Home / Gestação e parto / O que você precisa saber / 7 Sintomas de gravidez que você jamais imaginou

7 Sintomas de gravidez que você jamais imaginou

Você não leu errado, é exatamente o que eu vou te contar hoje, os 7 sintomas de gravidez que você jamais imaginou que existiam ou que mesmo que eles eram sintomas de gravidez.

7-sintomas-de-gravidez

Os sintomas de gravidez mais conhecidos, como enjoo, azia, inchaço, sensibilidades nos seios, entre outros, eu tenho certeza que você já conhece e sempre que procura pelo assunto na Internet é sobre eles que você lê.

Mas se você começa a pesquisar um pouco mais ou mesmo durante conversa com amigas grávidas ou mães, acaba descobrindo algumas coincidências e se questionando se era um sintoma de gravidez que ninguém te contou.

7 Sintomas de gravidez que você jamais imaginou

1 – Muito suor

Que a gestante fica mais calorenta você já sabe, mas você sabe que esse calor todo acaba aumentando a transpiração?

Tudo isso acontece porque durante a gravidez o fluxo sanguíneo é aumentado, dilatando os vasos sanguíneos. Então você soma tudo isso ao coração acelerado para dar conta desse sangue todo, o peso extra que a futura mamãe carrega e pronto, receita perfeita para que seu corpo precise controlar a temperatura utilizando o seu melhor artifício: suor.

Deixe seu corpo transpirar utilizando roupas leves e de algodão. Os tecidos sintéticos aumentam a sensação de calor e corpo suado não deixando que o suor dissipe.

2 – Coceira

A coceira acomete aproximadamente 20% das gestantes, um número alto e mesmo assim raramente alguém relaciona coceira à gestação.

A coceira pode acontecer em diferentes momentos da gravidez. No 1º trimestre, devido à produção  do hCG a pele da futura mamãe fica mais ressecada, um fator que contribui para a coceira.

Outra causadora de coceira é o estiramento da pele, especialmente da barriga, seios, coxa e quadril. O estiramento pode, inclusive, causar as temidas estrias.

Beber bastante água para manter seu corpo hidratado também auxilia na hidratação da pele, evitando essas coceiras. O uso de hidratante corporal também é um excelente aliado.

Quando a coceira deve ser investigada?

Apesar de geralmente não representar nenhum problema, costumo dizer que o médico obstetra deve estar ciente de todo e qualquer dor e desconforto que acometa a gestante, nada descarta a avaliação de um médico.

Por isso, ao sentir um dos sintomas abaixo, é importante relatar para seu médico obstetra para que ele possa investigar se a coceira representa complicações, como alterações vasculares ou problemas renais, por exemplo:

  • coceira intensa e em todo o corpo
  • coceiras que atrapalhem sua qualidade de vida ou interfira no sono
  • coceiras intensas nas mãos e pés

3 – Coriza

A sensação de nariz escorrendo ou entupido persegue as gestantes, tudo graças à retenção de líquidos que acaba inchando também a mucosa nasal. O inchaço acaba dificultando a entrada do ar e, consequentemente, aumentando a produção de coriza.

Não existe uma fórmula mágica para se livrar desse sintoma, apenas o uso de soro fisiológico – jamais descongestionantes, já que podem prejudicar o bebê – que pode ser utilizado para lavar a região ou através de aparelhos de inalação.

4 – Tosse

Além de estar mais suscetível à gripes e resfriados, a tosse também pode aparecer por razões do muco nasal aumentado ou mesmo por conta da gestação mais avançada em que a futura mamãe não consegue expandir seus pulmões para respirar melhor.

Para melhorar desse sintoma, a dica é estar sempre hidratada e fugir de produtos químicos, poeira e demais locais que podem irritar suas vias aéreas.

5 – Ardência nos olhos e vista embaçada

Os hormônios da gravidez podem fazer com que você comece a sentir os olhos mais secos, o que deixa a sua visão mais embaçada e podendo até causar ardência. Para esses casos o oftalmologista pode indicar um colírio à base de soro para lubrificar sua vista e se livrar desses sintomas.

6 – Se você usa óculos, aumento no grau da lente

Se você usa óculos e está desconfiada que não está enxergando tão bem, provavelmente você está certa. A retenção de líquidos pode afetar inclusive o formato e espessura da córnea, sendo necessário uma visita ao oftalmologista para corrigir temporariamente as lentes do óculos. Pois é, apenas temporariamente, após o parto essa alteração volta ao normal.

Quando problemas nos olhos deve ser investigado

Um dos sintomas da pré-eclâmpsia é a visão turva, visão duplas com com manchas. Se notar essas alterações em sua visão, fale com seu médico obstetra.

7 – Zumbido no ouvido

O zumbido ou aquela sensação de ouvido tampado também é um sintoma de gravidez mais comum do que você imagina. Geralmente não é sintoma de nenhuma doença mais grave, é apenas mais um sentido que está sendo afetado pela famosa retenção de líquido e produzindo mais muco do que deveria.

Porém como o zumbido pode ter relação com outras doenças, como rubéola ou mesmo pressão arterial aumentada, é importante que você relate esse problema ao seu médico durante suas consultas de rotina para que ele possa descartar essas doenças.

Se o zumbido ou sensação de ouvido tampado estiver trazendo incômodo, o obstetra pode sugerir uma consulta ao otorrinolaringologista para aliviar essa sensação.

Você também vai gostar de ler:

Gravidez Semana a Semana
Os 21 sintomas de gravidez mais comuns nas primeiras semanas
Como saber o dia que engravidei?
Chá de bebê – como organizar um chá de bebê em 10 etapas

Sobre Almanaque dos pais

Conteúdo produzido pela equipe do Almanaque dos pais.

Veja também

Hidrossalpinge | O que é, tratamento e se posso engravidar

Posso engravidar se tenho hidrossalpinge? A hidrossalpinge é uma condição que afeta as Trompas de …

Um comentário

  1. Luciene Oliveira

    Tenho uma dúvida.há mais de dois meses estou sem tomar remédio anticoncecional e fazendo relaçoes sexuais sem proteção,porém mestruei os dois meses.posso está grávida e não saber?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.