Home / Colunistas / Dra. Claudia Hakim / Saiu o laudo de superdotação do meu filho. E agora … O que eu faço ?

Saiu o laudo de superdotação do meu filho. E agora … O que eu faço ?

Saiu o laudo de superdotação do meu filho. E agora … O que eu faço ?

Está é uma pergunta, comumente feita nos meus grupos de Facebook (Mãe de Crianças Superdotadas – https://www.facebook.com/groups/213399982041957) e o ASPERGER (TEA) e Superdotação (https://www.facebook.com/groups/1579068685680488)

laudo de superdotação avaliar superdotação superdotado

O primeiro ponto a saber é : Qual foi a orientação e indicação da  neuropsicóloga?

Ela sugeriu aceleração de série para a criança ? Enriquecimento curricular ? Terapia para ser trabalhada em alguma área que a criança esteja apresentando dificuldade (seja emocional, comportamental ou até mesmo de aprendizagem !).

Se houve indicação para aceleração de série, é importante que esta indicação esteja prevista, expressamente, no laudo. Também é importante que, se o QI TOTAL da criança tiver dado acima de 130 pontos, no WISC, que conste do laudo que a criança tem superdotação. Isto é muito importante para fins de atendimento educacional especializado e para que a escola conheça o verdadeiro potencial cognitivo e características comportamentais daquele aluno.

A neuropsicóloga foi conversar com a escola, para orientá-la ? É importante que ela vá !

Quantos anos ela tem (mês e ano )? Em qual série ela está? Foi cogitada a aceleração de série pela escola ou pela profissional? Como são as notas todas dela ? Ha dificuldades ? Como é o social e a maturidade dela?

Os pais devem que considerar estes vários aspectos da criança, para direcionar o atendimento educacional especializado a que ela tem direito ; seja por aceleração de série ou por enriquecimento curricular, que são medidas previstas na Lei de diretrizes Básicas da Educação (artigos 58 e 59 da LDB).

Em algumas cidades e Estados você encontrará o NAAHS (Núcleos de Atenção para as Altas Habilidades) ou Salas de Recursos, mantidas pelo governo, que a criança poderá frequentar no contra turno da escola, para desenvolver atividades em sua área de habilidade. Mas, não são todas as cidades que possuem estas iniciativas, aqui no Brasil.

Outras vezes, a criança pode se beneficiar com a mudança de escola.  Para uma mais forte e conteudista, e que ofereça que o aluno participe das olimpíadas de conhecimento  (matemática,física, astronomia, etc, exemplos destas escolas, no Brasil são Etapa e Objetivo).

Atividades extra-curriculares a serem oferecidas nas áreas de interesse do aluno também são bem vindas ! (xadrez, robótica, computação, artes, línguas, música, etc). Esporte é sempre muito bem vindo !

Enfim, são várias as possibilidades existentes para serem trabalhadas, sendo que uma possibilidade não exclui a outra!

Você também vai gostar de ler:

Características da Superdotação
Características Emocionais do Superdotados
Os mitos que rodeiam a Superdotação
Cuidados ao procurar profissionais para avaliar superdotação

Sobre Almanaque dos pais

Conteúdo produzido pela equipe do Almanaque dos pais.

Veja também

Tabela do Sono do Bebê e Criança – 0 a 12 anos

Conheça a Tabela do Sono do Bebê e Crianças, segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Selecione a opção desejada para ser notificado sempre que um novo comentário for publicado ou quando houver uma resposta para seu comentário.