Home / Colunistas / Dra. Taila Billa / Apareceu um espaço entre os dentes do meu filho, e agora?

Apareceu um espaço entre os dentes do meu filho, e agora?

Apareceu um espaço entre os dentes do meu filho, e agora?

Ter um filho é não ter uma rotina, pois tudo pode acontecer…e acontece.

Esta fase é de mudança e um sinal de que a criança está crescendo, e esta palavra resume tudo – CRESCER.

Mas porque CRESCER é a palavra-chave?

Toda criança está em fase de crescimento, os ossinhos crescem, e consequentemente a maxila e a mandíbula também, o que cria alguns espaços entre os dentes.

Num primeiro momento, surge um espaço grande atrás do último dente de leite (segundo molar decíduo), para que o primeiro molar permanente possa nascer.

Depois, quando os dentes começam a ficar molinhos, como se num passe de mágica, surge um espaço separando dente em questão.

cai o dente de leite

Como isso acontece?

É simples…de um jeitinho resumido, o dente permanente começa seu movimento para nascer e faz uma pressão na raiz do dente de leite, que vai ficando mole (reabsorve a raiz do decíduo).

Ao se aproximar da borda da gengiva, o permanente vai precisando de mais espaço para se posicionar, e assim surge os espaços que separam o dentinho de leite dos demais.

Esse é o crescimento das arcadas dentárias para o posicionamento dos dentes permanentes.

Os dentes permanentes são maiores que os dentes de leite e por isso precisam de mais espaço para nascerem.

Quando isso ocorre?

Por volta dos 5 ou 6 anos de idade, os papais podem notar alguns espaços entre os dentes de leite dos filhotes. Esta é a manifestação do crescimento das arcadas dentárias.

UM CASO NÃO MUITO RARO:

Muitos pais e crianças ficam ansiosos, mas outros ficam assustados na época da troca de dentes, foi o caso de uma paciente minha que ligou cedinho para marcar uma consulta para o filho, pois do dia para a noite surgiu um espaço grande (segundo ela mesmo disse – GIGANTE) entre um dente e outro.

Como não conhecia a criança, pedi para que levasse o filho até o consultório que faria um exame clínico.

A primeira coisa que observei foi que a idade dele coincidia com a idade de troca de dentes, e assim que ele sentou na cadeira, meio assustado por ser algo novo, me apresentei e fui explicando o que seria feito, “tim tim por tim tim”.

Conversa vai conversa vem, uma brincadeira aqui e outra ali, consegui ver os dentinhos e o tal “ESPAÇO GIGANTE”, que nem era tão grande assim, mas por não ter espaços entre os outros dentes, poderia dar esta impressão para os familiares.

Ao tocar no dente (incisivo lateral superior), senti uma mobilidade avançada, e como ele já tinha trocados os incisivos centrais, era a hora de trocar os laterais, e por isso o “ESPAÇO GIGANTE”.

Expliquei o que estava acontecendo, para os dois e saíram felizes de saber que era algo normal.

Você também vai gostar de ler:

Acho que meu filho tem cárie no dente de leite – O que eu faço?
Antibiótico estraga os dentes?
O uso da chupeta e suas consequências
Como escolher o creme dental ideal

 

 

Sobre Dra. Taila Billa

Dra. Taila Billa é dentista especialista em ortodontia com aperfeiçoamento em cirurgia bucal. Atende em consultório próprio na cidade de Taubaté - SP. Contato: (12) 3026-8789.

Veja também

Criança pode usar creme dental com flúor?

A Odontopediatria Brasileira recomenda o uso de creme dental com flúor a partir do nascimento do primeiro dentinho da criança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.