Home / Colunistas / Luciana Bernal / Resultado dos meus exames: Hoje eu quero AGRADECER!

Resultado dos meus exames: Hoje eu quero AGRADECER!

Chega uma hora da vida em que parece que as coisas não fazem sentindo quando se está doente.

Daí eu paro por dois segundos para pensar na minha Sofia, meu marido, família e amigos e vejo o quanto tudo é maravilhoso, como a vida é bela e como DEUS é tão grandioso e misericordioso.

Quem tem câncer precisa aprender a lidar com o MEDO, sim! O medo nos persegue, a ponto de nos fazer pensar que uma dor no dedinho da mão esquerda podem ser células malignas se desenvolvendo, terrível! É, no mínimo, atormentador saber que sua vida está na corda bamba, o tempo todo…

Eu, particularmente, tenho paúra de fazer os exames trimestrais, em especial, por entrar dentro da máquina de ressonância magnética. O que para muitos é algo normal, para mim é uma máquina torturadora, abafada, apertada, me sinto enterrada viva, sempre sofro muito ao fazer, pela fobia e pelos resultados. Aquele envelope enorme quando em minhas mãos podem ditar as regras do meu destino, então ao abri-los eu sempre peço proteção de Deus, ajuda mesmo, sabe? E quando estou dentro da máquina que faz um barulho quase que ensurdecedor, tenho procurado fechar os olhos e pensar em momentos bons, geralmente entre mim, minha filha e Daniel em alguma viagem que fizemos, nos meus irmãos, o quanto damos de risadas juntos, em meu Pai… e penso MUITO na minha Mãe, sei que ela rodeia aquela máquina o tempo todo e segura em minhas mãos me fazendo suportar aquela tormenta.

Já faço esses exames há dois anos, de três em três meses, sagrado. E tenho aprendido a “lutar” contra esse “medo”. Sempre precisei de companhia, inclusive para entrar comigo naquela sala congelante, e sempre tive companhia… Só que dessa última vez, o horário e dia estava horrível para todos, então “bóra” lá encarar o “monstro” sozinha.

Combinei com meu marido que nos encontraríamos no laboratório ao final do exame, deixei a Sofia com minha irmã e lá fui eu!

Como de costume cheguei lá, preenchi a ficha e meu coração batia mais do que o dia em que beijei Daniel pela primeira vez. Os olhos molhados, já com vontade de chorar e um medo incrível das horas que viriam pela frente.

Veio uma médica em minha direção, sentindo meu desespero pegou minha mão e disse: “Vamos juntas, vou ficar lá dentro com você todo o tempo, ok?”. Aquilo me deu certo alívio.

Surpreendentemente fiz o exame mais leve, várias lágrimas rolaram e o comentário nos corredores era: “Ela tem fobia, vamos tomar cuidado!”.

Deitei, me agarrei a um terço que ganhei de uma grande amiga (e que não tenho costume de usar), me colocaram toda aquela parafernália e já! Chorei nos primeiros minutos, depois fui pedindo ajuda espiritual e serenidade e fui me acalmando, como um bebê que está com sono e dorme no embalo doce do colo de sua Mãe.

Tudo terminado, saí e dei de cara com Daniel, saímos para comer algo e fomos embora. “Em três dias úteis entregaremos seus exames em sua residência, boa noite”.

Fingi que não ouvi, não queria mais aquele assunto pelas próximas horas.

Depois de três dias eles chegaram, e sem pensar um segundo, sozinha na sala, abri os dois enormes envelopes. Na minha leitura leiga, mas com um pouco de conhecimento de causa percebi que tudo ali andava bem, sem novidades. Chorei compulsivamente durante uns 5 minutos e mandei a resposta via celular ao Daniel, que ao ler me ligou: “Graças a Deus, quando via sua mensagem meu coração disparou desesperadamente”.

Eu e Sofia na praia agradecendo o resultado dos exames
Eu e Sofia na praia agradecendo o resultado dos exames

Neste post, só quero AGRADECER a DEUS por esses exames, pela minha vida, por essa jornada que, apesar de ser extremamente dura, me mostra que podemos superar nossos desafios e medos, que temos suporte espiritual o tempo todo e que DEUS está sempre ao nosso lado, onde quer que vamos, que não podemos desistir nunca porque a VIDA é nosso bem mais precioso, que cada segundo é valioso como um cristal e que vale a pena VIVER, vale a pena LUTAR, vale a pena estar VIVA!!!!!

Sei que minha luta ainda não acabou e nem tem data para isso, mas procuro viver um dia de cada vez, procuro aproveitar as pessoas que amo, meus cachorros, tudo que me dá prazer, porque de verdade não sabemos o dia de amanhã.

OBRIGADA MEU DEUS PELA CHANCE DE ESTAR VIVA, APESAR DE TODAS AS ADVERSIDADES.

HOJE SÓ TENHO A AGRADECER. OBRIGADA, OBRIGADA, OBRIGADA!!

Força, Fé e Coragem a todos nós!

Beijos

Até o próximo post

Lu

Sobre Luciana Bernal

Luciana Bernal é mãe da Sofia de 4 anos, esposa e fotógrafa especializada em gestantes e crianças. Descobriu em 2012 que está com um câncer raro, uma doença que lhe trouxe ainda mais vontade de viver e aproveitar cada momento com sua família e amigos, além de registrar um lado mais sensível e emocionante em seus trabalhos fotográficos.

Veja também

Vida

Luciana Bernal, uma mãe que enfrenta o câncer, neste post festeja a vida com a chegada do Vitor, filho de um casal de amigos.

18 comentários

  1. quero agradecer ao divino pai eterno pelos meus exames de utrasson abidomem que graças ao divino pai eterno o medico disse que deu gordurinha no figado e um cistinho graças ao divino pai eterno vou levar para o dotor ricardo meu medico e confio no divino pai eterno deu todo normal com vossa bençao e graças amem obrigada meu pai eterno so tenho mais que te agradecer por tudo amem

  2. Eeeeeeee que notícia linda!!!! Amo vc!!! Obrigada por mais este postalivio!!!! 😉

  3. Lu,
    Estou com saudades de vc! Vc nem vai mais no HC. Rs
    Adorei a notícia e seu blog!!
    A Dra Cândida que me mostrou!
    Beijao 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.