Home / Colunistas / Luciana Bernal / Um ano sem quimioterapia endovenosa

Um ano sem quimioterapia endovenosa

Acredito que todos ou quase todos conhecem ou já conviveram com alguém com câncer.

Mas posso afirmar que os mais próximos, marido, filhos e família são os que mais sofrem, e sofrem a valer.

É muito difícil ver uma pessoa que você ama debilitada, fraca, com a aparência diferente, sofrendo dia a dia.

Vi o sofrimento que causei a toda minha família, as inúmeras vezes que Daniel chorou, sofreu calado, a depressão que minha irmã Ana Maria entrou em silêncio, as crises compulsivas de choro do meu irmão Leandro, o carinho e a voz embargada do meu Pai quando soube da notícia, e por fim, as incontáveis vezes em que Sofia pedia para eu não ir (ao hospital, ou exames), aos prantos, e sempre dizendo: “Mamãe você vai voltar?” Foram momentos de muita tristeza vividos até hoje.

Desde a primeira cirurgia tomo quimioterapia oral, que também causa diversos efeitos colaterais. Mas nada comparado à quimioterapia endovenosa, essa derruba geral.

Durante o tratamento da químio, emagreci 12 kg, perdi todos os cabelos, mudei a cor da pele, na verdade em alguns momentos achei que não fosse suportar. Mas como sempre, olhava para aquele pedacinho de gente que dependia 100% de mim e erguia a cabeça para seguir em frente.

A parte mais penosa do tratamento até aqui foi a químio endovenosa, sem dúvida. Em alguns casos ela é mais leve, menos dias de infusão consecutivas. No meu caso, eram quatro dias por mês com infusão de 3 a 6 horas. No último dia eu não sabia a direção da porta da Clínica para sair, não entendia o que as pessoas falavam, parecia estar em outro planeta literalmente.

Foram seis meses, a última sessão foi dia 28 dezembro de 2013. Por isso, esse mês me faz lembrar muitas coisas, agradecer, agradecer e agradecer. No ultimo sábado teve a festa de encerramento da escola da Sofia. Por algumas vezes achei que não pudesse assistir, mas NÃO!!! Eu estava lá, feliz, emocionada e curtindo a alegria dela!

Eu realmente não sei o que acontecerá daqui para frente, mas sigo com o tratamento, sem pular um dia a químio oral e todos os outros mil remédios, mas meu corpo já está adaptado e, claro, às vezes, tenho umas quedas bruscas, e graças a Deus sempre tenho com quem contar, Daniel, Sofia, minha família e meus amigos que são indispensáveis em todo esse processo. SEMPRE tenho um ombro, sempre, sempre….. que sorte a minha né!?

Olho pra mim hoje e vejo por tudo que passei, queira ou não o físico reflete o emocional, e vejo outra pessoa.

Acredite, o câncer não é o ponto final, não podemos desistir nunca, por mais que esteja difícil, porque às vezes é quase impossível, é uma luta! Você contra ele!!!!

Esse mês é puro agradecimento, porque um ano sem a químio endovenosa é uma vitória, uma batalha a mais vencida, é a concretização da minha capacidade de vencer, é muito mais que esperava, é o melhor presente do Papai Noel.

Foto desta semana no salão - Voltando a me  sentir bonita, essencial para o tratamento.
Foto desta semana no salão – Voltando a me sentir bonita, essencial para o tratamento.

Quero deixar aqui uma mensagem de Paz nesse Natal, de força, e que todos que enfrentam o câncer e seus familiares tenham FÉ e nunca deixem de acreditar!!!! ACREDITEM SEMPREEEE!!!!!!!!! Porque a nossa vitória está por vir.

Se ajude!!!!! Ajude o câncer a não te maltratar tanto, reaja!!! Olhe que dezembro lindo Deus nos preparou….. o clima de renascimento está no ar! Olhe para dentro de si e renasça!!!!! Veja o quão forte você é!!!!! Veja o quão bonita você é! Veja como é bom viver!

FELIZ NATAL!

Força, Foco e Fé!!!!!

Beijos

Sobre Luciana Bernal

Luciana Bernal é mãe da Sofia de 4 anos, esposa e fotógrafa especializada em gestantes e crianças. Descobriu em 2012 que está com um câncer raro, uma doença que lhe trouxe ainda mais vontade de viver e aproveitar cada momento com sua família e amigos, além de registrar um lado mais sensível e emocionante em seus trabalhos fotográficos.

Veja também

Resultado dos meus exames: Hoje eu quero AGRADECER!

"Resultado dos meus exames: Hoje eu quero AGRADECER!". Depoimento da Luciana Bernal, uma mãe que luta contra o câncer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.