Home / Colunistas / Dra. Taila Billa / Assistência odontológica na gravidez

Assistência odontológica na gravidez

Para cada filho um dente

Esta frase foi e ainda é utilizada para dizer que a gestação contribui para o aumento do número de cárie, crença reforçada pelo preconceito de que gestantes não podem tratar seus dentes. Mas as gestantes podem e devem ser tratadas, respeitando seu estado de saúde.gravida
O aumento da incidência de cárie na gestação está associado à deficiência ou ausência de higienização e descalcificação do esmalte devido a regurgitações e vômitos frequentes, desejo de açúcar e à alimentação mais frequente.

A doença periodontal (da gengiva) também é um problema durante a gravidez. A gengivite (inflamação da gengiva) é causada pelo acúmulo de placa bacteriana, e também está associada às alterações hormonais na gestação. Também pode ocorrer certa mobilidade nos dentes até o 8° mês.

A doença periodontal está recebendo maior atenção nos últimos anos devido à sua associação aos partos prematuros (Silva S. Atendimento à gestante: 9 meses de espera. Revista APCD, março/abril 2002, Offenbacher S et al. Effects of periodontal therapy during pregnancy on periodontal status, biologic parameters, and pregnancy outcomes: a pilot study. J Periodontol. 2006).

Qual o melhor período para o tratamento odontológico?

dentista-tools (570x428)Primeiro trimestre de gestação = é a fase de formação do feto, onde acontece a maior incidência de aborto e também quando existe maior risco de teratogenia, ou seja, a ocorrência de malformações pelo uso de alguns medicamentos (ADA, 1995). Nesta fase, a gestante apresenta episódios recorrentes de náusea e vômito, o que dificulta o atendimento odontológico.

Segundo trimestre de gestação = é considerado o período mais estável da gestação e por isso recomenda-se que as intervenções odontológicas sejam realizadas nessa época, removendo focos infecciosos.

Terceiro trimestre de gestação = a mulher apresenta aumento da frequência urinária, edema (inchaço) das pernas, hipotensão postural e se sente desconfortável em posição de decúbito dorsal (deitada de barriga para cima), o que dificulta o atendimento odontológico.

A hipotensão postural na gestante ocorre devido à posição deitada de barriga para cima, que faz o útero comprimir a veia cava inferior e dificulta o retorno sanguíneo, diminuindo a pressão arterial, causando perda de equilíbrio, visão escurecida, e até desmaio.

É sempre bom lembrar que as consultas devem ser feitas, principalmente no período da manhã, quando existe menor incidência de náuseas e vômitos, e a gestante está relaxada após uma noite de sono, evitando períodos de stress.

E se houver dor de dente no primeiro ou terceiro trimestre de gravidez?

Em casos de urgência, o tratamento pode ser realizado em qualquer período, embora alguns dentistas prefiram adiar para o período pós-parto devido ao receio de realizar tomadas radiográficas ou prescrição de medicamentos.

Grávidas podem fazer radiografia?

As tomadas radiográficas odontológicas (região de cabeça) podem ser feitas, pois a quantidade de radiação é muito inferior à dose necessária para ocasionar má formação congênita. Entretanto, alguns cuidados devem ser observados:
– Avaliar a necessidade de radiografia.
– Utilizar avental de chumbo com protetor de tireoide.
– Uso de filme ultra-rápido.
– Posicionar corretamente o filme, evitando repetições.

Quais cuidados devo ter durante a gravidez?

Durante a gestação, seus dentes e gengivas precisam de cuidados especiais. Uma higiene bucal adequada, uso diário do fio dental, alimentação balanceada e visitas periódicas ao dentista são medidas que ajudam a reduzir os problemas dentários que acompanham a gestação.

Estudos comprovam que a formação do paladar do feto inicia-se na 14ª semana de gestação, e os hábitos alimentares da mãe durante a gravidez, influenciam o paladar do recém-nascido (FELDENS Eliane Gerson et al. A percepção dos médicos obstetras a respeito da saúde bucal gestante. Pesq Bras Odontoped Clin Integr. João Pessoa. 2005).

Alguns produtos podem ajudar na hora da higienização:

– Cremes dentais contendo triclosan devem ser utilizados devido à atividade antimicrobiana e melhora nos casos de gengivite.
– Enxaguantes bucais a base de clorexidina são seguros e eficazes contra a gengivite durante a gravidez.
– Aplicação tópica de flúor, feita pelo dentista, bochechos e pastas dentais com flúor devem ser usados na prevenção e controle da cárie.

Se precisar fazer uma consulta de emergência, avise o dentista que está grávida. Informe sobre qualquer stress que estiver sofrendo, abortos naturais anteriores e medicamentos que esteja tomando. Tudo isso pode influenciar o atendimento. É bem provável que seu dentista entre em contato com seu médico, antes de iniciar o tratamento.

Sobre Dra. Taila Billa

Dra. Taila Billa é dentista especialista em ortodontia com aperfeiçoamento em cirurgia bucal. Atende em consultório próprio na cidade de Taubaté - SP. Contato: (12) 3026-8789.

Veja também

É normal sair leite do peito durante a gravidez? Em vídeo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.