Home / Papai / Comportamento / Métodos definitivos de esterilização: vasectomia e laqueadura

Métodos definitivos de esterilização: vasectomia e laqueadura

Se você já tem filhos e decidiu “fechar a fábrica” de vez, existem métodos definitivos de esterilização como a vasectomia para os homens ou a laqueadura – ou ligadura de trompas – para as mulheres. Antes de se decidir por qualquer um desses métodos é preciso pensar muito, pois a reversão, além de complicada e cara, pode não ser possível e a pessoa perder a fertilidade definitivamente.

casal cama bico by jectiak

Pontos para pensar antes da esterilização

Divórcio e um novo casamento: Um assunto muito delicado, mas que deve ser levado em conta antes de se decidir pela esterilização, é o futuro do casal. Um caso muito comum em consultórios de especialistas em fertilidade são pessoas que realizaram vasectomia ou laqueadura e se divorciaram alguns anos depois. Ao conhecerem um novo parceiro resolvem ter mais um filho e esse sonho nem sempre pode ser realizado.

Saúde financeira da família: Se hoje a situação financeira não permite mais um filho, mesmo sendo uma vontade do casal, é melhor esperar antes de realizar a esterilização, afinal se a saúde financeira melhorar, mais um filho pode se tornar um sonho real.

Preservar a fertilidade antes da cirurgia: Uma forma segura de realizar a cirurgia sem arrependimentos, mas que envolve um alto custo, é preservando óvulos e espermatozoides antes da cirurgia através do congelamento. Os óvulos e espermatozoides podem ficar congelados por tempo indeterminado e se a vontade de ter mais um filho surgir, você pode optar pela Fertilização in Vitro.

Laqueadura ou ligadura de trompas

A laqueadura, ou ligadura de trompas, é uma cirurgia na qual as trompas uterinas da mulher são cortadas e as extremidades amarradas a fim de impedir que os óvulos cheguem ao útero, assim como os espermatozoides alcancem a trompa, que é o local em que a fertilização geralmente acontece.

Reprodução www.materprime.com.br
Reprodução www.materprime.com.br

Para evitar excessos tanto de parto por cesariana, quanto de esterilização desnecessária, o Ministério da Saúde proíbe que essa cirurgia seja realizada junto com a cesárea, ao menos que seja comprovada a necessidade.

A laqueadura é realizada gratuitamente pelo SUS quando a mulher possui 2 filhos vivos e pelo menos 25 anos de idade. Para mais informações compareça a um posto de saúde.

Laqueadura sem cirurgia

Um novo método de laqueadura, que está sendo oferecido a muitas mulheres no SUS e hospitais particulares como o Hospital das Clínicas de São Paulo, é a laqueadura sem cirurgia, em que um implante do ESSURE, que possui cerca de 4cm de comprimento e espessura de um fio de cabelo, é implantado na tuba uterina e, em aproximadamente 3 meses acaba por obstruir a trompa através de um processo de cicatrização que fecha a passagem, impedindo que a mulher engravide. Antes dos 3 meses a mulher deve continuar a prevenir gravidez com outros métodos, como camisinha ou pílula. É considerado 99,8% seguro.

Laqueadura Essure
Laqueadura Essure

O método é irreversível.

Saiba mais: Laqueadura com ou sem cirurgia

Vasectomia

A vasectomia é a forma de esterilização do homem. Ela consiste em cortar os canais deferentes que levam os espermatozoides dos testículos ao local que ficam armazenados até a ejaculação. Após o procedimento o homem continua com as funções eréteis normais e ejacula normalmente, porém seu sêmen não possui mais espermatozoides.

Reprodução  www.materprime.com.br
Reprodução www.materprime.com.br

A vasectomia não altera a libido masculina ou sensibilidade do pênis durante a relação sexual, assim como não o torna impotente.

A vasectomia é realizada gratuitamente pelo SUS quando o homem possui 2 filhos vivos e pelo menos 25 anos de idade. Para mais informações compareça a um posto de saúde.

Saiba mais: Vasectomia

Leia também:

Reversão de vasectomia e Ligadura de trompas (laqueadura)
Fiz laqueadura e me arrependi, e agora?

Sobre Almanaque dos pais

Conteúdo produzido pela equipe do Almanaque dos pais.

Veja também

Insegurança, como você lida com ela?

Insegurança, como você lida com ela? É tempo de reconhecer e mudar Insegurança… Sentimento de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.