Home / Colunistas / Dra. Taila Billa / Perda precoce dos dentes de leite

Perda precoce dos dentes de leite

Foto: Reprodução wikimedia.org
Foto: Reprodução wikimedia.org

Primeiro, vamos entender o que ocorre durante o “nascimento” de um dente de leite?

No inicio do desenvolvimento da dentição decídua, a criança encontra-se na fase de amadurecimento do seu organismo e por isso, esta menos resistente às agressões internas e externas, pois os anticorpos maternos desaparecem do sangue da criança nos primeiros seis meses de vida, coincidindo com o inicio da fase de erupção dentária. Por esta razão a criança fica um pouco manhosa. Existe uma relação entre erupção dentária e distúrbios orgânicos, como por exemplo: aumento da salivação, febre, distúrbios gastrointestinais (dor de barriga, diarreia), irritabilidade, perda do apetite.

Alguns pesquisadores também concluíram que vários dentes nascendo ao mesmo tempo pode causar stress, o que diminui a resistência do corpo a infecções, aumentando a probabilidade de ter estes sintomas.

O momento em que um dente irrompe (nasce) ou esfolia (cai), pode sofrer aceleração ou atraso devido a distúrbios orgânicos ou fatores pessoais e/ou ambientais.

Agora você deve estar se perguntando, o que são esses fatores? Como identificar?

Distúrbios orgânicos = o aumento dos hormônios tireoidianos, pituitário e sexuais podem aumentar o metabolismo do organismo, estimulando a erupção precoce dos dentes.

Fatores locais = o hábito de “chupar” o dedo/chupeta “aumenta a atividade funcional” dos dentes anteriores, podendo levar à perda precoce dos dentes de leite.

Fatores pessoais = raça e sexo afetam a cronologia de erupção dos dentes, como por exemplo: negros apresentam erupção dentária antecipada, e mulheres tendem a ter a erupção dos permanentes antecipada quando comparadas aos homens da mesma idade.

Fatores ambientais = crianças residentes em zonas urbanas tendem a ter a erupção dentária antecipada quando comparadas às crianças residentes em zonas rurais. Essa mesma diferença também é observada com relação à temperatura, pois quanto mais baixa a temperatura de um país, observa-se um discreto atraso na erupção dos dentes das crianças quando comparado às crianças que vivem em países de clima mais quente.

Na minha opinião, existe uma média para tudo nesta vida, inclusive para o nascimento e a perda dos dentes decíduos, mas todos nós somos pessoas únicas e por isso seguimos o nosso tempo, o nosso processo fisiológico, o que explica o seu filho ser mais alto que o dele, ou até mesmo o dente do seu filho cair antes do filho dele.

O que podemos fazer é observar nossas crianças e comparar com a média. Se surgir alguma dúvida, basta procurar um profissional especializado, ele esta apto a avaliar cada situação e se for o caso, indicar o melhor tratamento para seu filho.

Sobre Dra. Taila Billa

Dra. Taila Billa é dentista especialista em ortodontia com aperfeiçoamento em cirurgia bucal. Atende em consultório próprio na cidade de Taubaté - SP. Contato: (12) 3026-8789.

Veja também

Criança pode usar creme dental com flúor?

A Odontopediatria Brasileira recomenda o uso de creme dental com flúor a partir do nascimento do primeiro dentinho da criança.

10 comentários

  1. Boa tarde!
    Tenho um sobrinho de 3 anos e um mês que já cairam dois dentes incisivo inferior. Isso é normal?

  2. Olá! Minhas filhas aos 4 anos, os dentes caíram e de lá para cá as trocas foram rápidas. Tem ascendência afro do meu lado. Pelo que entendi isso deve influir na precocidade. Mas a minha menor que está com 6 já está com o canino mole. Não é cedo? A mais velha o canino caiu com 9 o primeiro.

  3. Boa tarde Dra Taila Billa!

    meu filho tem agora 7, ele perdeu os dois dentes da frente ( incisivos centrais), ele bateu na carrinha a voltar da escola o que acabou abanando os dentes tendo entao que extrair no hospital, o que me preocupa e que desde outubro do ano passado ate entao os dentes nao nascem, sera isso normal? Peco a sua ajuda.

    apaeco que mandem a resposta no meu e-mail….

    Obrigada.

    • Oi Leila,

      Quando ocorre um trauma como este e os dentes que não estão moles precisam ser extraídos, ocorre uma demora para o permanente erupcionar. Agora vou explicar o motivo para que entenda melhor:

      Quando o dente decíduo fica mole é porque o permanente iniciou sua movimentação para “nascer” e está reabsorvendo (encurtando) a raíz do dentinho de leite.
      Como o dente traumatizado estava firme, é sinal que o permanente não tinha iniciado esse movimento e não estava a caminho.
      Ao extrair o dente de leite sem o permanente ter iniciado seu movimento, o processo de erupção dele será atrasado porque o osso vai ter tempo de cicatrizar, tornando-se mais resistente quando o permanente quiser “nascer”.
      Neste caso, o ideal é utilizar um aparelho chamado MANTEDOR DE ESPAÇO para que o permanente que vai demorar para nascer tenha espaço suficiente na arcada dentária.

      Beijos,
      Dra Taila Billa

  4. Fabiane Zanon Padilha

    minha filha teve perda dentaria com 4 anos, cairam as presas inferiores q geralmente ocorrem com 12 anos. Isso ocorre segundo os muitos dentistas q levei pq o organismo est[a absorvendo a raiz e o dente cai , todo oco parece so uma casquinha. Levei _ a uma endocrinologista que apos varios exames constatou que minha filha estava normal sem mais altera;óes.Segundo panoramica que fiz, ela possui os tentes permanentes.
    O que pode estar ocorrendo POIS SO ESTA SEMANA ELA JA PERDEU DOIS DENTES, ELA TEM SEIS ANOS. GRATA fABIANE

    • Oi Fabiane,

      Fiquei meio confusa com a sua pergunta. Os caninos caíram aos 4 anos ou aos 6 anos?
      Se a troca dentária começou aos 4 anos com os incisivos inferiores, OK. Sua filha só está mais adiantada que a média e isso ocorre por diversos fatores que explico no post PERDA PRECOCE DOS DENTES DECÍDUOS. Como houve um adiantamento, todos os dentes tendem a seguir o mesmo padrão.
      Se a troca começou com os caninos, ai temos que investigar o motivo.

      Beijos,
      Dra Taila Billa

  5. Boa noite! Minha filha tem 4 anos e meio, e semana passada caiu o primeiro dentinho, incisivo inferior, em menos de 7 dias, o incisivo que fica ao lado, está molinho tb… Por ser início de ano, odontopediatras aqui em minha cidade estão em recesso; e eu estou mto preocupada… Isso é normal?

    • Oi Nadia,

      Normalmente os dentinhos ficam moles bem rápido mesmo, cai um e o outro já está começando a ficar mole.
      Isso ocorre com alguns grupos dentais (incisivos) porque os dentes permanentes são maiores que os decíduos e quando estão nascendo, pode forçar o a raiz do dente do lado e dar inicio a reabsorção da raiz do dentinho.

      Beijos,
      Dra Taila Billa

  6. Encarnação

    ótima explicação
    tenho uma filha de 5 anos e 8 meses, que ja vem fazendo troca dos dentinhos desde os 4 anos e meio, assustei muito com essa precocidade, ela já tem os molares permanentes, na frente em baixo já trocou e agora já estão nascendo os de cima, tem mães que olham como se eu não tivesse cuidado com os dentes dela…aff ignorância, ela tem uma ótima escovação e nenhuma carie, mas chupa o dedidinho e tem descendencia negra do lado do pai.
    VC me acalmou
    bjos e obrigada pelas

    • Boa tarde Encarnação,

      Algumas crianças bem precoces com relação a troca de dentes, o que assusta muitos pais e até as próprias crianças.
      Devemos explicar o que acontece nesta nova fase para acalmá-las e procurar dentista para fazer a protecao destes dentinhos que estão nascendo.
      Como sua filha está com ótima higienização, (parabéns a toda família), uma profilaxia com selante devem bastar para prolongar a vida dos dentes permanentes.

      Muito obrigada pelo comentário!

      Beijos,

      Dra Taila Billa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.