau alto, pois ela oferece maior resistência e leveza para esses casos.

Outro fator positivo das lentes de resina é que elas estão disponíveis em índices de refração maiores, proporcionando óculos mais finos.

Quanto maior é o índice de refração de uma lente, mais fino o óculos pode ficar.

As lentes de resina estão disponíveis nos seguintes índices de refração.

  • 1.67
  • 1.74
  • 1.76

Para deixar as lentes do óculos do seu filho mais finas, dê preferência para as lentes 1.74 e 1.76.

O efeito fundo de garrafa provocado pelos anéis que ficam nas laterais das lentes podem ser amenizadas sabendo escolher o design correto das lentes.

Há basicamente dois tipos de lentes para óculos em relação ao design: lentes esféricas e lentes asféricas.

As lentes do tipo esféricas são as mais comuns no mercado. Quando utilizadas para graus elevados, contribuem bastante para o fundo de garrafa.

Isso acontece porque essas lentes seguem o formato de uma esfera na face interna e externa das lentes. Dessa forma, há pouco material no centro e muito na borda das lentes (no caso das lentes para miopia).

Com isso, há um desequilíbrio que provoca as distorções nos cantos das lentes.

Em casos onde há um astigmatismo elevado, as distorções ficam ainda mais evidentes.

Já as lentes do tipo asféricas possuem um design plano. Elas resultam em um equilíbrio muito maior do material da lente no centro e nas bordas. Assim, elas reduzem bastante o aspecto fundo de garrafa e também proporcionam lentes mais finas.

Por isso, preste atenção! As lentes de design esférico são as lentes mais comuns no mercado tradicional. Então não deixe de perguntar antes de comprar.  

Veja exatamente na prática como acontece a distorção em uma lente:

Resumindo: dê sempre preferência para as lentes de resina de alto índice de refração e para as lentes de design asférico.

É possível comprar armação e lentes de qualidade sem gastar uma fortuna?

Sim. Mas é preciso pesquisar. Muitas vezes o nome da marca das lentes e dos tratamentos confundem bastante na hora da compra.

Para que isso não aconteça, sempre se atente ao material da lente, índice de refração e, em casos de grau mais alto, ao design das lentes.

É com essas informações que você consegue ter certeza que está comprando as lentes corretas para seu filho.

A Lenscope desenvolveu uma ferramenta 100% gratuita que vai te ajudar na hora de pesquisar pelas lentes de óculos para seu filho.

É só colocar o grau de acordo com a receita que você já fica sabendo todos os tipos de lentes que existem e também o preço médio vendido pelas óticas.

É só acessar o Consultor Óptico da Lenscope para saber mais.

A Lenscope está inovando no setor óptico do Brasil ao trazer uma maneira totalmente nova de comprar lente para óculos.

Sempre foi muito difícil saber que tipos de lentes são mais indicadas para cada necessidade, quais são os atributos que fazem uma lente se diferenciar da outra e o porquê, ainda hoje, as lentes com as tecnologias mais avançadas acabam sendo tão caras.

Para mudar essa realidade, a Lenscope criou um sistema 100% online de venda de lentes para óculos pela internet, simplificando a escolha, mantendo a qualidade e aumentando a praticidade.

Para crianças de baixo grau, a Lenscope oferece as Lentes Lenscope 1.59 que são lentes de policarbonato, mais leves e resistentes que as lentes comuns.

Para crianças que usam bastante celular ou videogame, a Lenscope também oferece lentes com filtro de luz azul, que são as Lentes Lenscope Digital Comfort.

Já para quem tem alto grau, a Lenscope oferece as Lentes Tokai 1.76, que são as lentes de resina mais finas do mundo, vendidas exclusivamente pela internet através do site da Lenscope.

E todo o processo de compra é realizado no próprio site.

É só selecionar o tipo de lente de acordo com a sua faixa de grau, até 4 graus ou mais de 4 graus, criar uma conta no site, e realizar o pedido.

Após a compra, você anexa a foto da receita do seu óculos e uma foto para medirmos sua DNP (distância do centro da sua pupila em relação ao seu nariz) também no site.

Depois, é só enviar a armação pelos Correios e aguardar para receber o óculos pronto em casa.

Se você é da Grande São Paulo, Campinas (interior de SP) ou Rio de Janeiro, a Lenscope faz a coleta da sua armação e a entrega do óculos pronto sem nenhum custo a mais.

Conheça a Lenscope e veja como é fácil economizar, fazendo seu óculos sem sair de casa.

Você também vai gostar de ler:

A primeira Consulta Oftalmológica
A visão do bebê

Sobre Autor Convidado

Avatar
Artigo escrito por um autor convidado. Mais informações sobre o autor você encontra no final texto acima.

Veja também

Amamentação: o que a Fonoaudiologia tem a ver com isso?

A maternidade, fase em que tudo passa a ter um novo sentido e com ela …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *