Home / Colunistas / Dra. Taila Billa / Você sabia que existem células-tronco no dente de leite?

Você sabia que existem células-tronco no dente de leite?

Como já comentei aqui antes, o dente de leite tem sua formação quando o bebê ainda está no útero materno, em um processo conhecido como odontogênese.

Durante este processo, forma-se também a polpa dentária, um tecido formado por vasos sanguíneos e nervos, responsáveis pela sensibilidade, e que está localizado na camada mais interna do dente.

Polpa dentária = Pulp
Polpa dentária = Pulp

Estudos recentes mostraram a existência de células-tronco (CT) mesenquimais jovens na polpa dentária, as quais podem dar origem a vários tipos de células; mas estas células permanecem na polpa dentária de forma imatura ao longo da vida do dente, sendo lentamente substituídas por um tecido fibroso.

Existem evidências de que as CT de dentes decíduos são similares àquelas encontradas no cordão umbilical.

O que são células-tronco mesenquimais e onde podemos encontrá-las?

Estas células são encontradas em pequena quantidade em todos os órgãos do corpo humano e são responsáveis pela manutenção dos mesmos durante toda a vida, pois possuem capacidade de autorrenovar-se, ou seja, elas atuam na recuperação do ambiente lesado através do controle de proliferação (aumento do número) celular, e também possuem a capacidade de se diferenciar em outros tipos celulares, ou seja, elas podem se transformar em outras células do organismo.

Qual a importância da coleta de CT do dente de leite?

Todos nós temos medo do que pode nos acontecer no futuro. Que doença eu terei? E este sentimento deve ser pior você for pai, pois pai e mãe quer proteger seu filho a todo custo e aí está a importância da coleta de CT.

A coleta pode dar a na possibilidade de, no futuro, tratar doenças como diabetes tipo 1, infarto, acidente vascular cerebral (AVC), lesão medular, lesões de córnea, e até neurológicas como o Parkinson.

Os estudos ainda estão sendo desenvolvidos, mas como dente de leite só cai quando criança, o melhor é ficar preparado.

Quando devo decidir a respeito da coleta?

Esta decisão deve ser feita antes do dente de leite cair, pois ele deve ser extraído (retirado) de forma asséptica (sem contaminação) por um dentista, e transportado em um kit específico até o laboratório onde serão removidas as CTs que serão congeladas, para que possam ser usadas no futuro.

É aconselhável conversar com o seu dentista a respeito da coleta, assim ele terá tempo para receber o kit do laboratório e se preparar para a extração do dentinho antes dele cair.

Por que não posso fazer a coleta de um dente que tirei em casa?

Este procedimento deve ser realizado de maneira estéril, evitando ao máximo a contaminação da polpa dentária e consequentemente das células presentes nela, pois se contaminadas, não poderão ser utilizadas.

 

Melhor prevenir do que remediar, não concordam?

Sobre Dra. Taila Billa

Dra. Taila Billa é dentista especialista em ortodontia com aperfeiçoamento em cirurgia bucal. Atende em consultório próprio na cidade de Taubaté - SP. Contato: (12) 3026-8789.

Veja também

Amamentação: o que a Fonoaudiologia tem a ver com isso?

A maternidade, fase em que tudo passa a ter um novo sentido e com ela …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.