Home / Gestação e parto / Complicações / Vômito em excesso na gravidez pode ser Hiperêmese Gravídica

Vômito em excesso na gravidez pode ser Hiperêmese Gravídica

O que é Hiperêmese Gravídica (HG)?

Hiperemese gravidicaHiperêmese Gravídica (HG) significa, literalmente, vômito em excesso na gravidez e afeta cerca de 1,5% das gestantes especialmente nos três primeiros meses de gestação. As náuseas e vômitos (êmese) são comuns para cerca de 75% das gestantes durante o primeiro trimestre de gravidez, e na grande maioria dos casos elas são transitórias e não afetam o peso, hidratação ou qualidade de vida da gestante, o que não caracteriza a Hiperêmese Gravídica.
Só é considerado HG quando as náuseas e vômitos são intensos e a gestante chega a perder entre 5% e 10% do seu peso, podendo até chegar em caso de desidratação devido aos vômitos frequentes. Outro fator da HG é quando esse mau estar afeta a qualidade de vida da gestante impedindo que ela realize suas atividades cotidianas.
A Hiperêmese Gravídica é a principal causa de internação de gestantes nos primeiros meses de gravidez por causa da desidratação, porém em geral não há consequências negativas para o andamento da gestação, mamãe ou bebê.

Quais os principais sintomas da Hiperêmese Gravídica?

– vomitar várias vezes ao dia, inclusive quando ingere líquidos;
– presença de bile no vômito;
– boca seca;
– emagrecimento;
– sensação constante de mal-estar;
– dificuldade para executar suas tarefas do dia a dia;
– fadiga física e emocional;
– confusão mental;
– medicamentos para alívio dos sintomas não faz efeito .
* Só tome medicamento prescrito pelo seu médico obstetra

Se você estiver com alguns dos sintomas acima fale com seu médico. Mesmo que você não esteja com HG ele poderá lhe ajudar a melhorar a qualidade de vida durante a gestação. Caso você realmente esteja com HG o tratamento precoce evita o agravamento do quadro.

Como é diagnosticada a Hiperêmese Gravídica?

Antes do diagnóstico é importante descartar outros males que podem causar sintomas similares, tais como infecções urinárias, apendicite, problemas na vesícula, entre outras.
Quando o quadro é acompanhado de febre ou mesmo de dor, é um forte indício de outra causa como úlcera ou até diabetes.
Também é realizado exames de urina e de sangue para verificar se há carência de minerais e vitaminas como sódio e potássio devido aos vômitos excessivos.

Quais as causas da Hiperêmese Gravídica?

Não existe uma única causa que seja reconhecida como absoluta, porém uma série de fatores podem favorecer o aparecimento da HG em algumas gestantes:
– mulheres com histórico de depressão
– gravidez indesejada
– altos níveis do hormônio HCG
– já ter sofrido de HG em outra gestação
– ter familiares próximos (mãe ou irmã) que tenha sofrido de HG
– ter problemas de tireoide ou fígado
– deficiência de vitamina B6
– enjoar com facilidade quando anda de carro, avião ou barco.

Como tratar a Hiperêmese Gravídica?

O primeiro passo sempre é procurar pelo seu médico para lhe ajudar a amenizar os sintomas e prevenir complicações. Ele poderá lhe receitar alguns medicamento como antialérgicos ou esteroides.
Para casos mais graves somente com internação poderá ser ministrados outros medicamentos para cessar os vômitos.
Os medicamentos em forma de supositórios, injetáveis ou que dissolvem na boca são os mais eficazes, pois comprimidos podem ser eliminados através do vômito antes de serem absorvidos pelo organismo.
Durante a internação também pode ser necessário um soro intravenoso  para reidratar a gestante.
O tempo de internação varia a cada caso, podendo se estender a alguns dias ou mesmo mais de uma visita ao hospital.

Algumas formas caseiras de amenizar os sintomas da HG:

Existem algumas soluções caseiras e que não trazem risco para você e que podem lhe ajudar a passar por essa fase difícil:
– tomar sempre líquidos para se manter hidratada. Se não conseguir segurar o líquido no estômago tente picolés de frutas, água bem gelada ou cubos de gelo.
– chá de gengibre ou de limão aliviam os sintomas em alguns casos, mas devem ser tomados com moderação para não provocar ainda mais vômitos.
– respeite seu faro e instinto, ou seja, fique longe dos cheiros que podem lhe trazer desconforto, até mesmo daqueles que você desconfia que pode lhe fazer mal.
– evite locais com odores fortes, como cozinha, postos de gasolina e restaurantes. Se você utiliza aqueles odorizadores de banheiro ou ambiente é melhor guardá-los por um tempo.
– coma os alimentos que conseguir, mesmo que não seja aquela opção mais saudável do mundo, preocupe-se com a dieta quando se sentir melhor.
– se estiver sentindo fraqueza é melhor descansar, mesmo que isso signifique tirar licença médica e não comparecer ao seu trabalho.

Não se sinta culpada se você estiver com Hiperêmese Gravídica, lembre-se que não é culpa sua nem de ninguém. Procure apoio dos familiares e amigos e não se esqueça que isso é temporário, logo você estará se sentindo ótima e pronta para cuidar do seu bebê.
Quanto mais cedo ela for diagnosticada e iniciado o tratamento, melhor para a mamãe e bebê. Na grande maioria dos casos a Hiperêmese Gravídica começa a melhorar por volta da 16ª semana de gestação e desaparece até a 20ª semana, porém em alguns raros casos ela persiste até o final da gestação.

Acompanhe sua gestação semana a semana com o Almanaque dos pais clicando aqui.

Você também pode gostar de ler:

Sexo na gravidez: as 11 melhores posições (com imagens)
Gravidez: Vídeo do desenvolvimento fetal
13 alimentos que devem ser evitados durante a gravidez

Sobre Almanaque dos pais

Conteúdo produzido pela equipe do Almanaque dos pais.

Veja também

doenças gengivais

Gravidez: relação das doenças gengivais aos nascimentos de bebês prematuros

Gravidez: Cada vez mais existem trabalhos científicos relacionando as doenças gengivais aos nascimentos de bebês prematuros ou com peso abaixo do normal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.