Home / Colunistas / Dra. Taila Billa / Meu filho tem medo de dentista, e agora?

Meu filho tem medo de dentista, e agora?

Porque as crianças – muitas vezes também os adultos – tem medo de dentista?

medo de dentista
Foto: Wikimedia

A sociedade tem uma imagem do dentista associado à dor, isso porque no passado os CIRURGIÕES-BARBEIROS não utilizavam anestesia para realizar as extrações e nem possuíam cuidados com a biossegurança e técnicas cirúrgicas de hoje.

Muitas vezes a própria mídia retrata o dentista de forma negativa, como vilão dos desenhos animados ou até em pegadinhas na TV.

Cerca de 50% das pessoas tem medo de ir ao dentista e cerca de 20% desse número não vão de jeito nenhum por causa da odontofobia.

A odontopediatria estuda e aplica técnicas de abordagem para cuidar dos dentinhos dos pequeninos, mas para isso é necessário que a criança se sinta segura. Infelizmente muitos pais influenciam negativamente os filhos ameaçando levar ao dentista para usar o motorzinho ou simplesmente comentando experiências de medo ou trauma na frente dos filhos.

O que posso fazer para combater o medo de dentista?

Para evitar esse medo, os pais devem procurar o dentista logo que os primeiros dentinhos começarem a nascer. Dessa forma o profissional ensinará aos pais como realizar a higienização e criará um vínculo afetivo com a criança, deixando-a mais a vontade e segura.

É importante que as primeiras visitas ao dentista não sejam situações de urgência como uma cárie e sim uma visita de caráter preventivo, como uma explicação de como realizar a escovação.

Se a criança só for ao dentista para tratar uma emergência ou dor, ela vai associar o dentista a algo ruim e não vai gostar da experiência.

Você também vai gostar de ler:

Caça Palavras para chá de bebê | Brincadeiras para chá de bebê
E você, sabe o que é Empoderamento Feminino?
Bebês podem ter cárie?
Cárie de mamadeira ou cárie rampante

Sobre Dra. Taila Billa

Dra. Taila Billa é dentista especialista em ortodontia com aperfeiçoamento em cirurgia bucal. Atende em consultório próprio na cidade de Taubaté - SP. Contato: (12) 3026-8789.

Veja também

Terrible two: Crianças com 2 anos, dê opções para evitar complicações

Terrible two é o nome dado à primeira adolescência do bebê, fase dos 2 anos em que o "Não" vira a palavra preferida! Veja as dicas para evitar birras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.