Home / Papai / Comportamento / Não tenho vontade de fazer sexo com minha mulher grávida

Não tenho vontade de fazer sexo com minha mulher grávida

Por que não quero fazer sexo com minha mulher grávida?

Logo que a mulher engravida o homem percebe que alguma coisa mudou, seja no seu desejo sexual, seja no da parceira. Não tem como negar que toda gravidez também traz muitas dúvidas e muitos homens chegam a perder o desejo sexual por diversos fatores, e as razões mais comuns são as dúvidas do que pode acontecer com a gestante e o bebê.

As principais dúvidas e queixas dos homens são:

Sexo com penetração pode machucar o bebê?

Foto reprodução: jectiak
Foto reprodução: jectiak

Não há risco de seu pênis machucar, bater na cabeça, assustar ou traumatizar o bebê. Além do bebê estar protegido pelo líquido amniótico, o saco gestacional e a anatomia da mulher que também garante a segurança do bebê, o seu pênis não tem 30cm (se for seu caso é melhor conversar com o obstetra antes de se aventurar). Com todos esses recursos ainda há o tampão da mulher que bloqueia a região em que o bebê está de contaminações.
Porém nada de sexo selvagem e nem de se inspirar naquelas posições exóticas do Kama sutra, deixe isso para depois do resguardo.

Leia também: Sexo na gravidez: As 11 melhores posições (com imagens)

A ejaculação pode ser prejudicial ao bebê?

Desde que você seja monogâmico (não pule a cerca) e livre de doenças venéreas não há problema algum em ejacular dentro do corpo da mulher. O sêmen não terá contato direto com o feto que está protegido pelo saco gestacional e não provocará nenhuma relação alérgica na gestante.

O corpo da minha mulher não é mais o mesmo

Esse fato é inegável, e o corpo dela continuará a mudar mesmo depois do parto, quando ele estará se preparando para alimentar o bebê. Descubra novas curvas, novas regiões “divertidas” como os seios que estão mais turbinados.

O bebê pode sentir o orgasmo da mamãe?

O orgasmo feminino libera endorfina na corrente sanguínea. A endorfina provoca uma sensação de bem-estar que pode ser sentida pelo bebê. Essa sensação ele também poderá sentir quando a mamãe receber uma massagem relaxante ou qualquer outra coisa que ela goste muito.

Ela só sabe falar sobre o bebê, fiquei em segundo plano

Com a maternidade aflorando é natural que a mulher queira deixar tudo pronto para a chegada do novo herdeiro e, para o papai não se sentir excluído, a dica é participar desse processo. Participe das consultas médicas (especialmente ultrassons que fazem qualquer papai durão ficar babando naquelas manchas cinzas que aparecem na tela), ajude na escolha da decoração, enxoval, carrinhos, cadeirinhas… ajude nas compras (afinal ela nem pode levar peso).

Converse com o médico obstetra

Se você continua inseguro sobre machucar a mulher ou o bebê, converse abertamente com o obstetra de sua parceira e tire todas as suas dúvidas. Não há motivos para se envergonhar ou muito menos voltar para a casa cheio dúvidas, pergunte tudo que você gostaria de saber, exponha suas inseguranças e, com certeza, você se sentirá mais seguro para decidir como agir.

Recomendação médica

Se o obstetra de sua mulher recomendou que o casal não faça sexo durante um período ou toda a gestação por risco de aborto ou complicações, realmente não tem escapatória. Alguns problemas como placenta prévia, dilatação prematura ou mesmo pré-eclâmpsia e outros complicadores podem ser restritivos quanto à penetração.
Se for seu caso, siga as orientações e as dicas abaixo.

Quando o sexo durante a gravidez não é uma opção

Se você não está confortável em manter relações sexuais durante a gravidez, sua esposa está sem libido ou há recomendação médica para não transar nesse período, é hora de investir em outras formas de carinho e conexões entre o casal para que vocês continuem unidos, tranquilos com essa decisão e admirando um ao outro.

Mantendo a chama acesa

Voltem ao tempo da paquera, com conversas ao pé do ouvido, elogios (sim, a mulher se sente muito insegura nessa época e os elogios  são essenciais para ela), cafunés, carícias ousadas e, porque não, masturbação, sexo oral e brinquedinhos de sex-shop. Todas essas modalidades além de manter a chama acesa, podem trazer novas descobertas de prazer ao casal para durar a vida toda.

Diálogo

Vale repetir: Conversem bastante, exponham com honestidade os sentimentos, desejos e medos. Somente com o diálogo o casal estará preparado para passar por mais essa etapa da vida a dois sem que o relacionamento fique abalado.

 

Você também pode gostar de ler:

Só para homens: Sexo durante a gravidez
Só para homens: O sexo após o nascimento dos filhos

Sobre Almanaque dos pais

Conteúdo produzido pela equipe do Almanaque dos pais.

Veja também

Malu-Moletom-e-o-Gigante

Campanha do agasalho 2016: O que você vai fazer com as roupas que não servem mais para seus filhos?

A campanha do agasalho 2016 apresenta a Malu Moletom, conheça essa história dessa menina e, na sequência, tenho uma proposta para você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.