Home / Colunistas / Dra. Taila Billa / Mau hálito? Saiba o que fazer

Mau hálito? Saiba o que fazer

O que é halitose?

Popularmente conhecida como mau hálito, é um sinal de que algo está desequilibrado no organismo, e não uma doença.

É comum escutar que o MAU HÁLITO VEM DO ESTOMAGO, mas não é bem assim, pois o estômago só é o responsável pelo mau hálito no caso de diverticulose esofágica (raro) e também em arrotos ou refluxo gastroesofágico, porém nestes dois últimos casos, o mau hálito é momentâneo e seu odor não é o característico cheiro de enxofre da halitose crônica e sim um odor mais ácido.

Foto: Reprodução www.colgate.com.br
Foto: Reprodução www.colgate.com.br

Quais as causas da halitose?

Existem inúmeras causas para a halitose, e elas se dividem em:

– Bucais (de 92% a 96%)

Saburra lingual, doenças gengivais (gengivite e periodontite), má higiene oral, pouca salivação, próteses mal adaptadas, cáries e restaurações com infiltrações.

– Extra bucais (de 4% a 8%)

Cáseos amigdalianos

mau-halito-amigdalianos

Cáseos amigdalianos, jejum prolongado, alimentos odoríferos, tabagismo, diabetes não compensado, amidalite, sinusite, hipoglicemia, alterações hepáticas, renais e intestinais.

Como saber se tenho mau hálito?

O melhor é perguntar para uma pessoa do seu convívio, um parente ou amigo de confiança, mas se você ficar constrangido, pode procurar clínicas especializadas em halitose para fazer o diagnóstico.

Dificilmente a própria pessoa sente o mau cheiro, pois o olfato se adapta ao odor por tolerância.

Chupar bala ou chiclete ajuda?

Estes produtos normalmente são para um alívio momentâneo, mas o melhor é procurar ajuda profissional para tratar o problema.

Qual o tratamento para mau hálito?

Por apresentar diversas causas, o tratamento é complexo e pode ir desde uma melhora na higienização bucal e controle da alimentação até uma cirurgia.

O ideal é consultar um profissional especializado para investigar a causa, dar o diagnóstico e indicar o melhor tratamento para o seu caso.

Recomendações:

Beber bastante água.

Evitar passar muito tempo sem se alimentar (jejum).

Evitar alimentos que alteram o hálito (cebola, alho).

Manter uma boa higiene bucal – com escovação pelo menos 4 vezes ao dia, bochechos (sem álcool em sua composição) e uso do fio dental.

Consulte um dentista periodicamente.

Você também vai gostar de ler:

Como saber se meu filho precisa usar aparelho?
Dentes nascendo separados, o que causa os terríveis espacinhos
Erros comuns ao escovar os dentes
Como devo escovar os dentes do meu filho?

Sobre Dra. Taila Billa

Dra. Taila Billa é dentista especialista em ortodontia com aperfeiçoamento em cirurgia bucal. Atende em consultório próprio na cidade de Taubaté - SP. Contato: (12) 3026-8789.

Veja também

Depilação íntima feminina | O que você precisa saber antes de depilar a virilha

Você sabia que existem fatores que você precisa conhecer antes de decidir qual a melhor …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.